Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
CASOS DE COVID-19 SE APROXIMAM DOS 600 E NÚMERO DE MORTES CONTINUA ALTO – Pico da pandemia pode ocorrer na primeira quinzena deste mês.

CASOS DE COVID-19 SE APROXIMAM DOS 600 E NÚMERO DE MORTES CONTINUA ALTO – Pico da pandemia pode ocorrer na primeira quinzena deste mês.

VEJA A SEGUIR O BALANÇO DA SEMANA. CIENTISTAS TEMEM QUE FLEXIBILIZAÇÃO INDISCRIMINADA LEVE À CONTAMINAÇÃO DESCONTROLADA. HISTÓRICO DA SEMANA: Hoje, 04/05 -
INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

SOL E CÉU CLAROS, MAS COM MUITO VENTO, APÓS A GEADA, TROUXERAM UMA SENSAÇÃO ATÉRMICA NEGATIVA EM 10 MUNICÍPIOS DAS
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

HÁ 20 ANOS QUE A NOSSA EDUCAÇÃO ESTÁ ENSINANDO CONTEÚDOS E FORMANDO GENTE PARA TAREFAS DO SÉCULO PASSADO. A ORGANIZAÇÃO E
CAMINHO NATURAL DA  EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

CAMINHO NATURAL DA EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

NAS MÃOS DE PROFISSIONAIS O SETOR SE TORNARIA MAIS PRODUTIVO E SEM INTERFERÊNCIA IDEOLÓGICA, PARTIDÁRIA E DE CONTEÚDOS EXÓTICOS. O Ensino
ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

BARRAGEM QUE ABASTECE CRICIÚMA E REGIÃO ESTÁ COM 10% DE SUA CAPACIDADE DE ESTOCAGEM. CIDADES, INDÚSTRIAS E AGRICULTURA PODEM TER
CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

DADOS IMPORTANTES REVELAM QUE DEPOIS DA PANDEMIA PROVAVELMENTE O MUNDO PRECISARÁ MUITO DE ALIMENTOS E O BRASILEIRO PRECISARÁ COMER E RECUPERAR SUA
FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

RAUL SEIXAS E SÍLVIO BRITO JÁ PREVIAM ISSO HÁ MAIS DE 30 ANOS: O DIA EM QUE A TERRA PAROU
O DESAFIO DA RECUPERAÇÃO DO PAÍS APÓS A PANDEMIA – Infraestrutura, recuperação de empresas e competitividade.

O DESAFIO DA RECUPERAÇÃO DO PAÍS APÓS A PANDEMIA – Infraestrutura, recuperação de empresas e competitividade.

APÓS VENCIDA A BATALHA PELA VIDA E AS REFORMAS, VEM A BUSCA DA CONFIANÇA DE INVESTIDORES INTERNACIONAIS PARA RECUPERAÇÃO DA

PÁGINA DA ERVA MATE JACUTINGA – Sempre com a tradição e a História


essa (Copy) (3)
Esta postagem foi publicada em 4 de outubro de 2017 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

Uma das líderes de mercado em Lages e região é a Erva Mate Jacutinga. O representante por aqui, o tradicionalista e brizolista histórico Jairo Córdova está sempre com suas mateadas ao lado dos tradicionalistas, pecuaristas, gaúchos e das empresas identificadas com estes setores em Lages.

Recentemente ele esteve integrado às comemorações da Semana Farroupilha, juntamente com os CTGS e o MTG.

Outro evento dessa semana foi a comemoração dos 49 anos do Supermercado Alvorada. Ele coordenou lá uma Mateada (Roda de Chimarrão).

SAM_8057 (Copy) (2)

No MTG ele participou da cerimônia de abertura das comemorações do Dia 20 de Setembro, dia da celebração dos Ideais Farroupilhas e que também é o dia do Gaúcho.

Estamos vivendo a Semana Farroupilha, comemorativa à Revolução que chegou a torna o Sul Independente com a República de Piratini. O movimento separatista chegou a proclamar também a República Juliana, tendo Lages como capital. Essa programação tem os tradicionalistas como principais atores. A Chama Crioula sempre é recebida na divida com o RS. Neste final de semana foi aberta a programação deste ano com a coordenação do MTG. Iniciou com mateada e café da manhã na sede do Acesso Norte, de onde uma cavalgada seguiu para a Praça João Costa onde foi lida a Carta de Bento Gonçalves aos Lageanos.

Dia 24 de abril é o dia do chimarrão, Hábito dos habitantes do Cone Sul da América.

SAM_8049 (Copy)

É uma bebida amarga ou que pode ser adoçada. Aqui no Brasil é mais consumida no Rio Grande do Sul. Mas também faz parte da cultura e é muito apreciada nos Estados de Santa Catarina e do Paraná. Os outros três países do Cone Sul (Uruguai, Argentina e Paraguai) também a apreciam.

A história de sua origem é quase uma lenda, pois carece de comprovação científica. Pelo menos não encontrei. Dizem os estudiosos que o primeiro registro de humanos tomando chimarrão foi na beira do Rio Iguaçu, região de Foz do Iguaçu, divisa com o Paraguai. Índios tomavam chimarrão que foi batizado de Tererê, pois era com água fria, colhida no rio.

Autores que abordam o assunto o consideram um hábito cultural, muito importante, capaz de aproximar as pessoas. Logo, tem a função de estimular a amizades, aproximar pessoas, fazer amigos.

Na tradição gaúcha é um dos elementos mais presentes. Quase um ritual sagrado. É tão importante quanto o cavalo, a música, a dança, o acordeom, o CTG, o galpão, o fogo de chão e a fazenda.

A literatura mais recente é de José Atanásio Borges Pinto. Ele escreveu o Dicionário Poético Gaúcho Brasileiro. Nesse trabalho, dedicou duas páginas ao chimarrão.

Diz lá, em poesia: Chimarrão – diz-se do mate amargo. “Mateio vida e destino, nas horas de solidão, cravando os olhos, bem fundo, na cuia de chimarrão. Sarandeiam labaredas, neste meu fogo de chão e as lembranças caborteiras, misturam-se sorrateiras, no meu mate chimarrão”.

Em Espanhol – “Chimarrón que vas filtrando, em la magia de tu verde, el lucero que se pierde, y el alba que va llegando”.

Barbosa Lessa, em todas as suas obras, sempre reservou um espaço para falar do chimarrão. É um elemento que atravessa gerações, muito importante para cultivo da tradição gaúcha.

 


311 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-