Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
UM DESAFIO DA ENGENHARIA À NATUREZA – A construção da estrada da Serra do Rio do Rastro uma das maravilhas feitas pelo homem.

UM DESAFIO DA ENGENHARIA À NATUREZA – A construção da estrada da Serra do Rio do Rastro uma das maravilhas feitas pelo homem.

NOS TEMPOS DAS TROPEADAS O SERRANO LEVAVA CHARQUE E COURO PELA TRILHA DE CHÃO BATIDO E TRAZIA SAL, AÇÚCAR, FARINHA
AS BEM HUMORADAS DO FUTEBOL: SELEÇÃO “EMPATITE” SÓ GOLEIA DE 1 A 1 – E nosso craque Neymar só participa da largada.

AS BEM HUMORADAS DO FUTEBOL: SELEÇÃO “EMPATITE” SÓ GOLEIA DE 1 A 1 – E nosso craque Neymar só participa da largada.

PARECE O COPERSUCAR DO ÉMERSON FITTIPALDI: QUASE SÓ PARTICIPAVA DA LARGADA E SÓ ESTEVE EM DOIS PÓDIOS EM CINCO ANOS. Seleção
APOSTA AQUI DO PORTAL: FLAMENGO SERÁ CAMPEÃO NA 34ª RODADA – Que tal por o time do Jesus no lugar da seleção do Tite nas Eliminatórias?

APOSTA AQUI DO PORTAL: FLAMENGO SERÁ CAMPEÃO NA 34ª RODADA – Que tal por o time do Jesus no lugar da seleção do Tite nas Eliminatórias?

MÍDIA ESPORTIVA APOSTA QUE VIRA CAMPEÃO  NA 35ª RODADA. MAS, A CONTINUAR ESSE ANDOR DO JESUS SERÁ ANTES... Quem sabe colocamos
VEJA PARTE DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA ESTRADA CORVO BRANCO/sc – “Estamos tingindo de preto as asas brancas do corvo”.

VEJA PARTE DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA ESTRADA CORVO BRANCO/sc – “Estamos tingindo de preto as asas brancas do corvo”.

ESSA CONSTRUÇÃO FOI MAIS UM DOS DESAFIOS DA ENGENHARIA À NATUREZA. ELA PASSA POR UM SANTUÁRIO ECOLÓGICO DE GRÃO PARÁ.
FÓRUM PARLAMENTAR/SC FOI À ANTT DISCUTIR CONCESSÃO DA 101 – Amin e FECAM integraram essa comitiva.

FÓRUM PARLAMENTAR/SC FOI À ANTT DISCUTIR CONCESSÃO DA 101 – Amin e FECAM integraram essa comitiva.

O senador Esperidião Amin participou da reunião do Fórum Parlamentar Catarinense com a Diretoria da ANTT, em Brasília. Objetivo foi
UM SONHO DA SERRA DO RIO DO RASTRO – UM TELEFÉRICO LIGANDO SIDERÓPOLIS AO MIRANTE DE BOM JARDIM..

UM SONHO DA SERRA DO RIO DO RASTRO – UM TELEFÉRICO LIGANDO SIDERÓPOLIS AO MIRANTE DE BOM JARDIM..

PENSADO NO GOVERNO CATARINENSE PASSADO, O PROJETO INTERESSOU A INVESTIDORES EXTERNOS. MAS AGORA ESTÁ FORA DA PAUTA DO TURISMO DE
OBRAS DAS RODOVIAS CATARINENSES TEM AS DIGITAIS E AMIN – BR 282 e Esterada da Serra do Rio do Rastro foram seus desafios.

OBRAS DAS RODOVIAS CATARINENSES TEM AS DIGITAIS E AMIN – BR 282 e Esterada da Serra do Rio do Rastro foram seus desafios.

GOVERNADOR POR DUAS VEZES, O ATUAL SENADOR ESPERIDIÃO AMIN SEMPRE FOI UM APAIXONADO POR RODOVIAS. DESDE OS TEMPOS DE SECRETÁRIO
A MULHER NA POLÍTICA – A força da bancada do batom continua em alta em Santa Catarina.

A MULHER NA POLÍTICA – A força da bancada do batom continua em alta em Santa Catarina.

URUPEMA - NA SERRA CATARINENSE - DEVE SER O MUNICÍPIO COM A MAIOR BANCADA FEMININA. São quatro as vereadoras que estão

MUNICÍPIO É ADMINISTRADO COMO EMPRESA EM SC – Resultado: crescimento industrial de 204,2%


Cerrito
Esta postagem foi publicada em 28 de janeiro de 2019 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

O CASO É O DE SÃO JOSÉ DO CERRITO/SC, ONDE FORM ABERTOS 73 NOVOS NEGÓCIOS EM 2018.

O pequeno município de São José do Cerrito, na Serra Catarinense, é o que que mais cresceu em Santa Catarina com relação à abertura de novas empresas.

Dados disponibilizados pela Amures – Associação dos Municípios da Região Serrana, revelam que no ano passado, foram abertos 73 novos negócios em 2018, diante dos 24 de 2017, um aumento de 204,2%.

O Cerrito aparece em primeiro no ranking do Estado, em termos de crescimento em percentual. Os dados são da Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc).

Desde que assumiu, o prefeito Arno Marian/PSD, um empresário de origem no agronegócio, que acompanhamos o desempenho da economia de São José do Cerrito. Um detalhe: ele administra a prefeitura como se ela fosse  uma empresa, embasado na motivação, conhecimento e presença física, gerenciando os problema onde eles acontecem.

É comum encontrar o prefeito Arno antes das 8h da manhã nas aragens planejando as ações das máquinas e dos transportes para o dia. É pura motivação aos colaboradores.

Lá é um dos municípios que resolveram primeiro o destino correto do lixo, a infraestrutura da cidade e as melhorias das estradas do interior a partir do primeiro ano de manda. Muitas ações são terceirizadas.

É óbvio que o município foi beneficiado com construção de duas PCHs e com investimentos do Governo do Estado para prepara a cidade e o interior para o futuro. Entre os projetos, uma ligação asfáltica até Curitibanos, lingando-o  também com a B R-470.

O setor de maior desempenho:

Comércio, no reparo de veículos automotores e motocicletas foi o que mais cresceu, com 18 empresas criadas em 2018, ante 8 do ano anterior. Urupema e Ponte Alta, na Serra, também aparecem entre os top 5 da lista dos municípios que tiveram a maior variação de abertura de empreendimentos.

ANEXO

VEJA MAIS NO CONTEÚDO ABAIXO, DISPONIBILIZADO PELA ASSESSORIA DE IMPRENSA DA MURES.

Conforme autoridades do município, os microempreendedores individuais, os chamados MEIs, ajudaram a alavancar os negócios no município, que tem menos de 10 mil habitantes. O prefeito Arno Tadeu Marian informou que alguns setores migraram para a terceirização, o que pode ter impulsionado o número de novas empresas.

A Jucesc também apresentou um balanço da situação no Estado, que no ano passado teve um aumento de cerca de 19% do número de novos empreendimento em comparação a 2017. Dos 295 municípios catarinenses, 236 tiveram desempenho positivo. Santiago do Sul e Santa Helena apresentaram as maiores quedas, com saldo negativo de 50% e 48%, respectivamente.

A vendedora Liana Scotton, que trabalha na “Dai Store – Alice Kids”, na Rua Anacleto da Silva Ortiz, a principal via da cidade, no Centro de São José do Cerrito conta que o estabelecimento abriu em março do ano passado. O empreendimento pertence a Daiane da Silva Marian e funciona em uma sala alugada.

“Ela (Daiane) viu uma boa oportunidade de negócio e decidiu abrir a loja para vender roupas e calçados. Estamos aqui desde o mês de março”, comentou Liana. A empresa também abriu uma loja em Lages, em dezembro do ano passado.

Os responsáveis pela loja “A Legítima Super 10”, situada no Centro da cidade, também resolveram empreender no município. Com outras cinco lojas na região, em Correia Pinto, Otacílio Costa, Campo Belo do Sul e Lages, o estabelecimento atua na comercialização de vários produtos, tudo por apenas R$ 10,00 a unidade.

“Fizemos uma pesquisa e decidimos se instalar no município. Nosso objetivo é oferecer produtos de qualidade e preços acessíveis”, comentou a proprietária do estabelecimento.

 

Emprego

 

O número de empregos também aumentou no Cerrito. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho (Caged) mostram que, no ano passado, houve 131 contratações e 92 demissões, um saldo positivo de 39 empregos. Enquanto isso, no ano anterior, foram gerados 130 novos postos de trabalhos ante 119 demissões, um saldo, fechando positivo, de 11 vagas.

A vendedora Franciele Couto, de 34 anos, faz parte do grupo que conseguiu emprego no ano passado. Desde setembro, ela atua na loja “A Legítima Super 10”. “Fazia quatro anos que eu não conseguia emprego de carteira assinada, mas agora estou empregada. Estou muito feliz por ter conseguido trabalho”, comentou a moradora.

 

Produto Interno Bruto

 

São José do Cerrito, que por muitas décadas ficava entre os municípios mais pobres da Serra, também teve um salto significativo no Produto Interno Bruto (PIB). De acordo com dados do IBGE, o PIB do município cresceu 37,9% entre 2015 e 2016, ficando entre os cinco maiores saltos do estado.

Para o prefeito Arno Tadeu Marian, o bom desempenho da economia do município deve-se, sobretudo, ao setor agrícola que cresceu bastante nos últimos anos. Atualmente, muitos moradores estão empreendendo e ganhando a vida em propriedades rurais, seja através do agronegócio ou da agricultura familiar.

Dentro deste contexto, a Epagri, por exemplo, está trabalhando em alguns projetos estruturantes apoiados pelo Programa SC Rural para atender famílias de agricultores do município. Os projetos beneficiam as cadeias produtivas de olericultura orgânica, pecuária de leite e criação de frango caipira.


150 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-