Nova legislatura fala em mudar comportamentos

Nova legislatura fala em mudar comportamentos

ERON portal, Lages/SC – O Plenário da Câmara, renovado em 60%, se por um lado inicia com novas caras e ideias, por outro esbarra na inexperiência e na falta de qualidade em alguns casos. (Nada que a escolinha não resolva).

Mas, que se ouviu nas primeiras participações na Tribuna, a tendência é procurar mudar comportamentos, conceitos e práticas.

Outra conclusão é a de que a nova Legislatura é composta por gente cheia de boas intenções. O perfil é de representantes nada arrogantes, salvo raras exceções. Revestidos de humildade e cheios de vontade de trabalhar e de aprender. Isso é muito bom. Afinal, a responsabilidade é grande!

Os vereadores são o extrato da Sociedade. Está lá um da cada segmento ou classe social. A vontade do eleitorado e o clamor das ruas escolheram aqueles representantes. Os problemas são muitos e a população não poderá esperar por soluções.

A Câmara pode ajudar, por essa razão, precisa dar respostas. Vão ter de se desdobrar. Todos estão cheios de boas intenções. Mas, só isso não basta. É preciso resultado prático e para ontem, se possível.

Todo Legislativo é o extrato da sociedade.  Quem elege não pode errar, porque depois não pode reclamar.
Todo Legislativo é o extrato da sociedade. Quem elege não pode errar, porque depois não pode reclamar.
Todo início de Legislatura prometem mudar comportamentos, conceitos e práticas. Existem de quilômetros de distância entre o discurso e a prática.
Todo início de Legislatura prometem mudar comportamentos, conceitos e práticas. Existem de quilômetros de distância entre o discurso e a prática.
Quem roubou a cena foi a platéia e o Ceron. Nunca viu um prefeito ir levar um projeto em mãos e pedir o aval dos vereadores; só vi oferecerem cargos lá de longe.
Quem roubou a cena foi a platéia e o Ceron. Nunca viu um prefeito ir levar um projeto em mãos e pedir o aval dos vereadores; só vi oferecerem cargos lá de longe.