Governo apresenta projeto “Complexo Turístico Altos da Serra Rio do Rastro”/SC – Proposta prevê até bondinho e ponte de vidro

Governo apresenta projeto “Complexo Turístico Altos da Serra Rio do Rastro”/SC – Proposta prevê até bondinho e ponte de vidro

SERÁ EXECUTADO EM PARCERIA COM A INICIATIVA PRIVADA A SER PROMOVIDA PELA SANTUR E A SCPar.

O projeto vencedor para esse complexo já foi apresentado.

 

O Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) do Complexo Turístico da Serra do Rio do Rastro, realizado pela Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) e SC Participações e Parcerias (SCPar), avançou mais uma etapa para a formalização do edital de licitação.

Depois de receber duas propostas de construção, operação e manutenção de equipamentos turísticos nas áreas contíguas ao Mirante da Serra do Rio do Rastro, a equipe de Comissão de Avaliação definiu a proposta vencedora.

A proposta da empresa Vallya irá embasar a licitação da construção que será viabilizada com recursos privados.

Ela apresentou um estudo de arquitetura e engenharia num valor estimado em R$ 127 milhões. O projeto sugerido e selecionado pela Comissão de Avaliação do PMI. Ele tem espaços para estruturas que serão construídas pela empresa vencedora da licitação.

O desejo da Santur e da SCPar é de publicar o edital para a obra e gestão do equipamento nos primeiros meses de 2022.

Segundo o governador Carlos Moisés:

“Vencemos mais uma etapa, com um esforço grande da Santur e da SCPar, para qualificar e impulsionar o turismo e proporcionar uma estrutura sem igual na Serra Catarinense. A região merece e precisa disso. Nosso governo também está investindo R$ 20 milhões na contenção das encostas em toda a Serra do Rio do Rastro e abriu a licitação para a nova iluminação. Assim, contemplamos todos os aspectos para consolidar e ampliar a atratividade desse roteiro turístico”.

 

unnamed

Dentro da estrutura proposta, estão: mirante, bondinho, circuito de montain bike, ponte de vidro, lago cênico, pista de patinação interna, estação de ski, tirolesa, mirante panorâmico, quiosques, restaurantes, espaços para piquenique, SPA, heliponto e casas de campo.

 

SEGUNDO O BLOG OLIVETE SALMÓRIA

“O próximo passo será a realização de uma consulta pública em dezembro”,

Veja:

Com o estudo definido para o projeto, o processo de licitação do Complexo Turístico da Serra do Rio do Rastro avançará para uma consulta pública, em dezembro, com a região da Serra Catarinense, para uma discussão dos impactos e benefícios da obra.

Em seguida, uma audiência pública será realizada em parceira com a prefeitura do município de Bom Jardim da Serra.

Avançada esta etapa, a licitação da obra e gestão do equipamento turístico será lançada para encontrar empresas interessadas no projeto.

A expectativa é que a licitação seja publicada no começo de 2022″.

 

Fotos: Olivete Salmórira e divulgação-Governo do Estado/SECOM;

Fonte: Blog Olivete Salmória/Lages; e Governo do Estado-SECOM

 

 

IDEIA PARECIDA JÁ FOI APRESENTADA EM 2017.

VEJA NA POSTAGEM A SEGUIR.

Original atualizada em 10 dez. 2019, 14:32

PLATAFORMA DE VIDRO NA SERRA – Projeto tem detalhes conceituais do empreendimento

 

LAGES E SERRA CATARINENSE –

SUGERIDA CRIAÇÃO DE UM GRUPO DE TRABALHO E REALIZAÇÃO DE AUDIÊNCIAS PÚBLICAS NOS MUNICÍPIOS A SEREM IMPACTADOS E O PROJETO DEVE SER NA MODALIDADE DE PARCERIA PÚBLICO PRIVADA.

 

Projeto-da-plataforma-de-observação-na-Serra-do-Rio-do-Rastro_Divulgação-696x365

 

unnamed

O projeto da Plataforma de Vidro e do Bondinho, seguramente um sucesso, ganhou boa repercussão na opinião pública e no meio turístico. Porém, até aqui não andou muito. Agora, a mobilização será pela aceleração da ideia. Tanto que o prefeito de Bom Jardim da Serra, Serginho Rodrigues de Oliveira, e a diretoria de Projetos Estruturantes da Secretaria de Estado de Turismo e Cultura, Ana Paula Cardozo da Silva, promoveram recentemente uma reunião para discutir os entraves ao projeto.

A previsão é de sua construção para a contemplação no mirante da Serra do Rio do Rastro. A reunião foi no gabinete do prefeito e contou com a presença da assessora de turismo da Amures, Ana Vieira, do assessor de imprensa da Amures, Onéris Lopes, e da secretária de Turismo de Bom Jardim da Serra, Maria Lúcia Vieira Machado. Um dos pontos em comum foi de que o empreendimento será através de Parceria Público Privado – PPP.
De acordo com o prefeito, existem pendências no processo de desapropriação da área, estruturação de edital e questões legais que precisam ser sanadas. “O que tem de ficar claro é que este empreendimento não vai beneficiar apenas Bom Jardim da Serra e Lauro Muller. Ele será uma referência para a região, por isso tem de ser uma luta de todos”, defendeu Serginho de Oliveira.
Como encaminhamento desse primeiro encontro, uma reunião ampliada foi agendada, a princípio para dia 3 de setembro, na Secretaria de Estado de Turismo, em Florianópolis. Deverá contar com a participação de alguns Secretários de Estado, como de Turismo, Planejamento, Administração, comissão de Turismo da Assembleia Legislativa, Amures, dentre outros, além do Ministério Público Federal. Conhecer a real situação com vistas a implantar a plataforma de vidro da Serra do Rio do Rastro, será o objetivo.
Outro encaminhamento defendido pela equipe da Amures foi de criação de um Grupo de Trabalho – GT, que acompanhará as etapas do projeto. “A Fundação do Meio Ambiente – Fatma é parceira desse projeto e as demais entidades estão juntas. Esse é um momento bom para avançarmos com o projeto”, afirmou Ana Paula Cardozo da Silva.
O projeto é de uma plataforma de vidro com lance de 25 metros de avanço sobre o precipício, que pode ser apenas uma das etapas de um grande projeto turístico regional. E todas as definições do que existirá naquele local, ainda serão definidas em reuniões e validadas em audiências públicas entre os municípios impactados diretamente pelo projeto.

 



Politica de Privacidade!