Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
ACELERADAS OBRAS DO MERCADO PÚBLICO DE LAGES/SC – Espaço deve começar a funcionar em agosto.

ACELERADAS OBRAS DO MERCADO PÚBLICO DE LAGES/SC – Espaço deve começar a funcionar em agosto.

É MAIS UM ELEMENTO ARQUITETÔNICO HISTÓRICO A AGREGAR VALOR AO TURISMO DA SERRA. SERÁ UMA ESPÉCIE DE SHOPPING TÍPICO. Após a
OS CAUSOS DO ERON PORTAL – O Meteorologista e o Burro; o Engenheiro e o burro – HISTÓRIAS TÃO INCRÍVEIS QUE ATÉ PARECEM MENTIRAS.

OS CAUSOS DO ERON PORTAL – O Meteorologista e o Burro; o Engenheiro e o burro – HISTÓRIAS TÃO INCRÍVEIS QUE ATÉ PARECEM MENTIRAS.

HISTÓRIAS QUE FARÃO VOCÊ DAR GAITADAS DE TANTO RIR: O METEOROLOGISTA E O BOI E DE BOTAS, O BOI DE
EL`DIVINO HAMBURGUERIA – Está chegando o fim de semana, a sugestão é conviver lá com a família e os amigos.

EL`DIVINO HAMBURGUERIA – Está chegando o fim de semana, a sugestão é conviver lá com a família e os amigos.

HÁ CADA MÊS HÁ UMA NOVIDADE PARA A GALERA CURTIR A FOLGA DA SEMANA. ............ Que tal saborear um Xisão que vale
DEFINIDOS PONTOS CHAVES DA REFORMARA DA PREVIDÊNCIA – Aqui, nossas reflexões sobre a reforma que está indo ao Congresso.

DEFINIDOS PONTOS CHAVES DA REFORMARA DA PREVIDÊNCIA – Aqui, nossas reflexões sobre a reforma que está indo ao Congresso.

SAIBA QUAIS AS NOVAS IDADES MÍNIMAS E QUANDO CHEGA AO LEGISLATIVO O TEXTO DESSA REFORMA. Ministro Paulo Guedes convenceu o presidente Em
ÚLTIMOS GOVERNOS QUASE QUEBRARAM O BRASIL E ESTABELECERAM A DESORDEM – País virou uma fábrica de tragédias, mais por descumprimento de normas que por catástrofes ou acidentes.

ÚLTIMOS GOVERNOS QUASE QUEBRARAM O BRASIL E ESTABELECERAM A DESORDEM – País virou uma fábrica de tragédias, mais por descumprimento de normas que por catástrofes ou acidentes.

VEJA QUE EM TODAS AS ÚLTIMAS TRAGÉDIAS LÁ ESTAVA A FALTA DE CUMPRIMENTO DA LEI E A DE  FISCALIZAÇÃO. Opinião do
MAIS UM PASSO NA PREPARAÇÃO DO MAIOR EVENTO NACIONAL DA FRUTICULTURA – DIVULGADO O PRÉ-FLYER DA XXI FESTA NACIONAL DA MAÇÃ.

MAIS UM PASSO NA PREPARAÇÃO DO MAIOR EVENTO NACIONAL DA FRUTICULTURA – DIVULGADO O PRÉ-FLYER DA XXI FESTA NACIONAL DA MAÇÃ.

EVENTO SERÁ EM SÃO JOAQUIM/SC, DE 2 A 5 DE MAIO E COM INOVAÇÕES E RESGATE DE SUA HISTÓRIA. Após o
A MÍSTICA DO NOME DAS CIDADES COMO FATOR ECONÔMICO – Produtos turísticos e serviços da Indústria da Criatividade serão vanguarda para o sonho de consumo do visitante.

A MÍSTICA DO NOME DAS CIDADES COMO FATOR ECONÔMICO – Produtos turísticos e serviços da Indústria da Criatividade serão vanguarda para o sonho de consumo do visitante.

LUGARES PRECISARÃO DE ATRATIVOS, A COMEÇAR PELO NOME PARA ENCANTAR E ATRAIR PESSOAS. Bem logo as pessoas empregadas trabalharão menos tempo,
ÍNDIO NÃO PEDE AJUDA NEM ESMOLA, PRODUZ ARTESANATO – Lages/SC é ponto estratégico dos índios das reservas do Sul do Brasil.

ÍNDIO NÃO PEDE AJUDA NEM ESMOLA, PRODUZ ARTESANATO – Lages/SC é ponto estratégico dos índios das reservas do Sul do Brasil.

ELES PRODUZEM ARTESANATO, ESPECIALMENTE DE TAQUARA E CIPÓ E DE LAGES VENDEM EM TODA A SERRA. O acampamento preferido deles é

A PROVA DE FOGO DOS GOVERNADORES FENÔMENOS DE VOTOS – A fábrica de tragédias, produto do sistema inconsequente e inoperante que herdaram.


Brazil Dam Collapse
Esta postagem foi publicada em 9 de fevereiro de 2019 Administração, Destaques 2, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

QUANDO O MAR ESTÁ CALMO QUALQUER BARCO NAVEGA. VAMOS VER DIANTE DAS TEMPESTADES. NÃO SERÁ QUALQUER OPORTUNISTA QUE DARÁ CONTA DO RECADO. É PRECISO MAIS DO QUE DISCURSO FÁCIL PARA FAZER A DIFERENÇA.

Só nas duas últimas os governadores campeões de votos de Minas Gerais e Rio de Janeiro já enfrenara três desafios extras para piorar ainda mai a já debilitada situação de seus estados, devido ao caos financeiro que seus deixaram.

É bem verdade que o quadro é histórico, agravado pelos últimos governadores, mas, arrumar a casa através de magicas foi bandeira que empunharam e por siso foram os fenômenos de votos. Os desafios mal começaram e cabrito bom não berra. Não tem desculpa!

Basta apenas a gente soprar a cinza da brasa que veremos quanta coisa aconteceu devido ao estado de fadiga a que chegou a estrutura pública nesses estados.

Centenas de mortes em Minas consequência do descaso de governos anteriores com os depósitos de resíduos da mineração. Dezenas de mortes no Rio, fruto do desleixo para com a ocupação do solo urbano, o funcionamento sem muita exigência em alojamento de jovens atletas no Flamengo e por último na guerra urbana que nos deixa perplexos.

Sabiamente, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a Previdência é uma fábrica de privilégios e de injustiças. Parafraseando-o, poderemos dizer que o Brasil virou uma fábrica de tragédias porque governos federais e estados anteriores fizeram vista grossa, pensando apenas na arrecadação que foi para o ralo para adular simpatizantes e manter o balcão de negócios no Congresso. Nos estados faziam de conta que administraram.

………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

O QUE JÁ DEMOS ANTES SOBRE ESSE TEMA.

QUANDO O MAR ESTÁ CALMO QUALQUER BARCO NAVEGA – II

Temos de entregar ao ex-prefeito Toni Duarte todos os méritos que ele adquiriu, ao administrar Lages todas as vezes que foi chamado. Principalmente nas duas últimas ocasiões, durante os 10 meses de afastamento do então prefeito Elizeu Mattos e depois na renúncia deste ao cargo.

Ao seu estilo, bem ou mal, o fato foi que ele fez a cidade andar e tudo funcionou. Até algumas obras tiveram continuidade. A festa do Pinhão foi preparada e tivemos um prefeito para estar presente nas atividades oficiais.

Como prefeito em definitivo, ao menos aparentemente, tudo funcionou naturalmente. A cidade esteve limpa. Pode até que muito cisco tenha sido varrido para debaixo do tapete. Isso apenas o tempo irá revelar.

Os 250 anos foram comemorados; foi montado e feito pelo Flavinho e sua equipe o Natal Felicidade; os setores essenciais funcionaram; os salários foram pagos; houve algumas pinturas aqui, ali e acolá; e surgiu um clima alegre com essa espécie de maquiagem na cidade.

Tenham certeza, não é qualquer um que administra uma prefeitura do tamanho da nossa e nas condições em que o Toni a pegou. Pelo menos nas duas últimas ocasiões. É aquela história, quando o mar está calmo, qualquer barco navega. Ele conseguiu fazer a travessia de uma gestão para outra, removendo as pedras do caminho e aparentemente sem muitos traumas.

 

Um detalhe, Toni saiu de cabeça erguida e sob alguns aplausos. Isso não foi muito comum na troca de inquilinos temporários do Paço.


820 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-