Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
DEPUTADO SUGERE IMPLOSÃO DA PONTE HERCÍLIO LUZ/SC – Jessé Lopes/PSL, é da CPI que investiga suspeitas de irregularidades na reforma dessa ponte.

DEPUTADO SUGERE IMPLOSÃO DA PONTE HERCÍLIO LUZ/SC – Jessé Lopes/PSL, é da CPI que investiga suspeitas de irregularidades na reforma dessa ponte.

O PARLAMENTAR ENTENDE QUE A POPULAÇÃO DE TODO O ESTADO NÃO PODE CONTINUAR PAGANDO POR UMA OBRA INÚTIL E QUE
DEPUTADO SUGERE IMPLOSÃO DE PONTE EM FLORIANÓPOLIS/SC – “Se for corrigido o que já foi gasto em reformas, o montante passará de R$ 1 bilhão”.

DEPUTADO SUGERE IMPLOSÃO DE PONTE EM FLORIANÓPOLIS/SC – “Se for corrigido o que já foi gasto em reformas, o montante passará de R$ 1 bilhão”.

ESTÁ EM ANDAMENTO A CPI DA PONTE HERCÍLIO LUZ, QUE  INVESTIGA SUSPEITA DE MAU USO DO DINHEIRO PÚBLICO EM CONTRATOS
NEM FOI CONCLUÍDA A REFORMA DA PONTE HERCÍLIO LUZ E AS OUTRAS JÁ ESTÃO LARGANDO PEDAÇOS – Está na hora de parar de gastar com pontes em Florianópolis.

NEM FOI CONCLUÍDA A REFORMA DA PONTE HERCÍLIO LUZ E AS OUTRAS JÁ ESTÃO LARGANDO PEDAÇOS – Está na hora de parar de gastar com pontes em Florianópolis.

QUE TAL COMEÇAR A SE PENSAR EM MUDAR A CAPITAL PARA O CENTRO DO ESTADO? Nem foi concluída a reforma da
PEC DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA NO SENADO – Tendência é qualquer inclusão ocorrer por PEC Paralela.

PEC DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA NO SENADO – Tendência é qualquer inclusão ocorrer por PEC Paralela.

COMEÇAM AUDIÊNCIAS PÚBLICAS E VOTAÇÕES SÃO PREVISTAS PARA 5 DE SETEMBRO E 10 DE OUTUBRO. Já é certa a edição na Casa
SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL DE CRICIÚMA – Treinamento foca nova revolução em produtos para a pele.

SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL DE CRICIÚMA – Treinamento foca nova revolução em produtos para a pele.

SÃO MODERNOS RECURSOS PARA VOCÊ MANTER SUA PELE SEMPRE JOVEM,  SAUDÁVEL, BEM ACESSÍVEIS E SUSTENTÁVEIS. Os produtos Forever são concebidos a
DISCUSSÃO SOBRE PONTES REACENDE IDEIA DA MUDANÇA DA CAPITAL – Qual a solução ideal? Gastar dinheiro com pontes, privatizá-las, ou a mudança da administração para o interior?

DISCUSSÃO SOBRE PONTES REACENDE IDEIA DA MUDANÇA DA CAPITAL – Qual a solução ideal? Gastar dinheiro com pontes, privatizá-las, ou a mudança da administração para o interior?

A ideia da mudança da estrutura administrativa da capital para o interior chegou até a constar das disposições transitórias  da
QUANTO VALEM A SOBERANIA DO BRASIL E A DA AMAZÔNIA? – Não serão algumas doações em dólares que irão comprar nossa autodeterminação ambiental.

QUANTO VALEM A SOBERANIA DO BRASIL E A DA AMAZÔNIA? – Não serão algumas doações em dólares que irão comprar nossa autodeterminação ambiental.

CLARO QUE VAMOS PRESERVARA A AMAZÔNIA E QUE PRECISAMOS DE RECURSOS, MAS, NOSSA DIGNIDADE E SOBERANIA NÃO TEM PREÇO. Isso é
ESPAÇO MUNICIPAL – A PÁGINA DA MINHA TERRA: AMPÉRE, A CIDADE DO EMPREGO

ESPAÇO MUNICIPAL – A PÁGINA DA MINHA TERRA: AMPÉRE, A CIDADE DO EMPREGO

Tem inicio hoje a série “ESPAÇO MUNICIPAL”. Objetivo é mostrar as potencialidades e os fatos marcantes dos municípios de nossa

FACISC REPUDIA CRIAÇÃO DE NOVOS CARGOS – E solicita veto ao projeto aprovado na ALESC


bandeira de Santa Catarina
Esta postagem foi publicada em 27 de julho de 2018 Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

FACISC ACABA DE REAGIR FRONTALMENTE CONTRÁRIA A MAIS GASTOS NO TJ/SC

Como última apelação, o presidente da Facisc, Jonny Zulauf, enviou ainda esta semana ofício ao governador interino, desembargador Rodrigo Collaço, que solicita o veto ao  projeto (PLC no. 0014/2018) aprovado na Alesc que cria 462 cargos comissionados no TJ-SC.

O pedido alerta que a polêmica proposta aumentará em R$ 60 milhões a folha de pagamento do Judiciário catarinense.

Representando o setor produtivo, Zulauf alerta e defende que há absoluta falta de recursos financeiros do Estado de Santa Catarina, até para manter o equilíbrio financeiro do ano, pois não haverá recursos para fechar o orçamento em razão do déficit, já confirmado pelo secretário de Estado da Fazenda. “Nosso argumento é a responsabilidade fiscal, da qual o próprio Poder Judiciário é guardião”, ressalta Zulauf no documento enviado ao governador.

 


90 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-