Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
DEVEREMOS ENTRAR NAS ÚLTIMAS SEMANAS CRÍTICAS DA COVID E CURVA DEVE COMEÇAR A ACHATAR – País passa de 1,5 milhão de casos e de 63,2 mil óbitos.

DEVEREMOS ENTRAR NAS ÚLTIMAS SEMANAS CRÍTICAS DA COVID E CURVA DEVE COMEÇAR A ACHATAR – País passa de 1,5 milhão de casos e de 63,2 mil óbitos.

MAS, OS PRÓXIMOS DOIS MESES SERÃO MUITO DIFÍCEIS, DIZEM INFECTOLOGISTAS. A QUEDA SÓ COMEÇA EM SETEMBRO. Veja universos onde chegarão as
APÓS CICLONE BOMBA, VEIO GEADA E COMEÇOU A NEVAR NA SERRA CATARINENSE – Sul contabiliza os prejuízos de mais uma catástrofe. De hoje até segunda previsão é de mais frio e chuva.

APÓS CICLONE BOMBA, VEIO GEADA E COMEÇOU A NEVAR NA SERRA CATARINENSE – Sul contabiliza os prejuízos de mais uma catástrofe. De hoje até segunda previsão é de mais frio e chuva.

FOTOS DE URUPEMA: Marleno Muniz Farias. Segundo ele, ocorreu o fenômeno Sincelo, congelando até a névoa, no Moro das Torres. E a
CONGRESSO APROVA PRORROGAÇÃO DAS ELEIÇÕES PARA NOVEMBRO – SAIBA AS NOVAS DATAS DEVIDO À PANDEMIA.

CONGRESSO APROVA PRORROGAÇÃO DAS ELEIÇÕES PARA NOVEMBRO – SAIBA AS NOVAS DATAS DEVIDO À PANDEMIA.

SENADO E CÂMARA APROVAM O ADIAMENTO DAS ELEIÇÕES PARA NOVEMBRO. Sessão conjunta das duas Casas sanciona a matéria nesta quinta,
CORRIDA ARMAMENTISTA CONTRA O VÍRUS – Nova “Gerra Fria” entre superpotências será em busca de armas contra pandemias.

CORRIDA ARMAMENTISTA CONTRA O VÍRUS – Nova “Gerra Fria” entre superpotências será em busca de armas contra pandemias.

A DISPUTA PARA DEMONSTRAÇÃO DE FORÇA, AGORA, SERÁ EM BUSCA DE UMA VACINA CONTRA O CORONAVÍRUS. Já fomos à Lua e
VEJA AS CITAÇÕES QUE SE TORNARÃO IMORTAIS – Confira porque a humanidade será outra depois da pandemia.

VEJA AS CITAÇÕES QUE SE TORNARÃO IMORTAIS – Confira porque a humanidade será outra depois da pandemia.

DUAS SÃO DO SECRETÁRIO GERAL DA OMS E UMA É DE AUTOR DESCONHECIDO. PALAVRAS EMBLEMÁTICAS E QUE SE REVESTIRÃO DE
EXTRAÇÃO PREDATÓRIA DE FLORESTAS NO BRASIL É UM FATO – Mas em reservas indígenas é meia verdade dizer que só há invasões e roubo.

EXTRAÇÃO PREDATÓRIA DE FLORESTAS NO BRASIL É UM FATO – Mas em reservas indígenas é meia verdade dizer que só há invasões e roubo.

HÁ MUITA VISTA GROSSA À EXPLORAÇÃO CLANDESTINA. COMO PODE O CORTE DE MIL ÁRVORES NÃO TER SIDO VISTO. MUITA GENTE
DISCUSSÃO SOBRE QUEIMADAS NA AMAZÔNIA PARECE FOGO DE PALHA DE ONGS E IDEOLOGIA DE RICOS QUE INCENDIARAM SUA RESERVA NATURAL – No Brasil o fogo sempre existiu em áreas agrícolas e de pastagens tradicionais.
INSISTEM NA VOLTA DE UM ESPORTE DE MASSA, MESMO SEM MASSAS NOS ESTÁDIOS –  “NÃO FAZ SENTIDO A VOLTA DO FUTEBOL AGORA, SERÁ UMA IRRESPONSABILIDADE”.

INSISTEM NA VOLTA DE UM ESPORTE DE MASSA, MESMO SEM MASSAS NOS ESTÁDIOS – “NÃO FAZ SENTIDO A VOLTA DO FUTEBOL AGORA, SERÁ UMA IRRESPONSABILIDADE”.

HÁ TANTA COISA GRAVE EXIGINDO GASTO DE DINHEIRO, ENERGIA E USO DE ESTRUTURA NESTE INSTANTE. E O MAIS GRAVE É QUE

TOMA POSSE NOVO COMANDANTE EM SANTA CATARINA – Governador Carlos Moisés assume com uma equipe de técnicos.


moises
Esta postagem foi publicada em 1 de janeiro de 2019 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

COMO DIRIA O NOVO GOVERNADOR DE SÃO PAULO, DÓRIA JR, O COMANDANTE MOISÉS TOCARÁ O GOVERNO COM UMA SELEÇÃO DE TÉCNICOS.

juramento

assinatura

Agora é só esperar pelas medidas a serem aprovadas pala Alesc, em fevereiro. No projeto uma coisa é certa: acabaram os cabides de emprego: as SDRs – Agência de desenvolvimento Regional.

Também podem vir projeto bomba na Previdência Estadual e nas relações com os municípios.

Que ninguém espere benesses. Nem adiantará ir de pires nas mãos ao Centro Administrativo.

O governador prometeu, porém, administrar para todos, independentemente de cores partidária. Em primeiro lugar o povo.

………………………………………………………………………..

ANEXO

Conteúdo oficial disponibilizado pelo cerimonial à mídia.

O novo governador de SC, Carlos Moisés da Silva (PSL) foi empossado neste 1º de janeiro de 2019 como governador de Santa Catarina. A programação de celebração da posse começou com um culto ecumênico na Catedral Metropolitana da Capital, entre 14h30 e 15h. Às 15h30, participou de uma entrevista coletiva na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). Às 16h, ocorreu cerimônia de posse no Palácio Barriga Verde.

A cerimônia de posse iniciou com a apresentação da banda da Polícia Militar, que tocou o hino nacional. Na sequência, o até então governador, Eduardo Pinho Moreira (PMDB), fez um balanço dos trabalhos em 2018. Depois, Moisés e a vice Daniela Reinehr (PSL) assinaram o livro de posse. Os dois também fizeram um juramento.

“O governo começa com uma grande reforma, cujo foco será ajustar a gestão em áreas vitais. A economia gerada nos processos irá alavancar o poderio de investimento do estado”, disse Moisés em pronunciamento.

Na Alesc, o governador eleito disse em entrevista coletiva que quer que o estado “tenha resultados semelhantes a iniciativa privada”, ressaltando a produtividade das empresas catarinenses. Também frisou que fez uma escolha técnica do secretariado e vai trabalhar no combate à corrupção, com ferramentas que propiciem a transparência.

“As pessoas geralmente não gostam de ser controladas, mas quando eu me submeto como governador, como vice-governadora, à transparência, o controle naturalmente é exercido, e nós mesmos colocamos os nossos freios para fazer as coisas certas, republicanas, para que as pessoas então tenham serviços de qualidade”, disse o governador.

Ele ainda informou que na quarta-feira (2) dará detalhes sobre os planos para os primeiros 100 dias de governo.

Na quarta-feira (2), ocorre pela manhã uma cerimônia de posse dos secretários nomeados por Moisés. Veja os nomes anunciados:

  • Administração – secretário Jorge Eduardo Tasca, atual chefe do Centro de Inovação da PMSC
  • Administração Prisional e Socioeducativa – secretário Leandro Lima, secretário atual reconduzido ao cargo
  • Agricultura e Pesca – secretário Ricardo de Gouvêa, diretor-executivo do Sindicato das Indústrias de Carnes e Derivados do estado (Sindicarne) e da Associação Catarinense de Avicultura (Acav)
  • Casa Civil – secretário Douglas Borba, advogado e professor de direito
  • Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo – secretário Lucas Esmeraldino, presidente estadual do PSL
  • Desenvolvimento Social – secretária Maria Elisa da Silveira de Caro, economista e já foi secretária-adjunta da Justiça e Cidadania
  • Educação – secretário Natalino Uggioni, graduado em ciências
  • Fazenda – secretário Paulo Eli, secretário atual reconduzido ao cargo
  • Infraestrutra e Mobilidade – secretário Carlos Hassler, coronel do Exército
  • Saúde – secretário Helton de Souza Zeferino, médico e atual comandante do 1° Batalhão dos Bombeiros em Florianópolis

 


216 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-