Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
CONHEÇA UM FENÔMENO INTERNACIONAL EM FOLCLORE E ARTES POPULARES – Um espetáculo em coreografia, visual, ritmo, técnica e vigor físico.

CONHEÇA UM FENÔMENO INTERNACIONAL EM FOLCLORE E ARTES POPULARES – Um espetáculo em coreografia, visual, ritmo, técnica e vigor físico.

PELA PRIMEIRA VEZ NO BRASIL, O GRUPO ESTÁ EM CRICIÚMA SE APRESENTANDO NA 31ª FESTA DAS ETNIAS. Veja agora um breve
ABERTA 31ª FESTA  DAS ETNIAS DE CRICIÚMA/SC – Nesse evento há uma união das culturas e costumes de diferentes povos.

ABERTA 31ª FESTA DAS ETNIAS DE CRICIÚMA/SC – Nesse evento há uma união das culturas e costumes de diferentes povos.

ENTRE 10 E 15 DESTE MÊS, 7 DOS POVOS COLONIZADORES PROMOVEM A CONFRATERNIZAÇÃO DAS FAMÍLIAS CRICIUMENSES E A COMUNIDADE NO
NOVO CONGRESSO PROTAGONISTA OPTOU POR AJUDAR NA REVOLUÇÃO SEM TIROS – As melhores revoluções da História foram as feitas por ideias e entendimentos.

NOVO CONGRESSO PROTAGONISTA OPTOU POR AJUDAR NA REVOLUÇÃO SEM TIROS – As melhores revoluções da História foram as feitas por ideias e entendimentos.

O CONGRESSO VIU QUE ERA MELHOR SER PROTAGONISTA QUE ANTAGONISTA E VIROU PARCEIRO DAS REFORMAS. EDITORIAL Exceto alguns mercadores de ilusões, o
SE ALGUÉM SÓ RECEBE APLAUSOS É PORQUE JOGA SÓ PARA A PLATEIA – Toda vez que ralham com a gente capitalizamos uma quota a mais de fama.

SE ALGUÉM SÓ RECEBE APLAUSOS É PORQUE JOGA SÓ PARA A PLATEIA – Toda vez que ralham com a gente capitalizamos uma quota a mais de fama.

"QUEM PRECISA CONSERTAR CORRETAMENTE AS COISAS MEXE COM PRIVILÉGIOS, PERSPECTIVAS DE PODER, INTERESSES E VAIDADES". Este Post não é informe publicitário,
CURIOSIDADES POLÍTICAS DO SUL – Prefeitos lendários ou folclóricos e estratégias infalíveis de cabos eleitorais.

CURIOSIDADES POLÍTICAS DO SUL – Prefeitos lendários ou folclóricos e estratégias infalíveis de cabos eleitorais.

  ANTOLÓGICOS PREFEITOS DE LAGES/SC VIRARAM REFERÊNCIAS EM HABILIDADE POLÍTICA E EM ORIGINALIDADE PARA ADMINISTRAR. O PODER DA DENTADURA E DO CAIXÃO...
ANÁLISE DOS PRESIDENTES DOS ÚLTIMOS 50 ANOS E SEUS PLANOS – Governos da prosperidade e Governos das décadas perdidas e altos e baixos/desde Vargas.

ANÁLISE DOS PRESIDENTES DOS ÚLTIMOS 50 ANOS E SEUS PLANOS – Governos da prosperidade e Governos das décadas perdidas e altos e baixos/desde Vargas.

De Vargas aos dias atuais, uns grupos promoveram saltos no Brasil e outros desperdiçaram os avanços e saíram do Poder
PERSONALIDADES E CELEBRIDADES QUE MERECERIAM VIVER MAIS DE UM SÉCULO -Há pessoas tão iluminadas que só nascem de 100 em 100 anos.

PERSONALIDADES E CELEBRIDADES QUE MERECERIAM VIVER MAIS DE UM SÉCULO -Há pessoas tão iluminadas que só nascem de 100 em 100 anos.

ALGUMAS DELAS: SINATRA, SENNA, EVITA, PAULO-II, KENNEDY, CHICO ANYSIO E MAIS RECENTEMENTE RICARDO BOECHAT. ESTES SÃO ALGUNS DOS IRRETOCÁVEIS. Estão entre
ESTE POST NÃO TEM A PRETENSÃO DE DOUTRINAR, É APENAS NOSSA ANÁLISE DIANTE DA NATUREZA – Veja algumas evidências de que algo supremo existe.

ESTE POST NÃO TEM A PRETENSÃO DE DOUTRINAR, É APENAS NOSSA ANÁLISE DIANTE DA NATUREZA – Veja algumas evidências de que algo supremo existe.

FENÔMENOS, EVENTOS E TAMBÉM RESPOSTAS SEVERAS A QUEM OUSA DESAFIÁ-LO OU DESPREZÁ-LO. REFLEXÕES DO SITE Há fenômenos e eventos que regem sua

DOIS MESES SEM DOM ONERES – Um religioso da era moderna


1701879
Esta postagem foi publicada em 21 de agosto de 2017 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

Nesta sexta feira dia 27, completam 60 dias sem Dom Oneres Marchiori, um bispo que pode ser considerado um marco em nossa diocese: antes e depois dele. Sua morte, aos 84 anos, foi decorrente de complicações do Diabetes.

Além de ter sido um bispo moderno, marcou sua passagem por pautar sua vida pela defesa das causas humanitárias. Também se notabilizou pela intensa participação nos movimentos sociais e nas lutas pelos projetos relacionados ao desenvolvimento regional. Exemplos: as reivindicações pelas obras da BR-282 e a criação da Universidade do Planalto.

Poderemos dizer que o Dom Oneres foi mais um líder que nos deixou muito cedo e que vai fazer falta e deixar saudade. Sua despedida foi num dos velórios de maior público e um cenário de muita emoção, sentimento de perda e tristeza, na Catedral.

Ele nasceu em Carazinho/RS, de onde saiu aos 16 anos para estudar no Seminário de Lages. Em 1956 foi cursar Teologia em Roma/IT. Em 1977 foi ordenado bispo e nomeado para a Diocese de Caçador onde ficou por seis anos.

De Caçador veio para Lages e comandou nossa Diocese por 23 nos, quando renunciou ao cargo e ainda continuava no sacerdócio na missão de orientador espiritual, palestrante e conselheiro como Bispo Emérito. Foi uma referência no ecumenismo.

Tese sobre a morte

Há uma tese em relação à morte que mais uma mais uma vez se confirma: o bispo faleceu bem antes do que se imaginava. Dizem que há pessoas que vêm a este mundo com a missão de serem boas. Estas geralmente se vão mais cedo, até para que fique o vazio, a lacuna e agente diga: mais um que só fazia o bem nos deixou e vai fazer falta.

Por outro lado, há pessoas que vêm a este mundo para praticar o mal, fazer calo na língua com críticas destrutivas, intrigas e judiar do semelhante. Em fim, destilar veneno e semear o ódio. Estas duram muito além da média. A constatação é a de que tem a função de fazer o mal, então precisam viver muito para cumprir a missão.

Duas frases do bispo

Revivo aqui duas frases proferidas por Dom Oneres. Certa vez, num movimento pró-BR-282, ele disse: “já não tenho mais nem inspiração para rezar pelas obras da 282”.

Certa vez eu viajava com ele para Urubici, cobrir uma sessão de crisma naquela paróquia. No meio do acesso pela Serra do Panelão há uma fonte de água cristalina. Paramos para tomar uns goles e contemplar a natureza.

Após um instante de silêncio, ele disse: Após a água passar por sete pedras estará purificada! Podemos bebê-la usar para o batismo. UM sábio disse isso ao ensinar uma dona de casa pobre a fazer sopa de pedras com água do rio.

DOM ONERES

 

 


298 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-