Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
PELO 5º DIA CONSECUTIVO BRASIL REGISTRA MAIS DE MIL ÓBITOS POR COVID-19 – Mais de 650 mil casos antes do pico a ser registrado nesta quinzena.

PELO 5º DIA CONSECUTIVO BRASIL REGISTRA MAIS DE MIL ÓBITOS POR COVID-19 – Mais de 650 mil casos antes do pico a ser registrado nesta quinzena.

ULTRAPASSAMOS A ITÁLIA E NOS TORNAMOS O 3º PAÍS EM VITIMAS DA PANDEMIA. VEJA A SEGUIR O BALANÇO DA SEMANA.   CIENTISTAS
CIDADES COMEÇAM A REATIVAR O TRANSPORTE COLETIVO URBANO EM SC – Ônibus intermunicipal ainda sem previsão de retorno.

CIDADES COMEÇAM A REATIVAR O TRANSPORTE COLETIVO URBANO EM SC – Ônibus intermunicipal ainda sem previsão de retorno.

PREFEITOS DEFINEM CONDIÇÕES PARA OPERAÇÕES E OS CUIDADOS PARA EMPRESAS RETOMAREM OS SERVIÇOS COM MENOS RISCOS DE CONTAMINAÇÃO. Principais cuidados: 50% da
INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

SOL E CÉU CLAROS, MAS COM MUITO VENTO, APÓS A GEADA, TROUXERAM UMA SENSAÇÃO ATÉRMICA NEGATIVA EM 10 MUNICÍPIOS DAS
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

HÁ 20 ANOS QUE A NOSSA EDUCAÇÃO ESTÁ ENSINANDO CONTEÚDOS E FORMANDO GENTE PARA TAREFAS DO SÉCULO PASSADO. A ORGANIZAÇÃO E
CAMINHO NATURAL DA  EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

CAMINHO NATURAL DA EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

NAS MÃOS DE PROFISSIONAIS O SETOR SE TORNARIA MAIS PRODUTIVO E SEM INTERFERÊNCIA IDEOLÓGICA, PARTIDÁRIA E DE CONTEÚDOS EXÓTICOS. O Ensino
ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

BARRAGEM QUE ABASTECE CRICIÚMA E REGIÃO ESTÁ COM 10% DE SUA CAPACIDADE DE ESTOCAGEM. CIDADES, INDÚSTRIAS E AGRICULTURA PODEM TER
CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

DADOS IMPORTANTES REVELAM QUE DEPOIS DA PANDEMIA PROVAVELMENTE O MUNDO PRECISARÁ MUITO DE ALIMENTOS E O BRASILEIRO PRECISARÁ COMER E RECUPERAR SUA
FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

RAUL SEIXAS E SÍLVIO BRITO JÁ PREVIAM ISSO HÁ MAIS DE 30 ANOS: O DIA EM QUE A TERRA PAROU

VEJA O QUE PODE SER FEITO APÓS O DOENTE VIRAR PACIENTE EM SITUAÇÃO GRAVE – Autoridades do MS foram claras na coletiva de hoje.


coronavirusbe (1)
Esta postagem foi publicada em 14 de abril de 2020 Noticia Extra, Notícias em Destaques Slide Topo, Sem categoria.

VOCÊ PRECISA SABER: QUAL O TRATAMENTO DISPONÍVEL NA ATUAL REDE DE SAÚDE E COMO VÃO AS PESQUISAS DE MEDICAMENTOS? OS TELEJORNAIS SÉRIOS SÃO BOAS FONTES.

Hoje a tradicional entrevista coletiva diária do Ministério da Saúde foi sem o Ministro Mandetta, que estava envolvido com a logística dentro do Brasil e para trazer testes, máscaras e equipamentos médicos do exterior.

Um dos três participantes da coletiva foi o encarregado de falar sobre o que já se pode fazer, até agora, para tratar dos doentes leves, médios e graves dessa pandemia.

O Secretario de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE), Denizar Vianna, foi duro e transparente e em linguagem técnica ele disse o seguinte: essa doença ainda não tem cura. O que se pode fazer, até aqui, é oferecer suporte terapêutico. Não há medicamento que a cure. Existe a Cloroquina em teste com algumas esperanças e está comprovado que o plasma (do sangue de curados) ainda é a única forma de combater o vírus e reduzir sua ação.

Nós aqui do Portal acrescentamos: As opções para o suporte terapêutico aprece que são reduzidas. As duas esperanças citadas estão no início dos experimentos pela Comunidade Científica. Ainda que se possa dizer que já existem muitas esperanças.

Lembramos, também, que o MS diz que o que pode oferecer, até aqui, o suporte terapêutico, o que  já é alentador. Pelo menos ainda temos médicos e técnicos o suficiente para cuidar das pessoas, mesmo sindas sem muitos recursos em termos de medicamentos eficazes.

A luta está em manter e aumentar a estrutura atual que dispõe, entre outros, de UTI, respiradores, testes, equipamentos individuais de segurança de médicos e técnicos e os leitos existentes já estão em 70% ocupados e hospitais de campanha.

Os testes e os respiradores são os produtos mais procurados no Planeta. Todos os países querem comprar.

Diante de tudo o que já ouvimos os cientistas falar, concluímos que o único inimigo real do vírus, atualmente, é a defesa natural das pessoas, os anti corpus.

Mas aí há um problema: se por um lado os que passam pela doença ganham anti corpus e podem salvar gente, por outro são os principais veículos que dão carona para o corona e ele acaba chegando a quem não tem defesas naturais.

Logo, estamos numa situação de snooker de bico (sinuca).

Resta só lembrarmos: onde os países que foram duros e conseguiram isolar ao máximo: China, Rússia, Alemanha e Japão, por exemplo, está sendo contida a pandemia, pelo menos reduzindo seus efeitos nas vidas e na economia.

Aqui no Brasil, agora é que vamos entrar no ponto crítico, ainda assim com algumas esperanças de uma chegada ao fim, mais leve.

Isso quer dizer que o maior remédio, hoje, é o isolamento social ao máximo, de forma que preserve a vida e não comprometa, ou até inviabilize a recuperação da Economia.

 


253 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-