Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
PÚBLICO TAMBÉM FOI ATRAÇÃO NA 2ª NOITE DO FESTIVAL “UMA CANÇÃO PARA CRICIÚMA”/SC – O espetáculo faz parte das comemorações dos 140 anos da cidade.

PÚBLICO TAMBÉM FOI ATRAÇÃO NA 2ª NOITE DO FESTIVAL “UMA CANÇÃO PARA CRICIÚMA”/SC – O espetáculo faz parte das comemorações dos 140 anos da cidade.

Nesta sexta, 15, acontece a 3ª etapa, completando as 36 composições participantes do festival. Sábado será a grande noite. Serão
NOVA FRENTE PARLAMENTAR VAI CONTRIBUIR COM O MODELO PRODUTIVO CATARINENSE – A Frente do Agronegócio, Turismo Rural e Tradicionalismo é ideia inteligente.

NOVA FRENTE PARLAMENTAR VAI CONTRIBUIR COM O MODELO PRODUTIVO CATARINENSE – A Frente do Agronegócio, Turismo Rural e Tradicionalismo é ideia inteligente.

SANTA CATARINA É MODELO AO BRASIL EM AGROINDÚSTRIAS, COOPERATIVISMO E EQUILÍBRIO SÓCIO ECONÔMICO. O sucesso do setor produtivo catarinense é consequência
LANÇADA NOVA FRENTE PARLAMENTAR – A do Agronegócio, Turismo Rural e Cultura Tradicionalista.

LANÇADA NOVA FRENTE PARLAMENTAR – A do Agronegócio, Turismo Rural e Cultura Tradicionalista.

Foi nesta quarta, 13, na ALESC, reunindo representantes destes importantes setores do bem sucedido modelo produtivo catarinense. Na mesa dos trabalhos
OPINIÃO – MINISTRO PAULO GUEDES TEM RAZÃO – A Lei de Responsabilidade Fiscal é inócua sem a cultura da responsabilidade nos gastos.

OPINIÃO – MINISTRO PAULO GUEDES TEM RAZÃO – A Lei de Responsabilidade Fiscal é inócua sem a cultura da responsabilidade nos gastos.

PARA NÓS AQUI DO PORTAL O PODER PÚBLICO JÁ NASCEU COBRADOR DE IMPOSTOS E EXPLORADOR DAS RIQUEZAS NATURAIS E DAS
MUNICÍPIOS SÃO UM FARDO A MAIS PARA O CIDADÃO – Mas só enxugando a folha da Prefeitura e da Câmara já não é preciso incorporação.

MUNICÍPIOS SÃO UM FARDO A MAIS PARA O CIDADÃO – Mas só enxugando a folha da Prefeitura e da Câmara já não é preciso incorporação.

BASTA SUBSTITUIR O LEGISLATIVO POR UM CONSELHO SEM SALÁRIO QUE REDUZ O QUADRO E MELHORA O RESULTADO. OPINIÃO Quando as câmaras de
BEM HUMORADAS DO FUTEBOL NO PORTAL – Técnicos param em pé enquanto os jogadores querem. Dos que derrubaram o chefe só as raposas velhas perderam.

BEM HUMORADAS DO FUTEBOL NO PORTAL – Técnicos param em pé enquanto os jogadores querem. Dos que derrubaram o chefe só as raposas velhas perderam.

TÉCNICO DE FUTEBOL ATÉ PARECE MINISTRO DA EDUCAÇÃO: SE O APARELHAMENTO IDEOLÓGICO, OS MANISFESTANTES E OS GREVISTAS RESOLVEREM, DERRUBAM. Como é
INCORPORAÇÃO DE PEQUENOS MUNICÍPIOS REPERCUTE NOS ESTADOS – Deputado Jerry Comper, da comissão de assuntos municipais/SC é contra.

INCORPORAÇÃO DE PEQUENOS MUNICÍPIOS REPERCUTE NOS ESTADOS – Deputado Jerry Comper, da comissão de assuntos municipais/SC é contra.

DEPUTADO ARGUMENTA QUE É PRECISO FORTALECER, NÃO ENFRAQUECER COMUNIDADES DO INTERIOR.   O presidente da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa
EDUARDO BOLSONARO FAZ PALESTRA EM CRICIÚMA/SC – Foi uma viagem na História, da velha França ao Brasil de Jair Bolsonaro.

EDUARDO BOLSONARO FAZ PALESTRA EM CRICIÚMA/SC – Foi uma viagem na História, da velha França ao Brasil de Jair Bolsonaro.

A PROMOÇÃO E A ORGANIZAÇÃO FOI DA EQUIPE DA COALIZÃO CONSERVADORA LOCAL. O PRIMEIRO COMPROMISSO PÚBLICO OFICIAL DA NOITE FOI UMA

LAGES BUSCA INSERÇÃO NO PLANO DE MOBILIDADE URBANA


Esta postagem foi publicada em 19 de julho de 2017 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

Município está em busca de recursos visando melhorias na mobilidade urbana e na viabilização de novos projetos

A Administração Municipal de Lages planeja investir em vários projetos visando melhorias na mobilidade urbana. Como se sabe, o planejamento é executar a pavimentação de 76 vias por onde passam os coletivos urbanos, e mais outras 20 entram no planejamento e que serão bancadas pelo Município, totalizando 96 ruas. Isso sem contar com o Programa “Minha Rua”, a ser efetivado em parceria com os moradores. Para tratar dessa e de outras questões, nesta segunda-feira (17), esteve em Florianópolis, o secretário de Planejamento e Obras, Claiton Bortoluzzi. No Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), foi entregue uma Carta de Intensões pleiteando recursos oriundos do Programa Pró-Transporte, do Ministério das Cidades, e fundos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Conforme Claiton Bortoluzzi, Lages se enquadra na capacidade de endividamento, como cidade de 100 a 250 mil habitantes, podendo se comprometer com valores de R$ 1 a R$ 30 milhões. “Cabe a nós, a partir do Protocolo de Intensões, encaminhar, até o final deste mês, uma Carta Consulta”, lembrou Claiton.

Por outro lado, Lages ainda não conta com o Plano de Mobilidade Urbana, porém, já está trabalhando nele, e pode pagar pelo projeto via BRDE, através dos mesmos recursos, e, ao mesmo tempo garantir a execução das obras, na medida em que os projetos forem sendo enviados. “O Município ainda tem outras fontes para as pavimentações, via Fundo Social, e via Fundo de Apoio Aos Municípios (Fundam), ambos do Governo do Estado”, salientou o secretário.

 

Recursos do Fundo Social para projetos

Na Secretaria Executiva de Supervisão de Recursos Desvinculados, com Celso Antônio Calcagnotto, Claiton tratou da liberação de recursos do Fundo Social para elaboração e pagamento de projetos. Na ocasião, obteve a garantia de R$ 5 milhões para financiar os projetos de novo Centro Administrativo, e ainda o do antigo Fórum, onde hoje funciona a Fundação Cultural, entre outros que vão contemplar a revitalização de ruas e avenidas. A partir destes projetos prontos e pagos, eles servirão de base para a execução, com recursos provenientes do Fundam, Fundo Social, BRDE e de outras fontes de financiamentos.

 

Revitalização do Centro

Em reunião com o secretário de Estado de Planejamento, Murilo Flores, ele obteve a garantia dos recursos para a revitalização da área central de Lages. O financiamento para a execução da obra vem do Pacto por Santa Catarina, e financiado totalmente pelo Banco do Brasil, e sem a necessidade de contrapartida de parte do Município. A partir da recente aprovação do projeto final, e o devido repasse ao Governo do Estado, inicia-se agora tramitação, para depois ser encaminhado para a licitação. “Nesse caso o que coube ao Município já está tudo resolvido. Passamos agora a aguardar pelo processo burocrático do Governo”, disse Bortoluzzi.

Fotos: Divulgação

 


350 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-