Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
DEVEREMOS ENTRAR NAS ÚLTIMAS SEMANAS CRÍTICAS DA COVID E CURVA DEVE COMEÇAR A ACHATAR – País passa de 1,5 milhão de casos e de 63,2 mil óbitos.

DEVEREMOS ENTRAR NAS ÚLTIMAS SEMANAS CRÍTICAS DA COVID E CURVA DEVE COMEÇAR A ACHATAR – País passa de 1,5 milhão de casos e de 63,2 mil óbitos.

MAS, OS PRÓXIMOS DOIS MESES SERÃO MUITO DIFÍCEIS, DIZEM INFECTOLOGISTAS. A QUEDA SÓ COMEÇA EM SETEMBRO. Veja universos onde chegarão as
APÓS CICLONE BOMBA, VEIO GEADA E COMEÇOU A NEVAR NA SERRA CATARINENSE – Sul contabiliza os prejuízos de mais uma catástrofe. De hoje até segunda previsão é de mais frio e chuva.

APÓS CICLONE BOMBA, VEIO GEADA E COMEÇOU A NEVAR NA SERRA CATARINENSE – Sul contabiliza os prejuízos de mais uma catástrofe. De hoje até segunda previsão é de mais frio e chuva.

FOTOS DE URUPEMA: Marleno Muniz Farias. Segundo ele, ocorreu o fenômeno Sincelo, congelando até a névoa, no Moro das Torres. E a
CONGRESSO APROVA PRORROGAÇÃO DAS ELEIÇÕES PARA NOVEMBRO – SAIBA AS NOVAS DATAS DEVIDO À PANDEMIA.

CONGRESSO APROVA PRORROGAÇÃO DAS ELEIÇÕES PARA NOVEMBRO – SAIBA AS NOVAS DATAS DEVIDO À PANDEMIA.

SENADO E CÂMARA APROVAM O ADIAMENTO DAS ELEIÇÕES PARA NOVEMBRO. Sessão conjunta das duas Casas sanciona a matéria nesta quinta,
CORRIDA ARMAMENTISTA CONTRA O VÍRUS – Nova “Gerra Fria” entre superpotências será em busca de armas contra pandemias.

CORRIDA ARMAMENTISTA CONTRA O VÍRUS – Nova “Gerra Fria” entre superpotências será em busca de armas contra pandemias.

A DISPUTA PARA DEMONSTRAÇÃO DE FORÇA, AGORA, SERÁ EM BUSCA DE UMA VACINA CONTRA O CORONAVÍRUS. Já fomos à Lua e
VEJA AS CITAÇÕES QUE SE TORNARÃO IMORTAIS – Confira porque a humanidade será outra depois da pandemia.

VEJA AS CITAÇÕES QUE SE TORNARÃO IMORTAIS – Confira porque a humanidade será outra depois da pandemia.

DUAS SÃO DO SECRETÁRIO GERAL DA OMS E UMA É DE AUTOR DESCONHECIDO. PALAVRAS EMBLEMÁTICAS E QUE SE REVESTIRÃO DE
EXTRAÇÃO PREDATÓRIA DE FLORESTAS NO BRASIL É UM FATO – Mas em reservas indígenas é meia verdade dizer que só há invasões e roubo.

EXTRAÇÃO PREDATÓRIA DE FLORESTAS NO BRASIL É UM FATO – Mas em reservas indígenas é meia verdade dizer que só há invasões e roubo.

HÁ MUITA VISTA GROSSA À EXPLORAÇÃO CLANDESTINA. COMO PODE O CORTE DE MIL ÁRVORES NÃO TER SIDO VISTO. MUITA GENTE
DISCUSSÃO SOBRE QUEIMADAS NA AMAZÔNIA PARECE FOGO DE PALHA DE ONGS E IDEOLOGIA DE RICOS QUE INCENDIARAM SUA RESERVA NATURAL – No Brasil o fogo sempre existiu em áreas agrícolas e de pastagens tradicionais.
INSISTEM NA VOLTA DE UM ESPORTE DE MASSA, MESMO SEM MASSAS NOS ESTÁDIOS –  “NÃO FAZ SENTIDO A VOLTA DO FUTEBOL AGORA, SERÁ UMA IRRESPONSABILIDADE”.

INSISTEM NA VOLTA DE UM ESPORTE DE MASSA, MESMO SEM MASSAS NOS ESTÁDIOS – “NÃO FAZ SENTIDO A VOLTA DO FUTEBOL AGORA, SERÁ UMA IRRESPONSABILIDADE”.

HÁ TANTA COISA GRAVE EXIGINDO GASTO DE DINHEIRO, ENERGIA E USO DE ESTRUTURA NESTE INSTANTE. E O MAIS GRAVE É QUE

Seminário Catarinense discute novas possibilidades para o ensino da Matemática


Esta postagem foi publicada em 6 de maio de 2017 Administração, educacao, Notícias em Destaques Slide Topo, universidade.

“Os processos intermediários e o desenho universal no ensino da Matemática”. Com este tema o Professor Mestre em Engenharia de Produção, Rubens Ferronato, abriu na manhã deste sábado (06), o I Seminário Catarinense de Educação Matemática, no auditório do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac). O evento promovido pela prefeitura de Lages, através da Secretaria Municipal da Educação, em parceria com o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e Uniplac contou também com oficinas voltadas às estratégias didáticas no ensino e aprendizagem da matemática, bem como, trocas mútuas de experiências.

Para o reitor da Uniplac, o professor Luiz Carlos Pfleger, a matemática é o início e a base da vida escolar e acadêmica de uma pessoa. “É uma linguagem universal. Onde você estiver, em qualquer lugar do mundo, outra pessoa lhe entenderá através dos conhecimentos matemáticos”, salientou.

As oficinas do Seminário tiveram a participação de professores da área e acadêmicos de outras instituições de ensino superior. “Para a Secretaria Municipal da Educação é motivo de muito orgulho reunir em Lages profissionais da educação e estudantes. Temos aqui a participação de professores renomados. Assim, promovemos uma reflexão nos estudos e planejamentos pedagógicos nesta área do conhecimento”, comentou a secretária da Educação, Valdirene Vieira.

De acordo com a professora e organizadora do evento, Andressa Mota de Oliveira, os objetivos do I Seminário Catarinense de Educação Matemática são de oferecer um momento de reflexão sobre a Educação Matemática bem como seus desafios e inquietudes; discutir questões culturais acerca da disciplina que vem ao encontro das práticas pedagógicas e promover a valorização e a motivação dos profissionais da área. “A inspiração deste evento é a partir do Dia Nacional da Matemática, celebrado neste sábado, que por sua vez é uma homenagem ao matemático, escritor e educador brasileiro Júlio César de Mello e Souza, mais conhecido como Malba Tahan”, acrescentou.

O I Seminário Catarinense de Educação Matemática teve também a participação e colaboração do Serviço Social da Indústria (Sesi) e do Serviço Social do Comércio (Sesc). Os participantes tiveram direito a certificação de 10 horas, mediante a confirmação de presença.


1551 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-