Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
OS PERIGOS POR TRÁS DO QUE COMEMOS – Na aparência da folha de alface pode haver fezes e no miolo da maçã venenos sistêmicos.

OS PERIGOS POR TRÁS DO QUE COMEMOS – Na aparência da folha de alface pode haver fezes e no miolo da maçã venenos sistêmicos.

Será que não estão banhado sua salada com água do rio cheio de cocô? Será que as frutas não tem
O BRASIL É O ESTRATO DA DIVERSIDADE E DAS MINORIAS – Plural em tudo: constituição demográfica, formação politica, econômica e histórica.

O BRASIL É O ESTRATO DA DIVERSIDADE E DAS MINORIAS – Plural em tudo: constituição demográfica, formação politica, econômica e histórica.

Uns governos fizeram o bem; outros o mal e usaram nossos valores originais em favor de seus projetos. Descaracterizaram um
HOJE: CORINTHIANS 1, FLAMENGO, 1 – NO FUTEBOL DOS IGNORANTES ESPORTIVOS SÓ VALE VITÓRIA E TAÇA.

HOJE: CORINTHIANS 1, FLAMENGO, 1 – NO FUTEBOL DOS IGNORANTES ESPORTIVOS SÓ VALE VITÓRIA E TAÇA.

Foi um grade jogo o de hoje na Arena Corinthians. Com esse 1 a 1 os dois continuam rigorosamente empatados
INAUGURADA MODERNA UPA – PREFEITURA REABILITOU UM CONVÊNIO E CONCLUIU UMA OBRA ABANDONADA – Foi inaugurada neste sábado, às 10h, em Lages/SC.

INAUGURADA MODERNA UPA – PREFEITURA REABILITOU UM CONVÊNIO E CONCLUIU UMA OBRA ABANDONADA – Foi inaugurada neste sábado, às 10h, em Lages/SC.

Quando só se fala em milhares de obras paralisadas é bom saber da inauguração de uma UPA de R$ 4 
TEU MAIOR PATRIMÔNIO É TEU “EU”. ELE É QUEM TUDO GRAVITA – Seus itens mais valiosos: capacidade de fazer, integridade e poder de cativar. (Esta é uma postagem na 2ª pessoa).

TEU MAIOR PATRIMÔNIO É TEU “EU”. ELE É QUEM TUDO GRAVITA – Seus itens mais valiosos: capacidade de fazer, integridade e poder de cativar. (Esta é uma postagem na 2ª pessoa).

Os bens materiais são consequência desses diferenciais que são potencializados pelas circunstâncias ou pelas oportunidades da vida. É por aí
A PÁGINA DA FOREVER ÁGUIAS SERRANAS (NÚCLEO LAGES) – Empreendedores em ritmo de muito trabalho. Rede e vendas crescem!

A PÁGINA DA FOREVER ÁGUIAS SERRANAS (NÚCLEO LAGES) – Empreendedores em ritmo de muito trabalho. Rede e vendas crescem!

Uma semana cheia com novas oportunidades, novos empreendedores e cada vez mais aceitação de nossos produtos. Programação cumprida na semana. Maria Helena
SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL – Um mês cheio de resultado, acontecimentos e diversão.

SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL – Um mês cheio de resultado, acontecimentos e diversão.

Confraternização dos empreendedores destaques num final de semana em Termas de Gravatal/SC. Mas tem mais conquistas! ........ Coisa linda de se ver! Top
HÁ UM NOVO CONCEITO DE CAMPANHA NO AR: REDES SOCIAIS SEPULTARAM O “SANTINHO” – Ano que vem será de eleição: menos papel na rua e menos gastos inúteis. A vez é da selfie!

HÁ UM NOVO CONCEITO DE CAMPANHA NO AR: REDES SOCIAIS SEPULTARAM O “SANTINHO” – Ano que vem será de eleição: menos papel na rua e menos gastos inúteis. A vez é da selfie!

Nova política, novo jeito de fazer campanha, com menos poluição, menos corrupção e dinheiro posto no ralo. A ÚLTIMA CAMPANHA ELEITORAL

UM DESAFIO DA ENGENHARIA À NATUREZA – A construção da estrada da Serra do Rio do Rastro uma das maravilhas feitas pelo homem.


Serra do rio do rastro
Esta postagem foi publicada em 9 de outubro de 2018 Destaques 5, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

NOS TEMPOS DAS TROPEADAS O SERRANO LEVAVA CHARQUE E COURO PELA TRILHA DE CHÃO BATIDO E TRAZIA SAL, AÇÚCAR, FARINHA E HORTIGRANJEIROS NO LOMBO DE MULAS.

 

Veja acima o esplendor da natureza.

 

Veja abaixo a obra eu à noite é iluminada:

serra rio do rastro

 

serra-a-noite.jpg.

serra rio do rastro

 

Mapa-Serra

As obras da Serra do Rio do Rastro foram um desafio da engenharia à natureza. Nos velhos tempos, tropeiros levavam charque e traziam, especialmente, sal, açúcar e farinha. Alguns produtos da lavoura eram os preferidos, entre eles, o milho verde, batata e aipim. Na Serra, devido ao frio,  não era tradição plantar milho e feijão. Coisas da cultura da época. Hoje a região é um celeiro de grãos.

Histórias da Serra do Rio do do Rastro

Conta um amigo meu, cujo pai foi tropeiro nos tempos das mulas, levava charque ao Sul do Estado. Trazia os mantimentos como: sal, açúcar, café, farinha e outros. Certa vez vendeu toda a carga de charque. No último armazém entregou as últimas mantas de charque. Mas não é que  se esqueceu  do presente da namorada: uma manta de charque. Ao perceber que entregara toda a carga, resolveu comprar a manta para a namorada. O comerciante cobrou o dobro do preço. Ao reclamar da careza, o bodegueiro explicou: agora já movimentou a mercadoria. Gerou esse tal de ICMS. Acabou pagando quase a metade do valor da venda por um pedaço apenas.

Outra história interessante foi a de um lageano que estava num ônibus da Nevatur que perdeu os freios. O sujeito era muito de voto de São Jorge. Portava  um quadro do santo a cavalo debaixo do braço. Numa daquelas o ônibus perdeu os freios e desceu batendo pelos barrancas. Parou quase pendurado na montanha. Logo que o ônibus disparou ele havia gritado por socorro: valha-me São Jorge! O pessoal olhou e estava só o cavalo no quadro. O São Jorge havia pulado na primeira curva.

Outra história interessante é a do avô do Joaquim Goulat Jr. Numa das corvas dos tempos das tropas de mulas, havia uma pedra que colocava em risco as tropas e as cargas. Durante três dias eles fizeram fogo na pedra, aqueceram água e jogaram até trincá-la. Foi assim que desbravaram os primeiro caminhos.

Até o João Cardoso, ex-vice-prefeito de Lages e atual juiz aposentado, disse que na época das tropas as estradas eram traçadas com ajuda de um burro. Largavam o bicho moro acima e iam abrindo a picada a facão. Isto é, o engenheiro da época era um burro. Mas o João garante que não mudou muito.

Hoje a serventia da Serra é bem diferente. É ponto de contemplação por milhares de pessoas.

Veja mais no link abaixo, um vídeo de que compartilhamos.


407 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-