Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
AGORA À NOITE SAÍRAM AS VENCEDORAS DO FESTIVAL “UMA CANÇÃO PARA CRICIÚMA”/SC – Aqui as 3 campeãs, a melhor letra, o melhor intérprete e a melhor torcida.

AGORA À NOITE SAÍRAM AS VENCEDORAS DO FESTIVAL “UMA CANÇÃO PARA CRICIÚMA”/SC – Aqui as 3 campeãs, a melhor letra, o melhor intérprete e a melhor torcida.

JÁ FOI ANUNCIADA A PREPARAÇÃO DA EDIÇÃO DO ANO QUE VEM DESSE ESPETÁCULO QUE MEXEU COM O POVO E MOBILIZOU
DEPUTADO OBTÉM COMPROMISSO DO GOVERNADOR PARA CONCLUSÃO DE OBRAS – Hospital em Lages e Serra do Corvo Branco serão concluídos com recursos próprios.

DEPUTADO OBTÉM COMPROMISSO DO GOVERNADOR PARA CONCLUSÃO DE OBRAS – Hospital em Lages e Serra do Corvo Branco serão concluídos com recursos próprios.

DEMAIS OBRAS DEPENDERÃO DE FINANCIAMENTOS A SEREM BUSCADOS NO ANO QUE VEM, MAS EQUIPAMENTOS DO HOSPITAL TERÃO LICITAÇÃO ANA QUE VEM. Último
NOVA FRENTE PARLAMENTAR VAI CONTRIBUIR COM O MODELO PRODUTIVO CATARINENSE – A Frente do Agronegócio, Turismo Rural e Tradicionalismo é ideia inteligente.

NOVA FRENTE PARLAMENTAR VAI CONTRIBUIR COM O MODELO PRODUTIVO CATARINENSE – A Frente do Agronegócio, Turismo Rural e Tradicionalismo é ideia inteligente.

SANTA CATARINA É MODELO AO BRASIL EM AGROINDÚSTRIAS, COOPERATIVISMO E EQUILÍBRIO SÓCIO ECONÔMICO. O sucesso do setor produtivo catarinense é consequência
NOVO PARTIDO DE BOLSONARO ESTÁ EM ALTA EM SC – Meta é de 1.000 novos membros/dia e diretórios municipais já.

NOVO PARTIDO DE BOLSONARO ESTÁ EM ALTA EM SC – Meta é de 1.000 novos membros/dia e diretórios municipais já.

  "ALIANÇA PELO BRASIL" VIRA O FATO POLÍTICO DA SEMANA E BOMBA NAS REDES SOCIAIS E MÍDIA IMPRESSA DO INTERIOR. Perfil oficial
LANÇADA NOVA FRENTE PARLAMENTAR – A do Agronegócio, Turismo Rural e Cultura Tradicionalista.

LANÇADA NOVA FRENTE PARLAMENTAR – A do Agronegócio, Turismo Rural e Cultura Tradicionalista.

Foi nesta quarta, 13, na ALESC, reunindo representantes destes importantes setores do bem sucedido modelo produtivo catarinense. Na mesa dos trabalhos
OPINIÃO – MINISTRO PAULO GUEDES TEM RAZÃO – A Lei de Responsabilidade Fiscal é inócua sem a cultura da responsabilidade nos gastos.

OPINIÃO – MINISTRO PAULO GUEDES TEM RAZÃO – A Lei de Responsabilidade Fiscal é inócua sem a cultura da responsabilidade nos gastos.

PARA NÓS AQUI DO PORTAL O PODER PÚBLICO JÁ NASCEU COBRADOR DE IMPOSTOS E EXPLORADOR DAS RIQUEZAS NATURAIS E DAS
MUNICÍPIOS SÃO UM FARDO A MAIS PARA O CIDADÃO – Mas só enxugando a folha da Prefeitura e da Câmara já não é preciso incorporação.

MUNICÍPIOS SÃO UM FARDO A MAIS PARA O CIDADÃO – Mas só enxugando a folha da Prefeitura e da Câmara já não é preciso incorporação.

BASTA SUBSTITUIR O LEGISLATIVO POR UM CONSELHO SEM SALÁRIO QUE REDUZ O QUADRO E MELHORA O RESULTADO. OPINIÃO Quando as câmaras de
BEM HUMORADAS DO FUTEBOL NO PORTAL – Técnicos param em pé enquanto os jogadores querem. Dos que derrubaram o chefe só as raposas velhas perderam.

BEM HUMORADAS DO FUTEBOL NO PORTAL – Técnicos param em pé enquanto os jogadores querem. Dos que derrubaram o chefe só as raposas velhas perderam.

TÉCNICO DE FUTEBOL ATÉ PARECE MINISTRO DA EDUCAÇÃO: SE O APARELHAMENTO IDEOLÓGICO, OS MANISFESTANTES E OS GREVISTAS RESOLVEREM, DERRUBAM. Como é

Lages conquista prêmio nacional com projeto de compostagem do lixo


Esta postagem foi publicada em 28 de dezembro de 2017 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

Município conquistou o primeiro lugar entre 300 inscritos em todo o Brasil e receberá R$ 985 mil para implementação do programa

A Prefeitura de Lages conquistou o primeiro lugar nacional no prêmio 1º Edital de Compostagem, lançado pelo Ministério do Meio Ambiente e pela Caixa Econômica Federal. O resultado foi publicado no Diário Oficial da União e apresentado nesta terça-feira, dia 26 de dezembro, ao prefeito Antonio Ceron e ao vice Juliano Polese.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente e pelo Centro de Ciências Agroveterinárias da Universidade do Estado de Santa Catarina (CAV Udesc), o projeto intitulado Lixo orgânico zero em Lages receberá R$ 985 mil para a implantação do programa.

Das 300 propostas inscritas de todo o país, apenas 11 foram selecionadas. Além de Lages, na primeira posição geral, foram classificadas também, em ordem do segundo ao 11º lugar, a Prefeitura de Florianópolis/SC, Prefeitura de Santos/SP, Prefeitura de Rancho Queimado/SC, Prefeitura de Maracaju/MS, Prefeitura de Sertãozinho/SP, Consórcio do Complexo Nascentes do Pantanal/MT, Prefeitura de Igarapé/MG, Prefeitura de Palotina/PR, Prefeitura de Herval/RS e Prefeitura de Tacuru/MS.

Projeto de Lages contemplou toda a rede pública de ensino

Todo o projeto lageano utiliza-se da técnica de minicompostagem ecológica, desenvolvida pelo CAV e aplicada entre 2013 e 2015 em quase todas as escolas públicas de Lages. Coordenados pela pedagoga Silvia Oliveira, pelo agrônomo Germano Güttler e pela bióloga Márcia Spiller, os trabalhos incentivaram a implantação de hortas e jardins nas escolas. E como efeito, muitos estudantes levaram a dinâmica para as suas casas.

Assim, boa parte dos produtos orgânicos que antes era levada ao aterro sanitário, como cascas e restos de frutas, legumes, hortaliças, folhas, gramas e podas de plantas, passou a ser utilizada nas próprias residências como material de adubo para pequenas lavouras orgânicas. A partir daí, ampliou-se também a possibilidade de reaproveitamento de materiais secos, garantindo mais renda aos catadores e cooperativas de reciclagem de lixo.

Meta é reduzir em 40% o volume de orgânicos no aterro sanitário

Agora, com os R$ 985 mil conquistados no prêmio nacional, a Prefeitura de Lages e o CAV têm dois anos para desenvolver o programa. A principal meta é abranger dez mil residências, inclusive as futuras casas do Complexo Ponte Grande e os condomínios do Minha Casa Minha Vida, proporcionando uma redução de 40% do total de orgânicos enviados ao aterro sanitário.

Isso será possível por meio de um intenso trabalho de mídia, seminários, orientação nos bairros, distribuição de mudas, acompanhamento técnico, palestras e oficinas nas escolas.

“Vamos aproveitar em casa aquilo que está lá e pode gerar renda, sem causar impacto ao meio ambiente”, diz a pedagoga Silvia.

“A conquista desse prêmio levou o nome de Lages a um âmbito nacional, e agora vamos agir para fazer a nossa cidade se tornar uma referência para o Brasil”, completa o agrônomo Germano.

O prefeito Antonio Ceron e o vice Juliano Polese se empolgaram com o projeto e garantiram todo o apoio da Prefeitura para a implantação e o sucesso das ações.

“É motivo de muito orgulho para nós, e vamos envolver todas as secretarias que possam contribuir. Não podemos perder essa oportunidade de deixar um grande legado para a nossa cidade, pois estamos falando de natureza, de saúde pública e economia”, conclui Ceron.

Foto: Greik Pacheco

 


263 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-