RÁPIDA ORDEM DE PRISÃO DE LULA SURPREENDE – Agora ele vira apenas cabo eleitoral de luxo. Candidato do PT deve ser Fernando Haddad

RÁPIDA ORDEM DE PRISÃO DE LULA SURPREENDE – Agora ele vira apenas cabo eleitoral de luxo. Candidato do PT deve ser Fernando Haddad

O ex-presidente Lula passou o dia de hoje no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

Após decretada a prisão do ex-presidente Lula, esta tarde, ficou mais difícil ainda sua candidatura a presidente. O nome mais provável para substituí-lo é do ex-ministro da Educação, Fernando Haddad. A ex-presidente Dilma seria inviável pelo desgaste. E Jacks Wagner, seria um nome da velha guarda do PT e muito regionalizado, um nordestino.

A trajetória do PT está bastante comprometida. Seu virtual candidato, o ex-presidente Lula, está cada vez mais chamuscado e com a imagem cada vez mais arranhada. Apesar de que o PT pretende usar o fator vítima para ele como preso político. Só que agora está iniciando o cumprimento de pena e por corrupção, não por perseguição política.

Agora Lula poderá vir a ser apenas um cabo eleitoral do PT nestas eleições.

É que apesar de que caibam muitos recursos, dificilmente uma candidatura Lula será librada pelo TSE. Juristas e especialistas acreditam que assim que for feito o registro o MP Eleitoral pede a impugnação. Até porque o TSE já anunciou que haverá muito rigor em caso de candidatos ficha suja.

Conforme a Lei da Ficha Limpa, todo aquele que for condenando por um colegiado, como é o caso de Luna no Tribunal Regional de Porto Alegre, é considerado inelegível.

Como o julgamento das ADCs poderá ocorrer em setembro, tudo indica que a defesa terá um bom argumento para tentar o registro. Se for reformada a decisão anterior de que a condenação de 2º grau implica no início imediato do cumprimento de pena, retorna à situação de antes de 2016.

No caso de cair o início do cumprimento de pena já a partir da segunda instância, aí a defesa do ex-presidente pode alegar que não há culpabilidade e voltaria a observância da presunção de inocência. Porém, seria apenas um forte argumento. Ninguém pode prever o que o TSE irá fazer em relação a uma possível candidatura de Lula.

Logo, o ex-presidente Lula poderá vir a ser apenas um cabo eleitoral de luxo na sucessão presidencial deste ano. Mas, há quem diga que haverá uma batalha jurídica em torno de sua candidatura. Até mesmo diretamente de dentro de um presídio ele poderá tentar o registro.