Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
UM DESAFIO DA ENGENHARIA À NATUREZA – A construção da estrada da Serra do Rio do Rastro uma das maravilhas feitas pelo homem.

UM DESAFIO DA ENGENHARIA À NATUREZA – A construção da estrada da Serra do Rio do Rastro uma das maravilhas feitas pelo homem.

NOS TEMPOS DAS TROPEADAS O SERRANO LEVAVA CHARQUE E COURO PELA TRILHA DE CHÃO BATIDO E TRAZIA SAL, AÇÚCAR, FARINHA
AS BEM HUMORADAS DO FUTEBOL: SELEÇÃO “EMPATITE” SÓ GOLEIA DE 1 A 1 – E nosso craque Neymar só participa da largada.

AS BEM HUMORADAS DO FUTEBOL: SELEÇÃO “EMPATITE” SÓ GOLEIA DE 1 A 1 – E nosso craque Neymar só participa da largada.

PARECE O COPERSUCAR DO ÉMERSON FITTIPALDI: QUASE SÓ PARTICIPAVA DA LARGADA E SÓ ESTEVE EM DOIS PÓDIOS EM CINCO ANOS. Seleção
APOSTA AQUI DO PORTAL: FLAMENGO SERÁ CAMPEÃO NA 34ª RODADA – Que tal por o time do Jesus no lugar da seleção do Tite nas Eliminatórias?

APOSTA AQUI DO PORTAL: FLAMENGO SERÁ CAMPEÃO NA 34ª RODADA – Que tal por o time do Jesus no lugar da seleção do Tite nas Eliminatórias?

MÍDIA ESPORTIVA APOSTA QUE VIRA CAMPEÃO  NA 35ª RODADA. MAS, A CONTINUAR ESSE ANDOR DO JESUS SERÁ ANTES... Quem sabe colocamos
VEJA PARTE DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA ESTRADA CORVO BRANCO/sc – “Estamos tingindo de preto as asas brancas do corvo”.

VEJA PARTE DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA ESTRADA CORVO BRANCO/sc – “Estamos tingindo de preto as asas brancas do corvo”.

ESSA CONSTRUÇÃO FOI MAIS UM DOS DESAFIOS DA ENGENHARIA À NATUREZA. ELA PASSA POR UM SANTUÁRIO ECOLÓGICO DE GRÃO PARÁ.
FÓRUM PARLAMENTAR/SC FOI À ANTT DISCUTIR CONCESSÃO DA 101 – Amin e FECAM integraram essa comitiva.

FÓRUM PARLAMENTAR/SC FOI À ANTT DISCUTIR CONCESSÃO DA 101 – Amin e FECAM integraram essa comitiva.

O senador Esperidião Amin participou da reunião do Fórum Parlamentar Catarinense com a Diretoria da ANTT, em Brasília. Objetivo foi
UM SONHO DA SERRA DO RIO DO RASTRO – UM TELEFÉRICO LIGANDO SIDERÓPOLIS AO MIRANTE DE BOM JARDIM..

UM SONHO DA SERRA DO RIO DO RASTRO – UM TELEFÉRICO LIGANDO SIDERÓPOLIS AO MIRANTE DE BOM JARDIM..

PENSADO NO GOVERNO CATARINENSE PASSADO, O PROJETO INTERESSOU A INVESTIDORES EXTERNOS. MAS AGORA ESTÁ FORA DA PAUTA DO TURISMO DE
OBRAS DAS RODOVIAS CATARINENSES TEM AS DIGITAIS E AMIN – BR 282 e Esterada da Serra do Rio do Rastro foram seus desafios.

OBRAS DAS RODOVIAS CATARINENSES TEM AS DIGITAIS E AMIN – BR 282 e Esterada da Serra do Rio do Rastro foram seus desafios.

GOVERNADOR POR DUAS VEZES, O ATUAL SENADOR ESPERIDIÃO AMIN SEMPRE FOI UM APAIXONADO POR RODOVIAS. DESDE OS TEMPOS DE SECRETÁRIO
A MULHER NA POLÍTICA – A força da bancada do batom continua em alta em Santa Catarina.

A MULHER NA POLÍTICA – A força da bancada do batom continua em alta em Santa Catarina.

URUPEMA - NA SERRA CATARINENSE - DEVE SER O MUNICÍPIO COM A MAIOR BANCADA FEMININA. São quatro as vereadoras que estão

PRIVATIZAÇÃO DA ELETROBRÁS À VISTA – Se não sair, pode não ter energia nem para o celular, o Whats e a TV


congresso nascional
Esta postagem foi publicada em 24 de abril de 2018 Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo.

A hora é de bom senso e de pensar no Pais.

Não é exagero, é pura realidade. A privatização de Eletrobrás deve sair, nem que seja na marra, depois. Não creio que o Congresso vá ter a coragem de remar contra a maré, assim que se inviabilizar, totalmente, o sistema de produção e distribuição de energia elétrica. Já vimos o que fizeram alguns apagões. Durante os quais, a opinião pública já pode sentiu o baque.

………………………….

ANÁLISE DO SITE

Esta é matéria é de produção própria nossa, com dados colhidos na mídia e com base em análises em comentaristas, de técnicos e de lideranças políticas.

A princípio, até pode parecer que viramos jornalista oficial. E o SITE um órgão do Governo. Mas, não se trata de nada disso. É preocupação nossa, mesmo. É que não dá mais para tapar o sol com a peneira para evitar pânico. O problema da Eletrobrás é grave.

Não é preciso nem ser um doutor em energia ou em finanças, nem um economista ou um administrador. Basta só ter um pouco de conhecimento e coragem de falar. Daqui um pouco vai faltar energia até para o funcionamento das estrelas tecnológicas da modernidade: o Whats, o Smart Fone e o próprio aparelhe de TV.

A privatização da Eletrobrás passou a ser a prioridade nº 1 do Governo. Mas, deveria ser de todos. A estatal vale R$ 32 bilhões, sendo que 60% são públicos (em torno de R$ 19 bilhões) e 40% são da iniciativa privada (em torno de 17 bilhões) e está praticamente inviabilizada. A empresa e suas várias subsidiárias, seis delas estão no Brasil Central e Norte/Nordeste. Só estas tem um déficit em torno de R$ 200 milhões/mês. Com o rombo da Eletrobrás, o déficit vai a mais de R$ 3 bilhões por ano.

Só no ano passado, a informação é a de que o tesouro teve de colocar mais de R$ 3 bilhões para tapar o rombo da estatal e manter normal o fornecimento de energia elétrica, sem risco de colapso. As lideranças da base do governo estão centrando todas as energia nas negociação do projeto que propõe a vender a estatal. Com isso, além de se estancar a sangria com o  déficit, conseguiria mais de R$ 12 bilhões para seu caixa.

Agra vamos falar as coias sem rodeio

Os problemas da Eletrobrás e suas subsidiárias começaram a se agravar no final do segundo Governo Lula e no final do primeiro Governo Dilma. Quem não se lembra de que seguravam o reajuste da tarifa?. No ultimo ano do Governo Dilma, ela segurou o reajuste da tarifa até após a eleição, até lá por novembro, se não me engando.

Com isso, os consumidores de baixa renda foram beneficiados, é claro. Porém, os de grande renda foram os que mais lucraram com a energia mais barada na defasagem do preço da tarifa.

Alguns técnicos, parlamentares, políticos e até presidenciáveis entendem que pelo menos o entorno da Eletrobrás, ou seja, suas subsidiárias, devem ser privatizadas. Justificam não ter mais sentido por mais de R$ 3 bilhões por ano nessa empresa e faltar até esparadrapo nos postos de saúde, merenda escolar na Educação, além da desvalorização do professor, um profissional que tina status e que hoje é  um sofredor. Há casos que um professor ACT ganha apenas o suficiente para a gasolina e a alimentação.

Então? Vamos pensar um pouco?

 

 


83 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-