Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
VEJA PARTE DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA ESTRADA CORVO BRANCO/sc – “Estamos tingindo de preto as asas brancas do corvo”.

VEJA PARTE DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA ESTRADA CORVO BRANCO/sc – “Estamos tingindo de preto as asas brancas do corvo”.

ESSA CONSTRUÇÃO FOI MAIS UM DOS DESAFIOS DA ENGENHARIA À NATUREZA. ELA PASSA POR UM SANTUÁRIO ECOLÓGICO DE GRÃO PARÁ.
FÓRUM PARLAMENTAR/SC FOI À ANTT DISCUTIR CONCESSÃO DA 101 – Amin e FECAM integraram essa comitiva.

FÓRUM PARLAMENTAR/SC FOI À ANTT DISCUTIR CONCESSÃO DA 101 – Amin e FECAM integraram essa comitiva.

O senador Esperidião Amin participou da reunião do Fórum Parlamentar Catarinense com a Diretoria da ANTT, em Brasília. Objetivo foi
UM SONHO DA SERRA DO RIO DO RASTRO – UM TELEFÉRICO LIGANDO SIDERÓPOLIS AO MIRANTE DE BOM JARDIM..

UM SONHO DA SERRA DO RIO DO RASTRO – UM TELEFÉRICO LIGANDO SIDERÓPOLIS AO MIRANTE DE BOM JARDIM..

PENSADO NO GOVERNO CATARINENSE PASSADO, O PROJETO INTERESSOU A INVESTIDORES EXTERNOS. MAS AGORA ESTÁ FORA DA PAUTA DO TURISMO DE
OBRAS DAS RODOVIAS CATARINENSES TEM AS DIGITAIS E AMIN – BR 282 e Esterada da Serra do Rio do Rastro foram seus desafios.

OBRAS DAS RODOVIAS CATARINENSES TEM AS DIGITAIS E AMIN – BR 282 e Esterada da Serra do Rio do Rastro foram seus desafios.

GOVERNADOR POR DUAS VEZES, O ATUAL SENADOR ESPERIDIÃO AMIN SEMPRE FOI UM APAIXONADO POR RODOVIAS. DESDE OS TEMPOS DE SECRETÁRIO
A MULHER NA POLÍTICA – A força da bancada do batom continua em alta em Santa Catarina.

A MULHER NA POLÍTICA – A força da bancada do batom continua em alta em Santa Catarina.

URUPEMA - NA SERRA CATARINENSE - DEVE SER O MUNICÍPIO COM A MAIOR BANCADA FEMININA. São quatro as vereadoras que estão
BASTIDORES DO INDICIAMENTO DE JULIO GARCIA EM IMAGENS – Maioria do público da terça, 15, nos arredores do plenário da ALESC, era de repórteres.

BASTIDORES DO INDICIAMENTO DE JULIO GARCIA EM IMAGENS – Maioria do público da terça, 15, nos arredores do plenário da ALESC, era de repórteres.

PRESIDENTE DO PODER GARANTE QUE VIVERÁ UM CALVÁRIO ATÉ O STF, MAS PROVARÁ OS EQUÍVOCOS DESSA INVESTIGAÇÃO ALCATRAZ EM RELAÇÃO
AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE PROJETO QUE BENEFICIA 60% DOS MUNICÍPIOS – A matéria é do deputado Jerry Comper, presidente da comissão de assuntos municipais/SC.

AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE PROJETO QUE BENEFICIA 60% DOS MUNICÍPIOS – A matéria é do deputado Jerry Comper, presidente da comissão de assuntos municipais/SC.

PROJETO PROPÕE ALTERAÇÃO NA DISTRIBUIÇÃO DE RECURSOS AOS MUNICÍPIOS. OS MENORES, UNS 60%, SERIAM OS MAIS BENEFICIADOS. Atualmente o bolo do
EDITORIAL –  É importante se criar municípios? Qual o efeito disso no retorno dos impostos?

EDITORIAL – É importante se criar municípios? Qual o efeito disso no retorno dos impostos?

HOJE A DIVISÃO DO BOLO ARRECADADO NO ICMS É DE PARTE IGUALMENTE A TODOS E PARTE COM BASE NO MOVIMENTO

EDITORIAL: SERVIÇOS AUTÔNOMOS – TÁBUA DE SALVAÇÃO DOS EXCLUÍDOS PELO MERCADO – Emprego fichado (fixado) está em extinção devido aos encargos.


LOGOMARCA-ERON-PORTAL-GRANDE
Esta postagem foi publicada em 16 de setembro de 2019 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

QUEM DIRIA! SER VENDEDOR OU AUTÔNOMO DEIXA DE SER FEIO! VIRA MODA E COMEÇA A SALVAR A ECONOMIA, A PÁTRIA E A CASA!…

Como no Primeiro Mundo, no Brasil também já faz sucesso o empreendedor autônomo individual e o trabalho por semana, por dia e até por hora ou como ambulante.

É que cada vez mais se modificarão o mercado de trabalho, o conceito de indústria e de empresa e o perfil do consumo. A maioria do que iremos consumimos daqui 5 anos ainda nem foi inventado.

…………………

EDITORIAL

ISTO NÃO É FICÇÃO E NEM COISA DO FUTURO.

O trabalho livre, o patrão de si e a indústria da criatividade não estão crescendo e realizando pessoas por acaso. Nem é como forma de salvar a Pátria e a casa. É uma tendência que até está virando moda.

É o novo meio de buscar trabalho e renda. Meio esse que antes era coisa feia, envergonhadora e até constrangedora diante do tradicional conceito de emprego. Essa modalidade já é algo cada vez “mais digno” e o caminho mais curto para o sucesso e até proporcionando uma vida charmosa e glamourosa.

Agora, feio mesmo é continuar na contramão, deitado no berço esplêndido, enganado-se com essa armadilha de carteira assinada. Na verdade, essa realidade antiga de ganhar a vida passou a ser uma forma de arrecadar via folha de pagamento (uma espécie de CPMF por ser compulsória), que devolve uma vidinha com a ilusão da segurança de uma renda no fim do mês.

A partir de agora até a concepção de indústria será outra. Ela vai continuar produzindo e muito mais. Só que no atacado, com a máquina e os sete operadores em seus bastidores. Não mais com ambientes reunindo centenas e até milhares de trabalhadores.

Na verdade, mais de a metade do que irá se produzir não será mais por organizações. Estas continuarão fortes produtoras, mas dos insumos ou pré acabados a quem vai produzir direto para o consumidor. Fabricantes estes que serão os novos agentes de trabalho ou mão de obra, como único intermediário entre a indústria e o consumidor.

Só um exemplo:

Padaria só vai assar e vender o pão. Este já é produzido pelas máquinas nas fábricas e espalhado no mercado onde será finalizado. Então, já estão sumindo o padeiro e sua equipe, substituídos pela máquina. Qualquer quitanda fará o trabalho deles.

Perceba que a maioria do que iremos consumir não será mais produzido só pela fábrica e sim mais por uma ou duas pessoas de fora dela.

E por que?

É que se você é capaz de produzir para um patrão, por que não você mesmo produzir e vender. Então, trabalhar em busca de lucro para si já está virando realidade.

Nesse novo mundo até mesmo o perfil do consumo está mudando…

Pois é… Como a maioria vai trabalhar em casa, para si ou para uma indústria 4.0, o vestuário será outro, os transportes serão outros, as coisas virão cada vez nais por aplicativo e assim por diante.

Logo, o futuro  já é hoje.

E se você não gosta de vender, vai ter de começar a gostar. Ou, então, aprender a produzir para si e para alguns clientes para começar a gostar de vendas. Senão irá viver com a renda mínima do poder público.

Veja que os serviços e as vendas são os que mais empregam no atrasado Brasil de hoje….

ERON PORTAL

Onde controla assessorias.

Texto: Eron J Silva.

 


150 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-