Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
VEJA PARTE DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA ESTRADA CORVO BRANCO/sc – “Estamos tingindo de preto as asas brancas do corvo”.

VEJA PARTE DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA ESTRADA CORVO BRANCO/sc – “Estamos tingindo de preto as asas brancas do corvo”.

ESSA CONSTRUÇÃO FOI MAIS UM DOS DESAFIOS DA ENGENHARIA À NATUREZA. ELA PASSA POR UM SANTUÁRIO ECOLÓGICO DE GRÃO PARÁ.
FÓRUM PARLAMENTAR/SC FOI À ANTT DISCUTIR CONCESSÃO DA 101 – Amin e FECAM integraram essa comitiva.

FÓRUM PARLAMENTAR/SC FOI À ANTT DISCUTIR CONCESSÃO DA 101 – Amin e FECAM integraram essa comitiva.

O senador Esperidião Amin participou da reunião do Fórum Parlamentar Catarinense com a Diretoria da ANTT, em Brasília. Objetivo foi
UM SONHO DA SERRA DO RIO DO RASTRO – UM TELEFÉRICO LIGANDO SIDERÓPOLIS AO MIRANTE DE BOM JARDIM..

UM SONHO DA SERRA DO RIO DO RASTRO – UM TELEFÉRICO LIGANDO SIDERÓPOLIS AO MIRANTE DE BOM JARDIM..

PENSADO NO GOVERNO CATARINENSE PASSADO, O PROJETO INTERESSOU A INVESTIDORES EXTERNOS. MAS AGORA ESTÁ FORA DA PAUTA DO TURISMO DE
OBRAS DAS RODOVIAS CATARINENSES TEM AS DIGITAIS E AMIN – BR 282 e Esterada da Serra do Rio do Rastro foram seus desafios.

OBRAS DAS RODOVIAS CATARINENSES TEM AS DIGITAIS E AMIN – BR 282 e Esterada da Serra do Rio do Rastro foram seus desafios.

GOVERNADOR POR DUAS VEZES, O ATUAL SENADOR ESPERIDIÃO AMIN SEMPRE FOI UM APAIXONADO POR RODOVIAS. DESDE OS TEMPOS DE SECRETÁRIO
A MULHER NA POLÍTICA – A força da bancada do batom continua em alta em Santa Catarina.

A MULHER NA POLÍTICA – A força da bancada do batom continua em alta em Santa Catarina.

URUPEMA - NA SERRA CATARINENSE - DEVE SER O MUNICÍPIO COM A MAIOR BANCADA FEMININA. São quatro as vereadoras que estão
BASTIDORES DO INDICIAMENTO DE JULIO GARCIA EM IMAGENS – Maioria do público da terça, 15, nos arredores do plenário da ALESC, era de repórteres.

BASTIDORES DO INDICIAMENTO DE JULIO GARCIA EM IMAGENS – Maioria do público da terça, 15, nos arredores do plenário da ALESC, era de repórteres.

PRESIDENTE DO PODER GARANTE QUE VIVERÁ UM CALVÁRIO ATÉ O STF, MAS PROVARÁ OS EQUÍVOCOS DESSA INVESTIGAÇÃO ALCATRAZ EM RELAÇÃO
AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE PROJETO QUE BENEFICIA 60% DOS MUNICÍPIOS – A matéria é do deputado Jerry Comper, presidente da comissão de assuntos municipais/SC.

AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE PROJETO QUE BENEFICIA 60% DOS MUNICÍPIOS – A matéria é do deputado Jerry Comper, presidente da comissão de assuntos municipais/SC.

PROJETO PROPÕE ALTERAÇÃO NA DISTRIBUIÇÃO DE RECURSOS AOS MUNICÍPIOS. OS MENORES, UNS 60%, SERIAM OS MAIS BENEFICIADOS. Atualmente o bolo do
EDITORIAL –  É importante se criar municípios? Qual o efeito disso no retorno dos impostos?

EDITORIAL – É importante se criar municípios? Qual o efeito disso no retorno dos impostos?

HOJE A DIVISÃO DO BOLO ARRECADADO NO ICMS É DE PARTE IGUALMENTE A TODOS E PARTE COM BASE NO MOVIMENTO

NOVAS CARAS PARA PREFEITO DE LAGES/SC – Qual delas tem o melhor projeto para os próximos 10 anos?


Lucas-Neves-jair-junior
Esta postagem foi publicada em 18 de maio de 2019 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

Cenário aponta para uma novidade na Prefeitura? Os vereadores Lucas Neves e Jair Júnior são os virtuais caras.

Logo, em Lages/SC, é uma incógnita o resultado da próxima eleição para prefeito. O atual, Antônio Ceron, tem reiterado que não irá à reeleição. Mas não vem sendo preparado um nome para tentar sucedê-lo.

A menos que surja uma solução bem articulada em torno de um nome com vivência, preparo pessoal e administrativo, a eleição vai ser emocionante. E a Prefeitura pode acabar caindo em mãos inexperientes.

O que alguns analistas temem é que o eleitor ainda tenha de optar pelo menos pior, como nas últimas eleições nacionais.

Então, a tendência é a ocorrência de fatos muito esquisitos nestas eleições municipais. Ocorrerão surpresas que ninguém imagina. Nereu Ramos deve se remexer no túmulo em frente ao Colégio Rosa.

…………………………..

OPINIÃO DO SITE

Nos anos 80 houve uma eleição em que o povo trocou todo mundo, no Executivo e no Legislativo. Assumiram governadores novos em quase todo o País.

O então PMDB venceu em mais de 50% dos estados. No Congresso, esse partido elegeu até dono de banca de revistas de Curitiba como deputado federal. O cara se elegeu com apenas 2.500 votos. Foi levado nos braços por puxadores eleitorais.

Nas eleições seguintes o povo teve de mandar quase todo mundo pra casa.

Nas últimas eleições nacionais, a onda colorida em torno do atual presidente da República acabou produzindo governadores fenômenos de votos em alguns estados. Esses ainda não disseram porque vieram. Só fazem barbeiragens. Existe diferença de quilômetros entre a iniciativa privada e a vida púbica.

E o que é pior, três dos últimos governadores campeões de votos são de estados quebrados: RJ, MG e RS. E o quarto é o de Santa Catarina, que até já é visto como o governador capaz de colocar em risco o Modelo Econômico Produtivo Catarinense, que é exemplo no Brasil.

Senão vejamos:

Ainda não reviu os decretos que na prática retiram os subsídios do setor de agroindústrias e das cooperativas. Um projeto seu corta R$ 47 milhões no orçamento da UDESC. E outro aumentou os impostos nos insumos da Fruticultura.

Achamos difícil, desta vez. que o povo também não tenha de mandar todo mundo pra casa novamente, pelo menos em termos de governadores.

E nos municípios, após as eleições do ano que vem, tudo se encaminhará para o mesmo filme dos anos 80 e da última eleição nos estados.

ERON PORTAL.

 


153 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-