Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
AGORA À NOITE SAÍRAM AS VENCEDORAS DO FESTIVAL “UMA CANÇÃO PARA CRICIÚMA”/SC – Aqui as 3 campeãs, a melhor letra, o melhor intérprete e a melhor torcida.

AGORA À NOITE SAÍRAM AS VENCEDORAS DO FESTIVAL “UMA CANÇÃO PARA CRICIÚMA”/SC – Aqui as 3 campeãs, a melhor letra, o melhor intérprete e a melhor torcida.

JÁ FOI ANUNCIADA A PREPARAÇÃO DA EDIÇÃO DO ANO QUE VEM DESSE ESPETÁCULO QUE MEXEU COM O POVO E MOBILIZOU
DEPUTADO OBTÉM COMPROMISSO DO GOVERNADOR PARA CONCLUSÃO DE OBRAS – Hospital em Lages e Serra do Corvo Branco serão concluídos com recursos próprios.

DEPUTADO OBTÉM COMPROMISSO DO GOVERNADOR PARA CONCLUSÃO DE OBRAS – Hospital em Lages e Serra do Corvo Branco serão concluídos com recursos próprios.

DEMAIS OBRAS DEPENDERÃO DE FINANCIAMENTOS A SEREM BUSCADOS NO ANO QUE VEM, MAS EQUIPAMENTOS DO HOSPITAL TERÃO LICITAÇÃO ANA QUE VEM. Último
NOVA FRENTE PARLAMENTAR VAI CONTRIBUIR COM O MODELO PRODUTIVO CATARINENSE – A Frente do Agronegócio, Turismo Rural e Tradicionalismo é ideia inteligente.

NOVA FRENTE PARLAMENTAR VAI CONTRIBUIR COM O MODELO PRODUTIVO CATARINENSE – A Frente do Agronegócio, Turismo Rural e Tradicionalismo é ideia inteligente.

SANTA CATARINA É MODELO AO BRASIL EM AGROINDÚSTRIAS, COOPERATIVISMO E EQUILÍBRIO SÓCIO ECONÔMICO. O sucesso do setor produtivo catarinense é consequência
NOVO PARTIDO DE BOLSONARO ESTÁ EM ALTA EM SC – Meta é de 1.000 novos membros/dia e diretórios municipais já.

NOVO PARTIDO DE BOLSONARO ESTÁ EM ALTA EM SC – Meta é de 1.000 novos membros/dia e diretórios municipais já.

  "ALIANÇA PELO BRASIL" VIRA O FATO POLÍTICO DA SEMANA E BOMBA NAS REDES SOCIAIS E MÍDIA IMPRESSA DO INTERIOR. Perfil oficial
LANÇADA NOVA FRENTE PARLAMENTAR – A do Agronegócio, Turismo Rural e Cultura Tradicionalista.

LANÇADA NOVA FRENTE PARLAMENTAR – A do Agronegócio, Turismo Rural e Cultura Tradicionalista.

Foi nesta quarta, 13, na ALESC, reunindo representantes destes importantes setores do bem sucedido modelo produtivo catarinense. Na mesa dos trabalhos
OPINIÃO – MINISTRO PAULO GUEDES TEM RAZÃO – A Lei de Responsabilidade Fiscal é inócua sem a cultura da responsabilidade nos gastos.

OPINIÃO – MINISTRO PAULO GUEDES TEM RAZÃO – A Lei de Responsabilidade Fiscal é inócua sem a cultura da responsabilidade nos gastos.

PARA NÓS AQUI DO PORTAL O PODER PÚBLICO JÁ NASCEU COBRADOR DE IMPOSTOS E EXPLORADOR DAS RIQUEZAS NATURAIS E DAS
MUNICÍPIOS SÃO UM FARDO A MAIS PARA O CIDADÃO – Mas só enxugando a folha da Prefeitura e da Câmara já não é preciso incorporação.

MUNICÍPIOS SÃO UM FARDO A MAIS PARA O CIDADÃO – Mas só enxugando a folha da Prefeitura e da Câmara já não é preciso incorporação.

BASTA SUBSTITUIR O LEGISLATIVO POR UM CONSELHO SEM SALÁRIO QUE REDUZ O QUADRO E MELHORA O RESULTADO. OPINIÃO Quando as câmaras de
BEM HUMORADAS DO FUTEBOL NO PORTAL – Técnicos param em pé enquanto os jogadores querem. Dos que derrubaram o chefe só as raposas velhas perderam.

BEM HUMORADAS DO FUTEBOL NO PORTAL – Técnicos param em pé enquanto os jogadores querem. Dos que derrubaram o chefe só as raposas velhas perderam.

TÉCNICO DE FUTEBOL ATÉ PARECE MINISTRO DA EDUCAÇÃO: SE O APARELHAMENTO IDEOLÓGICO, OS MANISFESTANTES E OS GREVISTAS RESOLVEREM, DERRUBAM. Como é

UM DESAFIO DA ENGENHARIA À NATUREZA – A construção da estrada da Serra do Rio do Rastro uma das maravilhas feitas pelo homem.


Serra do rio do rastro
Esta postagem foi publicada em 21 de outubro de 2019 Destaques 5, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

NOS TEMPOS DAS TROPEADAS O SERRANO LEVAVA CHARQUE E COURO PELA TRILHA DE CHÃO BATIDO E TRAZIA SAL, AÇÚCAR, FARINHA E HORTIGRANJEIROS NO LOMBO DE MULAS.

 

Veja acima o esplendor da natureza.

 

Veja abaixo a obra que à noite é iluminada:

serra rio do rastro

 

serra-a-noite.jpg.

serra rio do rastro

 

Mapa-Serra

As obras da Serra do Rio do Rastro foram um desafio da engenharia à natureza. Nos velhos tempos, tropeiros levavam charque e traziam, especialmente: sal, açúcar e farinha.

Alguns produtos da lavoura eram os preferidos, entre eles, o milho verde, batata e aipim. Na Serra Catarinense, devido ao frio, não era tradição plantar milho e feijão. Coisas da cultura da época do lugar. Hoje, a região é um celeiro de grãos.

HISTÓRIAS DA SERRA DO RIO DO RASTRO

Uma bela história que conta um amigo, leitor aqui do Eron Portal, cujo pai foi tropeiro nos tempos das mulas. O tropeiro levava charque ao Sul do Estado e trazia mantimentos como: sal, açúcar, café, farinha e outros.

Certa vez vendeu toda a carga de charque. No último armazém entregou as últimas mantas de charque. Mas não é que se esqueceu do presente da namorada: uma manta de charque!…

Ao perceber que entregara toda a carga, resolveu comprar a manta para a namorada. O comerciante cobrou o dobro do preço.

Diante da reclamação da careza, o bodegueiro explicou: agora já movimentou a mercadoria. Gerou esse tal de ICMS. Resultado, o tropeiro acabou pagando quase a metade do valor da venda de charque por um pedaço apenas.

Outra história interessante foi a de um lageano que estava num ônibus da Nevatur que perdeu os freios. O sujeito era muito de voto de São Jorge. Portava  um quadro do santo a cavalo debaixo do braço. Numa daquelas o ônibus perdeu os freios e desceu batendo pelos barrancas. Parou quase pendurado na montanha.

Logo que o ônibus disparou ele havia gritado por socorro: valha-me São Jorge! O pessoal olhou e estava só o cavalo no quadro. O Santo já havia pulado na primeira curva.

Outra história interessante é a do avô do Joaquim Goulat Jr. Numa das corvas dos tempos das tropas de mulas, havia uma pedra que colocava em risco as tropas e as cargas. Durante três dias eles fizeram fogo na pedra, aqueciam água e jogavam até trincar a pedra. Foi assim que desbravaram os primeiro caminhos.

Até o João Cardoso, ex-vice-prefeito de Lages e atual juiz aposentado, disse que na época das tropas as estradas eram traçadas com ajuda de um burro. Largavam o bicho morro acima e iam abrindo a picada a facão.

Quer dizer, o engenheiro da época era um burro. Mas o João garante que não mudou muito.

Hoje a serventia da Serra é bem diferente. É ponto de contemplação por milhares de pessoas.

Veja mais no link abaixo, um vídeo de que compartilhamos.


585 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-