Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
DEPUTADO SUGERE IMPLOSÃO DA PONTE HERCÍLIO LUZ/SC – Jessé Lopes/PSL, é da CPI que investiga suspeitas de irregularidades na reforma dessa ponte.

DEPUTADO SUGERE IMPLOSÃO DA PONTE HERCÍLIO LUZ/SC – Jessé Lopes/PSL, é da CPI que investiga suspeitas de irregularidades na reforma dessa ponte.

O PARLAMENTAR ENTENDE QUE A POPULAÇÃO DE TODO O ESTADO NÃO PODE CONTINUAR PAGANDO POR UMA OBRA INÚTIL E QUE
DEPUTADO SUGERE IMPLOSÃO DE PONTE EM FLORIANÓPOLIS/SC – “Se for corrigido o que já foi gasto em reformas, o montante passará de R$ 1 bilhão”.

DEPUTADO SUGERE IMPLOSÃO DE PONTE EM FLORIANÓPOLIS/SC – “Se for corrigido o que já foi gasto em reformas, o montante passará de R$ 1 bilhão”.

ESTÁ EM ANDAMENTO A CPI DA PONTE HERCÍLIO LUZ, QUE  INVESTIGA SUSPEITA DE MAU USO DO DINHEIRO PÚBLICO EM CONTRATOS
NEM FOI CONCLUÍDA A REFORMA DA PONTE HERCÍLIO LUZ E AS OUTRAS JÁ ESTÃO LARGANDO PEDAÇOS – Está na hora de parar de gastar com pontes em Florianópolis.

NEM FOI CONCLUÍDA A REFORMA DA PONTE HERCÍLIO LUZ E AS OUTRAS JÁ ESTÃO LARGANDO PEDAÇOS – Está na hora de parar de gastar com pontes em Florianópolis.

QUE TAL COMEÇAR A SE PENSAR EM MUDAR A CAPITAL PARA O CENTRO DO ESTADO? Nem foi concluída a reforma da
PEC DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA NO SENADO – Tendência é qualquer inclusão ocorrer por PEC Paralela.

PEC DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA NO SENADO – Tendência é qualquer inclusão ocorrer por PEC Paralela.

COMEÇAM AUDIÊNCIAS PÚBLICAS E VOTAÇÕES SÃO PREVISTAS PARA 5 DE SETEMBRO E 10 DE OUTUBRO. Já é certa a edição na Casa
SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL DE CRICIÚMA – Treinamento foca nova revolução em produtos para a pele.

SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL DE CRICIÚMA – Treinamento foca nova revolução em produtos para a pele.

SÃO MODERNOS RECURSOS PARA VOCÊ MANTER SUA PELE SEMPRE JOVEM,  SAUDÁVEL, BEM ACESSÍVEIS E SUSTENTÁVEIS. Os produtos Forever são concebidos a
DISCUSSÃO SOBRE PONTES REACENDE IDEIA DA MUDANÇA DA CAPITAL – Qual a solução ideal? Gastar dinheiro com pontes, privatizá-las, ou a mudança da administração para o interior?

DISCUSSÃO SOBRE PONTES REACENDE IDEIA DA MUDANÇA DA CAPITAL – Qual a solução ideal? Gastar dinheiro com pontes, privatizá-las, ou a mudança da administração para o interior?

A ideia da mudança da estrutura administrativa da capital para o interior chegou até a constar das disposições transitórias  da
QUANTO VALEM A SOBERANIA DO BRASIL E A DA AMAZÔNIA? – Não serão algumas doações em dólares que irão comprar nossa autodeterminação ambiental.

QUANTO VALEM A SOBERANIA DO BRASIL E A DA AMAZÔNIA? – Não serão algumas doações em dólares que irão comprar nossa autodeterminação ambiental.

CLARO QUE VAMOS PRESERVARA A AMAZÔNIA E QUE PRECISAMOS DE RECURSOS, MAS, NOSSA DIGNIDADE E SOBERANIA NÃO TEM PREÇO. Isso é
ESPAÇO MUNICIPAL – A PÁGINA DA MINHA TERRA: AMPÉRE, A CIDADE DO EMPREGO

ESPAÇO MUNICIPAL – A PÁGINA DA MINHA TERRA: AMPÉRE, A CIDADE DO EMPREGO

Tem inicio hoje a série “ESPAÇO MUNICIPAL”. Objetivo é mostrar as potencialidades e os fatos marcantes dos municípios de nossa

SAÚDE FAZ BONITO EM LAGES – Secretaria zera fila por cirurgia de catarata


saúde
Esta postagem foi publicada em 27 de julho de 2018 Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

ALGO QUE CONTRARIA O PRINCÍPIO UNIVERSAL DO SUS É A EXISTÊNCIA DE FILA PARA ATENDIMENTO ESPECIALIZADO OU CIRURGIAS. FELIZMENTE EM LAGES UM MUTIRÃO ZEROU A FILAS DA CIRURGIA DE CATARATA.

Como esse mutirão foi realizado, o tempo médio de espera para a realização da cirurgia reduziu de dois anos para menos de um mês.

VEJA O TEXTO OFICIAL A SEGUIR:

A prefeitura de Lages, através da Secretaria de Saúde, zerou a fila de pacientes que aguardavam desde 2015 pela cirurgia de catarata. Por meio de um mutirão, que teve início no mês de dezembro de 2017 e encerrou no mês de julho, foram operados mais de 600 pacientes. A ação favoreceu moradores de Lages e de municípios vizinhos.

A catarata, associada ao envelhecimento da população, é a principal causa de cegueira no mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). “Além de beneficiar nossos pacientes de Lages, também abraçamos os municípios vizinhos que não possuem estrutura para a realização destes procedimentos. E o melhor, sem filas, o tempo de espera para quem precisa de uma cirurgia, que era de até dois anos, hoje não demora mais do que 30 dias”, destaca a secretária de Saúde, Odila Waldrich.

No total foram atendidas mais de 680 pessoas, com idade acima de 50 anos, que aguardavam a avaliação do especialista para a confirmação de diagnóstico. Para zerar a fila, prefeitura firmou convênios com prestadores da rede privada do município, conveniados ao Sistema Único de Saúde (SUS).  No mutirão, o município investiu cerca de R$ 340 mil com exames complementares. Já os procedimentos cirúrgicos, no valor de R$ 600 mil, foram custeados pelo Ministério da Saúde e pelo Governo do Estado.

Com a realização do mutirão, o tempo médio de espera para a realização da cirurgia reduziu de dois anos para menos de um mês. Após a consulta na Unidade Básica de Saúde (UBS), o paciente será encaminhado ao especialista que irá avaliar o grau e a necessidade de procedimento cirúrgico.

A partir do mês de agosto serão realizadas mensalmente 12 cirurgias de cataratas para não gerar novas filas. Para agilizar e otimizar as consultas, o setor de atendimento de Média Complexidade, da Secretaria de Saúde, criou um termo de responsabilidade, em que o paciente se compromete a comparecer em todos os atendimentos com um acompanhante. A medida visa assegurar a comunicação das informações relacionadas aos exames, procedimentos e demais instruções médicas. Além disso, o apoio emocional também auxilia para que o idoso se sinta acolhido e seguro em relação à cirurgia.

No dia em que seu Rogério Pessoa, de 78 anos, realizou a operação de catarata do olho esquerdo, a filha Aurélia Mota aguardou durante todo o processo na sala de espera do Hospital Infantil Seara do Bem. Foi assim também na cirurgia do olho direito, realizada 15 dias antes.

Ela conta que o aposentado começou a apresentar os primeiros sintomas da catarata há dois anos e que ele não teria condições de pagar os custos de uma cirurgia particular, cujo preço pode chegar a quase R$ 10 mil. “É uma alegria saber que agora meu pai poderá voltar à rotina e ler os jornais pela manhã.”

Alegria também para a aposentada Leocádia Maria de Souza do Amaral, de 74 anos. A idosa, que durante anos trabalhou como professora de artesanato, se inscreveu há menos de três meses para o mutirão e já foi beneficiada pelo projeto. Um mês após ter realizado a cirurgia no olho esquerdo, ela retornou para fazer o procedimento no olho direito. “Meus filhos estão dizendo que já estou vendo sujeira onde existe!”, brinca a aposentada.

Mutirão inédito com a Amures

A inclusão de outros municípios neste mutirão é inédita em Lages. Foram atendidos e beneficiados cerca de 280 pacientes de 15 municípios que integram o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Associação dos Municípios da Região Serrana (CIS/Amures). Após as consultas foram realizadas 166 cirurgias, e os demais foram encaminhados para outros procedimentos, conforme o diagnóstico.

A partir do mês de agosto serão realizadas mensalmente 12 cirurgias de cataratas para não gerar novas filas / Fotos: Cássia Shelen e Keltryn Wendland


90 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-