Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
O HOMEM DEVERIA APRENDER MAIS COM OS ANIMAIS – Estes amam e não abandonam o semelhante. Até morrem por ele, se for preciso.

O HOMEM DEVERIA APRENDER MAIS COM OS ANIMAIS – Estes amam e não abandonam o semelhante. Até morrem por ele, se for preciso.

Homem constrói muros e fecha portas para excluídos. Excluídos por culpa dele mesmo. Não dá ouvidos a fugitivos de desastres
AS BEM HUMORADAS DO FRIO NO ERON PORTAL – Escolheu morar no Sul, então aguenta o repuxo!

AS BEM HUMORADAS DO FRIO NO ERON PORTAL – Escolheu morar no Sul, então aguenta o repuxo!

SE FOR TURISTA, NÃO TE MIXA, LAGARTIXA! Toma um mate ou um café bem quente! Taca a chicolateira na brasa
FRIO CHEGOU ÀS SERRAS GAÚCHA E CATARINENSE – Nos pontos mais altos já está abaixo de zeroºC. – Urupema/SC virou quase um freezer no Morro das Torres. Pode nevar lá hoje.

FRIO CHEGOU ÀS SERRAS GAÚCHA E CATARINENSE – Nos pontos mais altos já está abaixo de zeroºC. – Urupema/SC virou quase um freezer no Morro das Torres. Pode nevar lá hoje.

Começou a chover a partir das 4 da manhã em Lages. É esperado muito vento nesta manhã. Mesmo com um inverno
CÂMARA DE VEREADORES DE LAGES/SC APROVA LEI REVOLUCIONÁRIA – Marido que bater na mulher pode ter uma pena a mais.

CÂMARA DE VEREADORES DE LAGES/SC APROVA LEI REVOLUCIONÁRIA – Marido que bater na mulher pode ter uma pena a mais.

Essa punição suplementar será o impedimento de ser contratado como servidor da Casa. Saiba mais a seguir. Projeto de Lei do
QUANDO ESTOURAR A NOVA LAVA JATO SERÁ UM DEUS ACUDA – Lava Câmbio e Lava Prato Feito são munições de uma bomba de potencial incalculável

QUANDO ESTOURAR A NOVA LAVA JATO SERÁ UM DEUS ACUDA – Lava Câmbio e Lava Prato Feito são munições de uma bomba de potencial incalculável

Muita gente já sabe que estão evolvidos na "Operação Câmbio" uns 33 doleiros e que a Operação Prato Feito é
MINISTRO QUER UM TIRO DE CANHÃO NOS PRIVILÉGIOS E NO DÉFICIT – Mas, se deixar a classe política faz virar num tiro de espingarda.

MINISTRO QUER UM TIRO DE CANHÃO NOS PRIVILÉGIOS E NO DÉFICIT – Mas, se deixar a classe política faz virar num tiro de espingarda.

Além do efeito sanfona - avança e recua - a PEC da Previdência sofre alterações e cortes que são justificados
SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL – Ontem foi dia de Workshop e muito conhecimento de produtos e negócios.

SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL – Ontem foi dia de Workshop e muito conhecimento de produtos e negócios.

Mais de uma centena de empreendedores participaram, desde às 18:30 h. Foram gerentes, assistentes de gerentes, empreendedores ativos e coordenadores dos
BEM HUMORADAS DO FUTEBOL NO ERON PORTAL – Ainda nem passamos pelo Paraguai e já há torcedor pensando na Argentina!

BEM HUMORADAS DO FUTEBOL NO ERON PORTAL – Ainda nem passamos pelo Paraguai e já há torcedor pensando na Argentina!

E parte da crônica também entra na arrogância. Esquece que melhor que a Argentina ainda existe uma Colômbia e um

QUAIS AS SAÍDAS PARA O EQUILÍBRIO FISCAL? UMA: CORTES PROFUNDOS NO FUNCIONALISMO INEFICIENTE E NOS PRIVILÉGIOS – O carrapato já está quase do tamanho da vaca (o Estado).


CONGRESSO
Esta postagem foi publicada em 25 de abril de 2019 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

GRANDE PARTE DOS SERVIDORES ESTÁVEIS, COMISSIONADOS E ASSESSORES JÁ SE CONSIDERA DONA DO ESTADO. A CONTINUAR ASSEM, RECEBERÃO O HOLERITE VAZIO.

Não estamos generalizando, pois há a parcela de gente do bem e que cuida do cidadão. Estamos falando é dos oportunistas e privilegiados.

O fato é que nem se tem ideia da extensão e da profundidade dos cortes da tesoura na ação administrativa que os governos das três esferas da federação terão de executar daqui para a frente.

Porém, da necessidade de redução de funcionários públicos só fazendo peso todos sabemos. Já beira a 80% da receita os gastos com Previdência e folha de pagamento, em muitos casos. Daqui um pouco chegará a 100% e o contracheque virá vazio.

Na Previdência como um todo, por exemplo, só ampliando o tempo de contribuição, a idade para se aposentar e criando contribuições como está no projeto em análise pelo Congresso é que irá diminuir o déficit que já beira os R$ 400 bilhões ano, só na Previdência.

Então, só  cortando os privilégios e criando alíquotas de complemento de Previdência para cada um recolher é que se irá pelo menos estancar o crescimento do rombo é que a Previdência não inviabilizará o poder público.

E é preciso que o Congresso vote como fez a Câmara Municipal de São Paulo, recentemente: sem ouvir os rumores interesseiros das galerias.

Desafio quase do mesmo tamanho será arrumar o quadro dos servidores ativos. Será preciso adequar o número às necessidades para a prestação dos serviços à população. E nos municípios já se fala em déficit só na Previdência quase igual ao da esfera federal. Assim que comecem a se aposentar os que entraram nos municípios com os repasses de atribuições vamos perceber o tamanho do problema.

E com relação ao número de servidores, o que mais aumenta é o dos municípios. Se a transferências de atribuições e o aumento na demandas justificam, por outro lado há muito desperdício. E é nas Câmaras de Vereadores que está o ponto nevrálgico da questão: há Câmara onde um vereador tem até 20 assessores.

Se não for feito nada logo, os funcionários públicos, assessores e comissionados irão ficar donos do Estado, do dinheiro público e do povo. Assessor, servidor concursado que tem estabilidade e funcionários em geral já se consideram os donos do Pais. Acham-se acima dos mortais. Nem ligue fora do expediente que já de enquadram como estorvo e invasor da privacidade.

No caso do assessores e comissionados, conforme relata quem lida com o setor público, eles estão lá mais para dificultar a vida do cidadão que para servi-lo. Primeiro querem garantir o seu dinheiro para depois pensar em comprar um bem necessário, um serviço, fazer uma obra ou desenvolver uma ação em beneficio do povo.

Isto está com os dias contados. Se não for devido às reformas será pela falência total do Poder Público.

 


377 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-