Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
CONHEÇA UM FENÔMENO INTERNACIONAL EM FOLCLORE E ARTES POPULARES – Um espetáculo em coreografia, visual, ritmo, técnica e vigor físico.

CONHEÇA UM FENÔMENO INTERNACIONAL EM FOLCLORE E ARTES POPULARES – Um espetáculo em coreografia, visual, ritmo, técnica e vigor físico.

PELA PRIMEIRA VEZ NO BRASIL, O GRUPO ESTÁ EM CRICIÚMA SE APRESENTANDO NA 31ª FESTA DAS ETNIAS. Veja agora um breve
ABERTA 31ª FESTA  DAS ETNIAS DE CRICIÚMA/SC – Nesse evento há uma união das culturas e costumes de diferentes povos.

ABERTA 31ª FESTA DAS ETNIAS DE CRICIÚMA/SC – Nesse evento há uma união das culturas e costumes de diferentes povos.

ENTRE 10 E 15 DESTE MÊS, 7 DOS POVOS COLONIZADORES PROMOVEM A CONFRATERNIZAÇÃO DAS FAMÍLIAS CRICIUMENSES E A COMUNIDADE NO
NOVO CONGRESSO PROTAGONISTA OPTOU POR AJUDAR NA REVOLUÇÃO SEM TIROS – As melhores revoluções da História foram as feitas por ideias e entendimentos.

NOVO CONGRESSO PROTAGONISTA OPTOU POR AJUDAR NA REVOLUÇÃO SEM TIROS – As melhores revoluções da História foram as feitas por ideias e entendimentos.

O CONGRESSO VIU QUE ERA MELHOR SER PROTAGONISTA QUE ANTAGONISTA E VIROU PARCEIRO DAS REFORMAS. EDITORIAL Exceto alguns mercadores de ilusões, o
SE ALGUÉM SÓ RECEBE APLAUSOS É PORQUE JOGA SÓ PARA A PLATEIA – Toda vez que ralham com a gente capitalizamos uma quota a mais de fama.

SE ALGUÉM SÓ RECEBE APLAUSOS É PORQUE JOGA SÓ PARA A PLATEIA – Toda vez que ralham com a gente capitalizamos uma quota a mais de fama.

"QUEM PRECISA CONSERTAR CORRETAMENTE AS COISAS MEXE COM PRIVILÉGIOS, PERSPECTIVAS DE PODER, INTERESSES E VAIDADES". Este Post não é informe publicitário,
CURIOSIDADES POLÍTICAS DO SUL – Prefeitos lendários ou folclóricos e estratégias infalíveis de cabos eleitorais.

CURIOSIDADES POLÍTICAS DO SUL – Prefeitos lendários ou folclóricos e estratégias infalíveis de cabos eleitorais.

  ANTOLÓGICOS PREFEITOS DE LAGES/SC VIRARAM REFERÊNCIAS EM HABILIDADE POLÍTICA E EM ORIGINALIDADE PARA ADMINISTRAR. O PODER DA DENTADURA E DO CAIXÃO...
ANÁLISE DOS PRESIDENTES DOS ÚLTIMOS 50 ANOS E SEUS PLANOS – Governos da prosperidade e Governos das décadas perdidas e altos e baixos/desde Vargas.

ANÁLISE DOS PRESIDENTES DOS ÚLTIMOS 50 ANOS E SEUS PLANOS – Governos da prosperidade e Governos das décadas perdidas e altos e baixos/desde Vargas.

De Vargas aos dias atuais, uns grupos promoveram saltos no Brasil e outros desperdiçaram os avanços e saíram do Poder
PERSONALIDADES E CELEBRIDADES QUE MERECERIAM VIVER MAIS DE UM SÉCULO -Há pessoas tão iluminadas que só nascem de 100 em 100 anos.

PERSONALIDADES E CELEBRIDADES QUE MERECERIAM VIVER MAIS DE UM SÉCULO -Há pessoas tão iluminadas que só nascem de 100 em 100 anos.

ALGUMAS DELAS: SINATRA, SENNA, EVITA, PAULO-II, KENNEDY, CHICO ANYSIO E MAIS RECENTEMENTE RICARDO BOECHAT. ESTES SÃO ALGUNS DOS IRRETOCÁVEIS. Estão entre
ESTE POST NÃO TEM A PRETENSÃO DE DOUTRINAR, É APENAS NOSSA ANÁLISE DIANTE DA NATUREZA – Veja algumas evidências de que algo supremo existe.

ESTE POST NÃO TEM A PRETENSÃO DE DOUTRINAR, É APENAS NOSSA ANÁLISE DIANTE DA NATUREZA – Veja algumas evidências de que algo supremo existe.

FENÔMENOS, EVENTOS E TAMBÉM RESPOSTAS SEVERAS A QUEM OUSA DESAFIÁ-LO OU DESPREZÁ-LO. REFLEXÕES DO SITE Há fenômenos e eventos que regem sua

EDITORIAL – CONGRESSO VIRA PROTAGONISTA E APROVA REFORMA ENVIADA PELO GOVERNO – Vota com folga PEC da Previdência, emblemática para a confiança de investidores.


congresso nascional
Esta postagem foi publicada em 8 de agosto de 2019 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

URGÊNCIA DAS REFORMAS E A NECESSIDADE DE SOBREVIVÊNCIA DA CLASSE POLÍTICA: ISSO PESOU PARA TAMANHA MARGEM A FAVOR DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA.

………………………….

OPINIÃO DO SITE

Congresso-nacional

A primeira reforma foi o povo quem fez: renovou em mais de 50% o Congresso e optou por uma proposta de nova política na sucessão presidencial.

Bem que setores da classe política deram uma de “João sem Braço”, achando que, por necessidade, o Executivo lançaria mão da chave do cofre.

Como isso não veio e o Brasil seguia na rota de colisão com o caos, acabou caindo a ficha dos políticos. Devem ter imaginado: “bem, se está ruim, vai ficar pior. Se não assumirmos o protagonismo, certamente irão nos acusar de responsáveis por tudo o que de ruim vier”.

Como o Governo foi bem claro quando disse : fiz a minha parte, agora façam a de vocês”, provavelmente perceberam que não havia saída, a não ser aprovar tudo. E ainda, se possível, assumindo a paternidade de muita coisa.

E o Congresso fez mais ainda. Surpreende mais uma vez e tomou a iniciativa da Reforma Tributária e já promete liquidar a agenda de reformas. Além da Previdência e a Tributária, já fala nas demais: a Administrativa, a Política, o Pacote Anti Crime e a dos Costumes.

Já não temos nenhuma dúvida: a Reforma Tributária passa mais fácil ainda. Até porque a oposição deve apoiar grande parte.

Vai ficar numa saia justa se não o fizer. Afinal, sempre diz que é preciso tirar do ricos e passar aos pobres, taxiar bancos e fortunas e criar receita para financiar o lado social.

E o discurso da oposição?

Aquele do “sou contra”, do festim demagógico de alguns da esquerda, o do quanto pior, melhor, do PT?

O que quer dizer isso?

É que a oposição está no seu papel. Tem de pressionar mesmo. Nem poderia ser diferente.

E os radicais?

Ah! É da natureza deles ser contra quem estiver no Poder. Eles se elegem fazendo calo na língua e não nas mãos. Seu papal é legitimo e importante.

Veja que os parlamentares chamados progressistas desenvolvem um discurso todo especial. São afinados entre si. No Brasil de hoje, tanto os da Esquerda quanto os do PT se elegeram para defender certos segmentos. Por consequência, precisam representar as aspirações desses eleitores.

Por fim, numa Democracia é tão nobre ser oposição quanto ser situação, o Governo. A oposição representa a fatia que não avalizou quem se elegeu para o Executivo.

ERON PORTAL

Onde controla assessorias.

Texto: Eron J Silva.

 

;


83 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-