Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
NATAL FELIZ CIDADE E A MAGIA DAS LUZES – Emoções fortes até o Dia de Natal.

NATAL FELIZ CIDADE E A MAGIA DAS LUZES – Emoções fortes até o Dia de Natal.

  ESPETÁCULO  SONHO DE NATAL, PONTO ALTO, NO DIA 23. CHEGADA DO PAPAI NOEL "NOS  TRILHOS DO NATAL", DIAS 15 E
ATRAÇÃO INESQUECÍVEL DO NATAL, DIAS 15 E 16! – Desta vez a chegada do Noel vai emocionar mais ainda.

ATRAÇÃO INESQUECÍVEL DO NATAL, DIAS 15 E 16! – Desta vez a chegada do Noel vai emocionar mais ainda.

PROJETO "NOS TRILHOS DO NATAL" - BEM DIFERENTE DA TRADIÇÃO EM QUE PAPAI NOEL SEMPRE ANDA DE TRENÓ NAS SUAS
COLUNA ERON J SILVA DESTA SEMANA – Destaques: vereador e deputado que trouxeram recursos para unidade de saúde.

COLUNA ERON J SILVA DESTA SEMANA – Destaques: vereador e deputado que trouxeram recursos para unidade de saúde.

BAIRRO VILA MARIA GANHA POSTO MÉDICO. PRESENTE DO VEREADOR OSNI E DO DEPUTADO MINOTTO A maior aspiração da população do bairro
ESPAÇO DA EL`DIVINO HAMBURGUERIA – Inaugurada sexta, dia 07: um novo conceito em seu happy hour.

ESPAÇO DA EL`DIVINO HAMBURGUERIA – Inaugurada sexta, dia 07: um novo conceito em seu happy hour.

NESTA SEXTA, 07, FOI INAUGURADA A EL'DIVINO HAMBURGUERIA. É NA AV. DOM PEDRO II, ANEXO AO POSTO GUARUJÁ. É UM
SÓ PARTIDOS E DINHEIRO NÃO DÃO MANDATOS – Mídia eletrônica e marketing pessoal estão em alta. Partidos precisam de protagonistas não propriedades.

SÓ PARTIDOS E DINHEIRO NÃO DÃO MANDATOS – Mídia eletrônica e marketing pessoal estão em alta. Partidos precisam de protagonistas não propriedades.

EM 2016 PRODUZIMOS ESTE PROJETO DE MARKETING PESSOAL MOSTRANDO O CAMINHO DAS PEDRAS A QUEM BUSCA O SUCESSO NA POLÍTICA,
FelizCidade pra você neste Natal – Estrelas, Dim Dom e Din Din em 2019

FelizCidade pra você neste Natal – Estrelas, Dim Dom e Din Din em 2019

[gallery columns="1" size="large" ids="20608"]
FENÔMENOS DE VOTOS DEVERÃO DECEPCIONAR – Administrações das novidades nos estados tendem a fracassar

FENÔMENOS DE VOTOS DEVERÃO DECEPCIONAR – Administrações das novidades nos estados tendem a fracassar

SANTA CATARINA SE SALVA PORQUE A NOVIDADE TEM EXPERIÊNCIA NA VIDA PÚBLICA, O  MODELO DO ESTADO É EXEMPLO E A
PROJETOS SOCIAIS DA SEMASA – Caxas d’água e praça esportiva beneficiam famílias carentes.

PROJETOS SOCIAIS DA SEMASA – Caxas d’água e praça esportiva beneficiam famílias carentes.

MAIS DE 500 CAIXAS D'ÁGUA DISTRIBUÍDAS NO MORRO GRANDE E CONSTRUÍDA UMA PRAÇA DE ESPORTES. Um dos bairros mais crentes de

VEREADOR SUGERE UMA FÁBRICA NO PRESÍDIO – Contou com a unanimidade dos colegas e vai ter apoio também na ALESC.


1-WhatsApp Image 2018-10-004
Esta postagem foi publicada em 15 de novembro de 2018 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

OUTRA IDEIA POSITIVA DO VEREADOR OSNI FREITAS BUGRE FOI A DA CRIAÇÃO DE UMA UNIDADE DO CEASA EM LAGES.

 

ESSA IDEIA DE USAR A MÃO DE OBRA DO PRESÍDIO NO TRABALHO VISA AJUDAR NA RECUPERAÇÃO DO APENADO, REDUZIR A PENA, OS GASTOS E CONTRIBUIR COM SUA FAMÍLIA E COM A COMUNIDADE.

O vereador Osni Freitas (Bugre) – um brizolista ferrenho – teve aprovado na Câmara um requerimento sugerindo convênio entre a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça e a Prefeitura, para viabilizar  a implantação de uma fábrica de lajotas, tubos e meio frios no Presídio Regional de Lages.

Dessa forma, segundo ele, gera ocupação construtiva aos detentos, contribui para sua recuperação, geral renda em  beneficio de sua família e ainda reduz sua plena.

Justifica com o fato de que quase 07 mil apenados já exercem atividades de trabalho em SC, quase 40% da população carcerária, isto é, a maior média do País.

1-WhatsApp Image 2018-10-004

Veja também:

Bugre deixou o campo e veio para Lages em busca de futuro

osnir

AS BEM HUMORADAS DO PORTAL – Bugre deixa mato, vem pra cidade e vira vereador.

…………………………………

NOTÍCIAS DA CIDADE

O sucesso dos vinhos de altitude

Fui prestigiar a inauguração o da Casa do Vinho, na avenida Belisário Ramos, 3217. Trata-se de mais um ponto de venda que a matriz de São Joaquim instalou. As duas estrelas do estabelecimento são os vinhos de altitudes aqui da Serra Catarinense e os vinhos da Serra Gaúcha.

Existem lá marcas importadas, até longe do alcance aquisitivo de 90% do consumidor lageano. Mas, ganham dos nossos apenas no preço.

O que mais me chamou a atenção foi a revelação do diretor Vílson Ribeiro Borges de que em SC já há mais de 200 rótulos top de vinhos de altitude. Surgem como novos líderes no mercado nacional e chegando ao nível de marcas importadas que custam até três bem mais. Não tem açúcar residual.

 

…………..

ARTIGO

Com o brutal avanço da tecnologia a criatura pegou o criador

Com o ser humano cada vez mais visual, a tendência é o cérebro humano regredir atá a época em que o homem desceu dos galhos das árvores. Foi quando surgiu o casamento. O pai precisava ficar por perto da cria até pelo menos os sete anos. Então quer dizer que o casamento é antropológico. Daí o que ocorre hoje com a crise dos sete anos. Se o casamento seguir em diante será porque não foi só para a proteção da prole.

Desse tempo em diante o homem foi só evoluindo, passado pelas diversas eras chegando à contemporânea, quando já foi à Lua, criou o robô, o chip e não vive mais sem a tenologia. A criança já nasce apaixonada pelo celular e a primeira coisa que aprende é navegar na internet.

Isso quer dizer que já não é mais moda e sim uma paixão estar conectado. Hoje somos tão dependentes das redes sociais que nem precisamos mais pensar. Mas aí é que mora o perigo! O ser humano começa  a regredir até voltar aos tempos dos galhos das árvores.

Se o perigo  temido é a máquina ocupar o lugar do homem o regresso às origens é o que deveria assustar. Nestes tempos de revolução 4.0, em que a imagem é em 4D e existe a impressão de objetos como sapatos e carros, ninguém mais vive sem tecnologia. Isso quer dizer que daqui um pouco nem precisará pensar.

As pessoas já acordam antenadas, há aplicativos para tudo e nem há muito interesse por patrimônio convencional, pois tudo transita pela via digital. O que vale, hoje é viver emoções, desfilar na passarela da vida, comer apenas quando há uma razão social ou por prazer. A convivência é longe da pele.

Já chegou o dia em que o casal  vai ao restaurante de dois pisos e cada um se instala num deles para conversar pelo celular. Como tudo a nossa volta é inteligente, até perdeu a graça conviver com pessoas. As  teles mistificam e fascinam. Na real tudo perde o encanto.

Como a alimentação será diretamente na célula, através de suplementos nutricionais, a revolução na alimentação seria inevitável. Comer será apenas um detalhe. Também seja por isso que tento pregavam há alguns anos que chegaria o dia em que o ser prevaleceria sobre o ter. Hoje, ser preparado e conectado é que conta.

Mas não é só o fato de ficar dependente da tenologia que é perigoso. Já há na ficção provas incontestes da probabilidade de logo o homem ser vitima da própria criatura. Os filmes mostram que o descontrole sobre instrumentos pode significar perigo à vida.

Se o vírus e a invasão de nossos dados representam problemas criados pela tenologia, há o fato de ela causar alterações em nossos hábitos e em coisas que usávamos e hoje não se usamos mais. Vamos pegar apenas um exemplo: há 20 anos a Casa da Moeda, por exemplo, trabalhava 24 horas em três turnos. Hoje trabalha um e está prestes a ser privatizada ou desviada para outros projetos.

Não foi só porque houve a estabilidade da menda, mas porque passamos a usar o dinheiro de plástico – o cartão – e as transações financeiras e transmissões de dados são mais através da tecnologia. E hoje muita coisa já acontece por aplicativos, até mesmo ir de um lado para o outro.

Por outro lado, houve que disseram há 30 anos: haveria uma a religiosidade exagerada com a angústia humana por são saber mais em que acreditar. Para os ateus, nunca teve cabimento pensar nisso, mas até eles já estão mudando. Países onde se dizia que se mede a ignorância de um povo pelo tamanho da torre da igreja os monumentos mais admirados são as igrejas e templos cristão. É que as pessoas são cada vez mais visuais e tudo o que for majestoso é um motivo a mais para clicar.

Acredito que todo o fascínio que a tecnologia exerce sobre o ser humano deva ser devido à necessidade de se mostrar, de se ver na tela e de compartilhar sua imagem a toda hora. Por isso que as redes sociais comendam a vida e até as eleições já sofrerão a influência dela.

As pessoas sentem tanta necessidade de motivos para circular através dos impulsos da tecnologia que as duas vidas preferidas são os filhos e os animeis de estimação. Ambos são os belos pretextos para a pose na foto que em segundos está disponível no Planeta inteiro. Pelo menos há um lado bom: a vontade de proteger os animais e cuidar melhor das crianças.


155 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-