Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
VENEZUELA CORTA 5 ZEROS NA MOEDA, O BOLÍVAR – Seria melhor deletar as teorias socialistas. Cortar zeros é cortar o filete de água depois que sai da torneira.

VENEZUELA CORTA 5 ZEROS NA MOEDA, O BOLÍVAR – Seria melhor deletar as teorias socialistas. Cortar zeros é cortar o filete de água depois que sai da torneira.

A IMAGEM AQUI E A FOTO DE CAPA DESTA MATÉRIA NÃO SÃO CENAS DA CASA DA MOEDA DA VENEZUELA. SÃO
NO PRIMEIRO MUNDO TRANSFORAM DESERTOS EM MARAVILHAS – Aqui estamos transformando um continente maravilhoso num deserto.

NO PRIMEIRO MUNDO TRANSFORAM DESERTOS EM MARAVILHAS – Aqui estamos transformando um continente maravilhoso num deserto.

PORTANTO, ESTAMOS FAZENDO AQUI O INVERSO DO QUE SE FAZ  NOS ESTADOS UNIDOS E EM ISRAEL, POR EXEMPLO. O tratamento que
Secretária destaca as conquistas na Saúde

Secretária destaca as conquistas na Saúde

  Secretária destaca as conquistas na Saúde A secretária da saúde, Odila Waldrich, destaca o que a atual administração consegui avançar em
A ÚLTIMA FRONTEIRA APICULTURA EM SC – Serra Catarinense, o maior potencial de crescimento apícula.

A ÚLTIMA FRONTEIRA APICULTURA EM SC – Serra Catarinense, o maior potencial de crescimento apícula.

CAPACITAÇÃO E SEMINÁRIO FORAM BASE PARA SE CHEGAR A 1.200 PESSOAS LIGADAS À APICULTURA CATARINENSE. SERRA CATARINENSE - A região da
ONDE O INVERNO PARECE UMA PRIMAVERA – Lages encanta com os tons coloridos das flores

ONDE O INVERNO PARECE UMA PRIMAVERA – Lages encanta com os tons coloridos das flores

LAGES/SERRA CATARINENSE - EM TEMPOS ÁRIDOS DE ELEIÇÃO, AINDA BEM QUE TEMOS PORQUE FALAR DAS FLORES! Não pense que as fotos
EM TEMPO DE CRISE, TIRE O “S” E CRIE – Treinamento busca ampliar o pensamento, visão e atitude sobre vendas

EM TEMPO DE CRISE, TIRE O “S” E CRIE – Treinamento busca ampliar o pensamento, visão e atitude sobre vendas

LAGES/SERRA CATARINENSE: COMUNICAÇÃO, MARKETING, APRESENTAÇÃO PESSOAL, CONCEITOS TÉCNICOS E NEUROLINGUÍSTICA: ALGUNS DOS SEGREDOS PARA O SUCESSO DE VENDAS. Um jornalista, especialista em
COLIGAÇÃO “AQUI É TRABALHO” ABRE CAMPANHA EM LAGES – Merisio promete governo renovador e Colombo pede voto fechado para ele e Amin.

COLIGAÇÃO “AQUI É TRABALHO” ABRE CAMPANHA EM LAGES – Merisio promete governo renovador e Colombo pede voto fechado para ele e Amin.

[caption id="attachment_17373" align="alignnone" width="480"] Concentração Política em Lages 16/08/18 - Coligação "Aquí é Trabalho".[/caption]   A PRIMEIRA MOBILIZAÇÃO POLÍTICA DESTA CAMPANHA FOI
SAIBA QUEM SÃO AS EMPRESAS DE SUCESSO DA REGIÃO – Vem aí o Seminário Empreender Serra Catarinense/Cases Lageanos Destaques no Brasil e na América Latina.

SAIBA QUEM SÃO AS EMPRESAS DE SUCESSO DA REGIÃO – Vem aí o Seminário Empreender Serra Catarinense/Cases Lageanos Destaques no Brasil e na América Latina.

https://www.youtube.com/watch?v=zwFyNjRWgB0&feature=youtu.be O EVENTO PROMETE SER O TOP DO ANO EM EXEMPLOS DE SUCESSO E EM CONTEÚDOS QUE INTERESSAM AOS EMPREENDEDORES Vamos conhecer

MUNDO VAI VIRAR PLÁSTICO – É a síndrome das embalagens que pegará a Humanidade


FOTO ERON  CAPA
Esta postagem foi publicada em 8 de agosto de 2018 Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo.

O PLÁSTICO É UM MATERIAL QUE DEMORA MAIS DE 300 ANOS PARA DESAPARECER. JÁ HÁ MAIS PLÁSTICO DO QUE VIDA NOS MARES. PARTÍCULAS DELE ENVENENARÃO A NATUREZA E AS PESSOAS

A população mundial já passou longe dos 7 bilhões de pessoas. Partindo-se da realidade de que cada pessoa descarta, pelo menos, três embalagens plásticas por dia, então, em menos de 20 anos a qualidade de vida estará comprometida porque a natureza não tem como dar conta de absolver tanto plástico e suas partículas.

O plástico demora mais de 300 anos para se decompor na natureza porque é um material não biodegradável. O crescimento de seu uso pela indústria cresce praticamente em progressão geométrica. Logo, a situação ficará insustentável mais cedo do que se imagina.

Para se ter uma ideia, já existem mais plásticos do que vida nos mares. E do jeito que se faz hoje, sem reaproveitamento completo dos resíduos sólidos, nem destino correto do plástico, bem logo estarão envenenados os mananciais, as matas e os mares.

Os produtos de plástico vão para as matas, para as galerias pluviais, para os rios e depois para o fundo do mar. As baleias, por exemplo, confundem as embalagens plásticas com alimentos marinhos e se envenenam dia após dia.

Estudos comprovam que estamos matando os peixes, moluscos e outras vidas marinhas que já estão em menor quantidade que o lixo. Nas regiões insulares o problema é maior ainda. A situação está, portanto, ficando insustentável.

A indústria já está produzindo equipamentos sofisticados para retirar o lixo da natureza, especialmente dos mares, dotados de sistemas operacionais de alta tecnologia para capturar e separar o plástico, o vidro, metais e outros produtos que vão parar nas águas.

O grande problema do recipiente de plástico é que ele não é reaproveitável para o mesmo fim a que foi concebido. Esse material só vai ser aproveitado para outro uso. Portanto, se não houver um freio na produção de embalagens plásticas o meio ambiente estará no caminho da destruição.

A enorme dificuldade é que a população não aceita mais uma outra forma de sacola, embalagens ou utensílio para portar suas compras do supermercado ou para suas festas de toda ordem.

E o pior é que o plástico e outros produtos dessa família de materiais: acrílico, PVC e outros, estão cada vez mais presentes em nossa vida. Chegará o dia em que esses materiais irão embalar, também as pessoas.

O forro da casa, as lanternas dos automóveis, as redes elétricas, enfim, quase tudo o que usamos será feito de produto derivado do plástico. Ele só perde para o vidro em durabilidade na natureza.

Os grandes times do futebol mundial, através de suas fornecedoras de material esportivo, estão lançando camisas produzidas com plástico retirado dos mares. Através deste ato demonstra-se que se pode usar tal material também para produção de artigos de alta qualidade. É notável, também, o marketing consciente que este ato gera na sociedade e em especial nos torcedores.

Lembremos que diferentes materiais têm diferente tempo de decomposição. Agora compare o tempo de decomposição do plástico com outros matérias:

Papel (1000 Kg) corresponde ao corte de 20 árvores e sua decomposição se dá em alguns meses. O plástico (1000 Kg) retirado da extração do petróleo e sua decomposição acontece em algumas centenas de anos. O alumínio (1000 Kg) requer a retirada que 5 toneladas de bauxita e sua decomposição acontece entre 100 e 500 anos. O vidro (1000 Kg) requer a extração de 1300 kg de areia e sua decomposição ocorre em 4000 anos.


47 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-