Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
CASOS DE COVID-19 SE APROXIMAM DOS 600 E NÚMERO DE MORTES CONTINUA ALTO – Pico da pandemia pode ocorrer na primeira quinzena deste mês.

CASOS DE COVID-19 SE APROXIMAM DOS 600 E NÚMERO DE MORTES CONTINUA ALTO – Pico da pandemia pode ocorrer na primeira quinzena deste mês.

VEJA A SEGUIR O BALANÇO DA SEMANA. CIENTISTAS TEMEM QUE FLEXIBILIZAÇÃO INDISCRIMINADA LEVE À CONTAMINAÇÃO DESCONTROLADA. HISTÓRICO DA SEMANA: Hoje, 04/05 -
INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

SOL E CÉU CLAROS, MAS COM MUITO VENTO, APÓS A GEADA, TROUXERAM UMA SENSAÇÃO ATÉRMICA NEGATIVA EM 10 MUNICÍPIOS DAS
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

HÁ 20 ANOS QUE A NOSSA EDUCAÇÃO ESTÁ ENSINANDO CONTEÚDOS E FORMANDO GENTE PARA TAREFAS DO SÉCULO PASSADO. A ORGANIZAÇÃO E
CAMINHO NATURAL DA  EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

CAMINHO NATURAL DA EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

NAS MÃOS DE PROFISSIONAIS O SETOR SE TORNARIA MAIS PRODUTIVO E SEM INTERFERÊNCIA IDEOLÓGICA, PARTIDÁRIA E DE CONTEÚDOS EXÓTICOS. O Ensino
ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

BARRAGEM QUE ABASTECE CRICIÚMA E REGIÃO ESTÁ COM 10% DE SUA CAPACIDADE DE ESTOCAGEM. CIDADES, INDÚSTRIAS E AGRICULTURA PODEM TER
CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

DADOS IMPORTANTES REVELAM QUE DEPOIS DA PANDEMIA PROVAVELMENTE O MUNDO PRECISARÁ MUITO DE ALIMENTOS E O BRASILEIRO PRECISARÁ COMER E RECUPERAR SUA
FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

RAUL SEIXAS E SÍLVIO BRITO JÁ PREVIAM ISSO HÁ MAIS DE 30 ANOS: O DIA EM QUE A TERRA PAROU
O DESAFIO DA RECUPERAÇÃO DO PAÍS APÓS A PANDEMIA – Infraestrutura, recuperação de empresas e competitividade.

O DESAFIO DA RECUPERAÇÃO DO PAÍS APÓS A PANDEMIA – Infraestrutura, recuperação de empresas e competitividade.

APÓS VENCIDA A BATALHA PELA VIDA E AS REFORMAS, VEM A BUSCA DA CONFIANÇA DE INVESTIDORES INTERNACIONAIS PARA RECUPERAÇÃO DA

Lages terá uma das maiores fábricas de madeiras da América Latina


Esta postagem foi publicada em 7 de fevereiro de 2018 Notícias em Destaques Slide Topo.

O ponto alto da cerimônia desta terça-feira no Teatro Marajoara foi a assinatura do protocolo de intenções para a implantação em Lages de uma das maiores unidades de produção de placas de MDF, MDP e HDF da América Latina: a segunda unidade da Berneck em SC.

Com um investimento de R$ 800 milhões na primeira fase, vai gerar 550 empregos diretos e mais 1.500 indiretos, com a logística e o impacto da movimentação de matéria prima até a fábrica, nos serviços e nos postos de combustíveis.

O prefeito Antônio Ceron disse que o que a importância da fábrica não é tanto pelo impacto da produção no movimento econômico para o retorno de impostos. É a geração de empregos.

O Governador Raimundo Colombo disse que pode alguém duvidar, mas o investimento é irreversível porque Santa Catarina é o Estado em que a crise chegou por último e a recuperação chegou primeiro. Contou sobre a luta para convencer a empresa a investir em Lages. Foram algumas viagens a Curitiba e muitas reuniões de sua equipe com a diretoria, liderada pelo empresário Gilson Berneck, “um empresário corajoso, ousado, visionário e com os pés no chão”, observou.

As tratativas demandaram dois anos, quase o tempo do cronograma de implantação da unidade, que entra em funcionamento em 2020. Por duas vezes Gilson Berneck disse que ainda não era hora de investir. A decisão veio em setembro do ano passado, explicou o governador.

O Governo do Estado cuidou dos incentivos fiscais, das questões de sua competência, como energia e encaminhamentos de projetos. E o município disponibilizou a área para localização e o suporte de competência local.

O presidente da empresa, Gilson Berneck, disse que a unidade será idêntica à de Curitibanos, a maior do gênero até aqui na América Latina. Vai produzir placas (MDF, MDP e HDF), serrados de pinus e energia elétrica.

Sobre a implantação da unidade em Lages, o Governo do Estado assegurou recursos na ordem de R$ 3,3 milhões para aquisição de terreno por parte do Município. Por sua vez, após a desapropriação, o Município abrirá uma chamada pública de empresas com interesse na área para credenciamento, em conformidade com a legislação. A prefeitura deverá criar uma área industrial para tal fim. Ou seja, a Berneck deverá participar rigorosamente do trâmite juntamente a outros empreendimentos.


92 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-