MARKETING PESSOAL: Bom instrumento para você virar uma referência e um sucesso

MARKETING PESSOAL: Bom instrumento para você virar uma referência e um sucesso

ENTÃO VOCÊ É UM PODEROSO MATERIAL DE PROPAGANDA.

 

O poder do seu perfil

 

Marketing-pessoal (1)

 

Veja que ao longo da história da humanidade todas as figuras bem sucedidas sempre agiram mais ou menos dentro do mesmo padrão de comportamento e a imagem e atitudes sempre foram seus pontos fortes. E isto foi também em relação ao poder, à política e até na corte amorosa. 

 

É por isso que hoje o marketing pessoal e mídia eletrônica estão em alta, porque a platéia está cada vez  mais visual e valorizando a atitude. Mais em alta ainda se você estiver na política.

 

coworking-como-estrategia-de-marketing-pessoal

Logo, procure entender que para conquistar corações e mentes você precisa mesmo ser um poderoso material de propaganda. Tanto que especialistas lembram que você é puro marketing.

E os partidos políticos já estão percebendo que precisam recrutar protagonistas, não apenas de propriedades para massa de manobra. Estas podem trair na primeira oportunidade, até por falta de personalidade ou por mero oportunismo.

 

Marketing pessoal

 

Para se “vender” um produto, entidade ou pessoa, esta no caso de uma eleição, o Marketing sugere três elementos: um nome, um símbolo e um slogan.

O nome

Numa eleição, por exemplo, o candidato é o produto a ser “vendido”, é o nome.

O símbolo

No caso de um candidato é preciso analisar sua trajetória até então. Como é conhecido? É tradicional e tem o perfil preferido pelo público?

É daí que se pode tirar o símbolo. Essa marca deve sugerir aspectos da vida e das atividades dessa pessoa.

O slogan

Também deve expressar o máximo de informações do personagem ou candidato.

Campanha de venda (4º elemento)

Na política, após o candidato ser aprovado na convenção, na continuidade vem a campanha de divulgação. Presença física junto ao público, discurso, material impresso e o Marketing: destacar aspectos desse produto dentro de uma exigente plateia (os eleitores). É a divulgação das qualidades e potencialidades do candidato.

Com relação ao slogan e o símbolo, ao bater o olho nessas peças, o eleitor tem de enxergar o candidato, que é o produto à venda. E a marca vai ser sua identidade.

Para construir o símbolo poderemos analisar a história da pessoa, seu trabalho, seu comportamento e sua principal particularidade.

Uma boa opção é criar a marca associando o personagem à atividade e a sua história de vida. Deve expressar e comunicar algo relacionado a ele.

Exemplos:

No caso da marca, se for um médico, uma boa imagem seria um estetoscópio ou uma figura humana de branco, imagens que remetem ao personagem.

No caso do slogan, se for um Professor, um bom exemplo de slogan seria: “Educar é desenvolver”.

Ser for um Engenheiro: um bom slogan seria: ”Construir é preciso”, (*) ou, “Planejar é preciso”.

(*) O slogan deve reunir e expressar o máximo de ideias e informações.

A palavra “preciso”, usada acima, pode significar precisão e necessidade. Ulysses disse a célebre frase: “Navegar é preciso”, que significa necessidade de conhecer os oceanos e mares; e precisão para enfrentar essa Odisseia.

Estratégia de divulgação

A assessoria de alguém submetido à apreciação pública deve construir uma estrutura com plataformas, canais diversos, grupos em rede, escolher suportes para comunicação visual e alvos para contatos.

Produzir fatos e enriquecer o discurso

Nunca devemos esquecer que nosso melhor discurso é aquele sobre um assunto que dominamos.

Uma boa estratégia complementar de Marketing, nos dois casos acima, do Professor e do Engenheiro, seria:

Para o exemplo do Professor

Estudar tendências, necessidades, importância e papel da Educação. Estimular o candidato a participação de congressos ou seminários específicos. Ir conhecer experiências bem sucedidas…

Para o exemplo do Engenheiro

Pesquisar sobre avanços em construções, projetos, materiais, na engrenharia e no planejamento. Estimular o candidato a ir conhecer experiências bem sucedidas. Mas, especialmente, estudar a agenda do cidadão. Que perfil e que discurso ele está preferindo.

Dar sustentação com matérias, entrevistas, participar de debates sobre os temas trabalhados na sua campanha e procurar veicular em espaços disponíveis.

Paralelamente, especialmente se for um candidato, pode escrever artigos técnicos e gerais para envio à mídia convencional e às redes sociais, sempre observando os parâmetros estabelecidos em Lei.

Presença virtual e física

Lembre-se: em se tratando de política, participar da campanha eleitoral é estar presente em comícios, reuniões e encontros. Além disso, participar de atividades relacionadas a suas propostas constantes da plataforma.

 

CONCLUSÃO

Se o caso for a participação num pleito eleitoral isso é o maior crescimento.

Esse é um projeto com o qual não temos quase nada a perder. Na hipótese de não atingir o objetivo, eleger-se, resta o aprendizado, o crescimento pessoal, a participação e a integração com a Comunidade.

O mais importante é que fica sabendo a agenda do cidadão; conhecendo as carências da cidade, vive emoções, experimenta surpresas, enfim, além do crescimento político e profissional, há o enriquecimento humano e a satisfação de contribuir.

Por fim, adquire capital social, eleitoral, constrói redes de influência e patrimônio político para o futuro. Então não peque por omissão. Ajude a construir o futuro da Comunidade.

 

MENSAGEM FINAL

Tudo é possível quando a gente quer, quando a gente tem determinação, objetivos e estabelece metas claras.

Exemplo:

Quero construir minha casa. Então vou conseguir o terreno, contratar o engenheiro ou conseguir o projeto e fazer o orçamento, além de contratar o pedreiro e estabelecer metas. A primeira deve ser: em 30 dias vou iniciar a fundação.

ALERTA

Não assente uma edificação sobre bases inconsistentes. Até os sonhos precisam de base sólida. Apesar de que sempre um sonho tem mais graça quando há uma pontinha de ilusão!

Quer dizer, todo projeto carece de uma pontinha de ilusão, mas sem se acostumar a construir castelos de areia. Estes não tem estrutura adequada para a sustentação.

Também não devemos iniciar um projeto sem que tenhamos quase a certeza de que pelo menos vamos empatar. O fracasso até faz parte da vida daqueles que fazem sucesso, pois eles sempre pagam pra ver. Não ficam esperando que as coisas aconteçam ou que venham por gravidade. São persistentes.

 

PERSISTÊNCIA

Abraão Lyncoln perdeu todas as eleições que disputou, do correspondente a nossa vereança até se eleger presidente. No entanto foi um dos maiores estadistas norte-americanos. É uma referência histórica e de ensinamentos antológicos e pedagógicos. Suas teses valem até hoje.

Exemplos:

Certa vez ele disse: “Destrua um inimigo, fazendo dele um amigo”.

Essa é uma dica de estratégia útil no Marketing Pessoal.

Outra:

“Se tiver oito horas para cortar uma árvore, fique seis afiando o machado”.

Essa é uma dica para otimizar o tempo e multiplicar os resultados.

Sabemos que nas eleições o programa eleitoral (para campanha na mídia) é de apenas 45 dias de inserções no horário eleitoral para o Legislativo e o Executivo. Então, aprenda a usar bem as redes sociais como adicional, já que levará vantagem aquele que for mais conhecido ou que represente novidade.

No livro Pequeno Príncipe diz lá: “você será eternamente responsável por tudo aquilo que cativas”.

Numa eleição as pessoas passarão a ser uma espécie de dependentes de você, que passa a ser devedor a elas. Então, depois da eleição, não as abandone. Elas, agora, são seu novo capital, seu patrimônio político.

Logo, comece a cativar mais pessoas e a afiar o machado.

Boa sorte!

Texto: Eron J Silva.

 

PROPRIEDADE: ERON PORTAL

 

Fontes de alguns dados e imagens:

As 48 Leis do Podere (Robert Greene);

A Revolução dos Campeões (Roberto Shinyashiki);

Palestras que acompanhamos ou de que participamos;

STICK FREE

E criações próprias.

DISPONÍVEL GRATUITAMENTE

 

Post original: 05 ago 2020, 20:20

 



Politica de Privacidade!