Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
ENTRAMOS NAS ÚLTIMAS SEMANAS CRÍTICAS DA COVID E CURVA DEVE COMEÇAR A ACHATAR – País tem quase 1,8 milhão de casos e mais de 69 mil óbitos.

ENTRAMOS NAS ÚLTIMAS SEMANAS CRÍTICAS DA COVID E CURVA DEVE COMEÇAR A ACHATAR – País tem quase 1,8 milhão de casos e mais de 69 mil óbitos.

MÉDIA DE ÓBITOS SE MANTÉM EM TORNO DE MIL, MAS PRÓXIMOS DOIS MESES SERÃO MUITO DIFÍCEIS, DIZEM INFECTOLOGISTAS. A QUEDA
O JORNALISTA É UM TROPEIRO DA ERA DIGITAL – O original transportava cargas e agregava costumes. O comunicador transporta informação.

O JORNALISTA É UM TROPEIRO DA ERA DIGITAL – O original transportava cargas e agregava costumes. O comunicador transporta informação.

O PRIMEIRO USAVA O LOMBO DE MULAS E O ATUAL OS IMPULSOS ELETRÔNICOS - EDITORIAL - Um pedaço da história da formação
LEGADOS POSITIVOS DA PANDEMIA – Um deles: a descoberta do sofrimento nos lugares mais esquecidos.

LEGADOS POSITIVOS DA PANDEMIA – Um deles: a descoberta do sofrimento nos lugares mais esquecidos.

O DEPOIS DIFERENTE DA HUMANIDADE NOS SENTIMENTOS, NOS COSTUMES E NA SUA VISÃO DA VIDA.   O desafio da superação trará um
FRIO E CHUVA ATÉ DOMINGO MAS ESTÃO AFASTADOS NOVOS TEMPERAIS – Pessoas devem se proteger e se preocupar com a imunidade.

FRIO E CHUVA ATÉ DOMINGO MAS ESTÃO AFASTADOS NOVOS TEMPERAIS – Pessoas devem se proteger e se preocupar com a imunidade.

EXPECTATIVA ERA MESMO DE MUITO FRIO DESTA SEGUNDA  ATÉ DOMINGO NO SUL DO BRASIL. Chuva entre 30 e  60 mm hoje,
CONGRESSO APROVA PRORROGAÇÃO DAS ELEIÇÕES PARA NOVEMBRO – SAIBA AS NOVAS DATAS DEVIDO À PANDEMIA.

CONGRESSO APROVA PRORROGAÇÃO DAS ELEIÇÕES PARA NOVEMBRO – SAIBA AS NOVAS DATAS DEVIDO À PANDEMIA.

SENADO E CÂMARA APROVAM O ADIAMENTO DAS ELEIÇÕES PARA NOVEMBRO. Sessão conjunta das duas Casas sanciona a matéria nesta quinta,
CORRIDA ARMAMENTISTA CONTRA O VÍRUS – Nova “Gerra Fria” entre superpotências será em busca de armas contra pandemias.

CORRIDA ARMAMENTISTA CONTRA O VÍRUS – Nova “Gerra Fria” entre superpotências será em busca de armas contra pandemias.

A DISPUTA PARA DEMONSTRAÇÃO DE FORÇA, AGORA, SERÁ EM BUSCA DE UMA VACINA CONTRA O CORONAVÍRUS. Já fomos à Lua e
VEJA AS CITAÇÕES QUE SE TORNARÃO IMORTAIS – Confira porque a humanidade será outra depois da pandemia.

VEJA AS CITAÇÕES QUE SE TORNARÃO IMORTAIS – Confira porque a humanidade será outra depois da pandemia.

DUAS SÃO DO SECRETÁRIO GERAL DA OMS E UMA É DE AUTOR DESCONHECIDO. PALAVRAS EMBLEMÁTICAS E QUE SE REVESTIRÃO DE
EXTRAÇÃO PREDATÓRIA DE FLORESTAS NO BRASIL É UM FATO – Mas em reservas indígenas é meia verdade dizer que só há invasões e roubo.

EXTRAÇÃO PREDATÓRIA DE FLORESTAS NO BRASIL É UM FATO – Mas em reservas indígenas é meia verdade dizer que só há invasões e roubo.

HÁ MUITA VISTA GROSSA À EXPLORAÇÃO CLANDESTINA. COMO PODE O CORTE DE MIL ÁRVORES NÃO TER SIDO VISTO. MUITA GENTE

MUNICÍPIOS CATARINENSES DEVEM RECEBER CERCA DE R$ 11,8 MILHÕES COM PROPOSTA APROVADA NO SENADO


Esta postagem foi publicada em 14 de dezembro de 2017 Notícias em Destaques Slide Topo.

A Federação Catarinense de Municípios – FECAM calculou quanto cada um dos 295 municípios deve receber com aprovação do Projeto de Lei da Câmara (PLC) 163/2017, do Poder Executivo, que libera R$ 1,91 bilhão a estados e municípios para fomentar as exportações. Pela estimativa da entidade, o montante que deve ser recebido pelas administrações municipais é de R$ 11,8 milhões. A medida aprovada, que aguarda sanção da Presidência da República, complementa a distribuição de recursos prevista na Lei Kandir devido à isenção de ICMS para produtos exportados.

 

A expectativa da Confederação Nacional de Municípios (CNM) é de que a verba seja repassada aos cofres estaduais e municipais ainda este ano. No entanto, o texto aprovado diz, expressamente, que a transferência ocorrerá a partir de dezembro.

 

Todos os anos, o Congresso Nacional tem de aprovar matéria para garantir o repasse da verba, que é uma compensação financeira da União aos Estados exportadores, por conta da isenção dada no Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) dos produtos e serviços, destinados à exportação, pela Lei Kandir.

 

Com isso, os gestores regionais e locais ficam à mercê do Parlamento, sem uma definição certa para o repasse dos recursos. A Confederação tem mostrado essa disfunção há anos, e durante a votação da matéria, a atuação de entidades estaduais municipalistas foi mencionada pelos senadores. O senador Wellington Fagundes (PR) chamou a atenção dos parlamentares para a problemática. Ele tem trabalhado para fixar regras mais claras e a correção dos repasses do FEX.

 

“Hoje o FEX não é impositivo, o governo paga se puder e se quiser. Todo ano é essa dificuldade, onde os Municípios brasileiros e os Estados também ficam à espera. Já estamos praticamente fechando o ano e ainda não temos a certeza da aprovação e, principalmente, da sanção e da liberação dos recursos”, alertou o senador.

 

Diante dessa realidade, a Confederação sinaliza que a aprovação da matéria representa mais uma conquista municipalista obtida em 2017, pois também é resultado do trabalho desenvolvido pelas entidades municipalistas no Congresso Nacional.

 

Recursos
Do total repassado aos Estados, 25% pertence aos Municípios e deve ser distribuído conforme os coeficientes individuais de participação na distribuição da parcela do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS).

*Com informações da CNM


136 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-