valores

valores

Cantinho do Sossego

Querida E-maily:

Os valores estão trocados; nem somente os valores humanos, mas também os valores do arroz, do feijão, do deputado, do abacaxi, do senador, da batata, da Petrobras etc.

Me faz lembrar o gringo que veio agora ao Brasil para ver as Olimpíadas e ter o privilégio de pisar essa terra rica, esse solo fértil. Aí esse gringo pergunta ao brasileiro:

– Essa terra dá mulata bonita?

– Mulata dá!

– Dá trigo?

– Dá não sinhô!

– Dá feijão?

– Dá não sinhô! (…) mas si prantá dá.

A história da civilização humana gira na roda do desenvolvimento. Essa roda maluca modificou do pensamento filosófico às conversas de comadres, que agora se concentram nos grupos de wats-app. Atualmente até as ocas tem wi-fi, o smart em android está a preço de banana, ou melhor, de mandioca.

Quando eu era pequeno, ou melhor, quando eu era menor, ouvia meu pai dizer que no futuro trocaríamos um prato de ouro por um prato de feijão. O futuro chegou! É isso mesmo: o futuro chegou e não temos mais futuro. Para completarmos o circulo, estaríamos de volta para o passado. Para ser bem pessimista, estamos de frente para o acaso.

Depois de ver índio cobrando pedágio nas rodovias do Mato Grosso, políticos formando quadrilha para bater a carteira dos eleitores, a justiça sendo processada pelos bandidos, não é de se assustar que um quilo de feijão custe um saco de arroz; um saco de arroz custe uma banana; uma banana vale um voto a um político sacana. Pra rimar: dê uma banana para um político sacana.

Sabedoria do Sebastian

Bye!

 

 

Arte : editoramundomaior.com