SAI A SEGUNDA CONDENAÇÃO DE LULA: 12 ANOS E 11 MESES – Agora o preferido de alguns para Nobel da Paz está com quase 25 anos de prisão nas costas.

SAI A SEGUNDA CONDENAÇÃO DE LULA: 12 ANOS E 11 MESES – Agora o preferido de alguns para Nobel da Paz está com quase 25 anos de prisão nas costas.

SAIU HOJE NOVA CONDENAÇÃO DO EX-PRESIDENTE LULA, AGORA NO PROCESSO DO SÍTIO DE ATIBAIA. QUASE 13 ANOS DE CADEIA.

Agora ele poderá pleitear a transferência do cumprimento da pena de Curitiba para São Paulo. A lei prevê que se o condenado preferir pode escolher um presídio perto de seu domicílio.

ESTÁ CADA VEZ MAIS LONGE SUA CANDIDATURA AO PRÊMIO NOBEL DA PAZ DEFENDIDA POR APAIXONADOS PELO EX-PRESIDENTE.

UMA NOVA JABUTICABA.

Há coisas que só existem no Brasil. Como por exemplo querer indicar preso acusado de corrupção para candidato ao Prêmio Nobel da Paz. Pelo que se saiba só preso político é que também pode concorrer.

jabiticabaA

Tudo aquilo que acontece apenas em nosso país, costumamos chamar de jabuticaba, fruta que só existe aqui.

Pois demorou mas aconteceu! Já existe gente fazendo campanha para que o ex-presidente Lula, preso acuado de corrupção, seja indicado candidato a Prêmio Nobel da Paz…

Até seria um bom nome não fosse a situação atual de sua ficha, manchada com a condenação acusado de corrupção. Há tantos brasileiros que mereceriam essa candidatura e que tem ficha limpa.

………………

ALGUMAS JABUTICABAS, COISAS QUE SÓ ACONTECEM NO BRASIL:

Empreiteiras criar a propina para captar obras públicas e exportar. Foi um novo produto tipo exportação, uma nova commoditie tipo minério, soja, café e laranja…

Alguém do PT dizer que matar a sede do nordestino seria descaracterizar a cultura daquela região;

Preso ser reeleito para cargo público;

Congresso ter a “Bancada da Papuda”, bloco integrado por presidiários;

Quase a metade das barragens de resíduos de minério não ter autorização porque autoridades passadas não fiscalizavam direito.

Alguns nomes propostos à Academia Nórdica, em suas épocas, para receber o Nobel da Paz. Mesmo sendo nomes dos mais cruéis de suas gerações.

Adolf Hitler,

Josef Stalin

Benito Mussolini