Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
AUDIÊNCIA PÚBLICA DEBATE IMPORTÂNCIA DA ARAUCÁRIA – Uma fonte de renda, emprego e desenvolvimento social sem abdicar da sustentabilidade.

AUDIÊNCIA PÚBLICA DEBATE IMPORTÂNCIA DA ARAUCÁRIA – Uma fonte de renda, emprego e desenvolvimento social sem abdicar da sustentabilidade.

O tema foi oportuno devido à importância do pinhão (semente da araucária ) como elemento essencial da maior festa cultural
HÁ UNIVERSIDADE QUE TEM ORÇAMENTO QUASE IGUAL AO DE UMA CAPITAL – Palmas para o jornalista que revelou isto.

HÁ UNIVERSIDADE QUE TEM ORÇAMENTO QUASE IGUAL AO DE UMA CAPITAL – Palmas para o jornalista que revelou isto.

Florianópolis tem 480 mil habitantes e um orçamento de R$ 2,1 bilhões; a UFSC tem 70 mil pessoas envolvidas e
SABORES DA SERRA CATARINENSE/SC – O Entrevero: prato simples, mas com sabor sofisticado.

SABORES DA SERRA CATARINENSE/SC – O Entrevero: prato simples, mas com sabor sofisticado.

No "esquenta" das reportagens que o Portal prepara sobre a Festa do Pinhão que vem ai, vamos ao prato que
FRIO PODE TRAZER NEVE NO FIM DE SEMANA EM SC – Fenômeno deve até fechar estradas e há risco de mais chuvas e tornado.

FRIO PODE TRAZER NEVE NO FIM DE SEMANA EM SC – Fenômeno deve até fechar estradas e há risco de mais chuvas e tornado.

Modelos de números meteorológicos preveem Neve Joaquina ainda este mês e ocorrência de fortes geadas. Desta vez não será a Neve
O BRASIL É UMA TAÇA COM 2/3 CHEIOS; MAS SÓ FALAMOS DO 1/3 VAZIO – Até parece que não acontece nada que seja sucesso!

O BRASIL É UMA TAÇA COM 2/3 CHEIOS; MAS SÓ FALAMOS DO 1/3 VAZIO – Até parece que não acontece nada que seja sucesso!

Não dá mais nem para ver notícia porque só se potencializa o que deu errado. As pessoas já saem de
SEM BASE PARLAMENTAR GOVERNO SÓ VAI ENXUGAR GELO – O Sistema é o Presidencialismo que na verdade é um Parlamentarismo disfarçado.

SEM BASE PARLAMENTAR GOVERNO SÓ VAI ENXUGAR GELO – O Sistema é o Presidencialismo que na verdade é um Parlamentarismo disfarçado.

Para fazer passar reformas o governo precisa de votos. Quem grita é a oposição, o Governo vota. O Brasil pensa que inventou
A PÁGINA DA FOREVER ÁGUIAS SERRANAS (NÚCLEO LAGES) – Empreendedores em fase de treinamento e qualificação profissional.

A PÁGINA DA FOREVER ÁGUIAS SERRANAS (NÚCLEO LAGES) – Empreendedores em fase de treinamento e qualificação profissional.

Já estamos na etapa dos treinamentos. Nesta semana formamos a primeira turma profissional em limpeza de pele. Nesta semana o Sistema
REFLEXÃO HISTÓRICA SOBRE O PODER CENTRAL NO BRASIL – Seus altos e baixos de Vargas aos dias atuais.

REFLEXÃO HISTÓRICA SOBRE O PODER CENTRAL NO BRASIL – Seus altos e baixos de Vargas aos dias atuais.

De Vargas até os dias de hoje, uns grupos promoveram saltos no Brasil e outros desperdiçaram os avanços e saíram

COLUNA ERON J SILVA DIA 27/07/2017


FOTO1
Esta postagem foi publicada em 25 de julho de 2017 Administração, Coluna Eron J. Silva, Destaques 1, Notícias, Política.

 

FOTO1

A Revolução Industrial de Ampére

O modelo ideal para a geração de emprego em Lages é o de Ampére/PR. Uma cidadezinha de pouco mais de oito mil habitantes, em 77, foi transformada num “Eldorado de Industrial”. Sua economia vivia da agricultura rudimentar, da suinocultura e da madeira. Na área urbana, um comércio incipiente e meia dúzia de indústrias da madeira e da confecção. Na zona rural, os grandes produtores da soja compravam as propriedades e os colonos iam para acidade, na ilusão de viver da renda da Poupança. Veio a depressão e uma crise social e econômica. Era prefeito o professor visionário, Flavio Penso, que tirou o “S” da palavra CRISE e CRIOU a Revolução Industrial Contemporânea de Ampére. Sem dinheiro, promoveu um bingo com dois carros como prêmio. A receita foi aplicada na construção dos primeiros barracões, cedidos às empresas no regime de comodato. A Copel instalava energia, o BADEP oferecia capital para máquinas e giro e o envolvimento comunitário se encarregava do sucesso. Uma das primeiras poderosas foi a Krindges, uma das líderes mundiais em confecções. Estava inventado o Projeto Industrial de Ampére: hoje com mais de 50 indústrias de porta. É uma cidade pujante, que durante a semana adiciona mais um terço à população. Agora, nesse processo, méritos ao genial Flávio, ao sucessor, Rui Luquini e ao atual prefeito, Zuca Luquini, que por ser de bom gosto, também já vestiu “uma camisa de marca”, Ampére. A Krindges, a GHEL`PLUS e a Simonetto são referências. Contudo, não devemos condenar os projetos de produção extensiva da soja. Adquirir terras foi uma conseqüência natural da produção de grãos em larga escala. E creio que essa comodities seja um dos quatro pilares da Economia de Ampére.

 

FOTO2

Tito eleito presidente de novo

O prefeito Tito Freitas, de Capão Alto, já deve estar exausto de tanto se eleger. Pela 3ª vez é prefeito, é o presidente do CISAMA – Consócio Serra Catarinense – e agora é eleito presidente da Agência de Desenvolvimento da Região dos Lagos (ADREL). A entidade tem foco no potencial turístico dos lagos das hidrelétricas. A sede é em Capão Alto e era presidida pelo ex-prefeito Prego. Presentes ao encontro, o prefeito de Bom Jesus/RS, Frederico Ascari Becker – eleito vice-presidente – o prefeito de Campo Belo do Sul, Dr Tadeu, além de outros líderes.

 

FOTO3

Segunda tem reunião do Lar Legal

A ADAHESC – Associação para o Desenvolvimento Habitacional Sustentável/SC – fará reunião na segunda, 31, às 19h, na Associação de Moradores da Habitação. Os convidados são os que aderiram ao Programa Lar Legal para entrega de documentos.NOTA DA ADEHASC – A Associação para o Desenvolvimento Habatacional Sustentável de Santa Catarina – ADEHASC – informa e solicita a presença dos moradores do Bairro Habitação aderentes ao programa Lar Legal que no dia 31/07/2017, às 19 horas, no Salão da Comunidade do Bairro Habitação, estará realizando reunião para apresentar documentos como mapas produzidos, protocolos judiciais e relatórios, bem como outros documentos para a regularização dos lotes aderentes ao programa Lar Legal. Contamos com a Presença dos Moradores. Lages, 24 de julho de 2017. Djalma Morell contato@adehasc.com.br , Coordenação Adehasc.


O Comentário do Eron Ampére cidade do emprego

O Comentário do Eron: Ampére, cidade do emprego

Em toda eleições os planos de governo dos candidatos a prefeito premiam o desenvolvimento com generoso espaço. Como a Serra é a última fronteira do desenvolvimento catarinense, é compreensível essa preocupação. Afinal, é preciso acelerar o passo e alcançar o ritmo do Modelo Econômico Produtivo Catarinense. Na atual administração já se percebe uma nova filosofia para o desenvolvimento. A missão primeira da Secretaria do Desenvolvimento parece-me ser se preocupar com a lição de casa: criar cultura empreendedora, políticas de qualificação de mão de obra e apoiar as empresas que já existentes. Para avançar, sugiro o modelo de Ampére/PR, um projeto vencedor, uma espécie de Revolução Industrial Contemporânea que mudou tudo numa cidadezinha deprimida, econômica e socialmente. Um detalhe: Não tinha nem cacoete para o empreendedorismo. Tampouco vocação para a indústria. Lá também ofereceram apoio à prata da casa, políticas de qualificação de mão de obra, treinamentos, empreendedorismo, envolvimento comunitário e pensamento grande. Ampére saiu de uma cidade quebrada para uma rica e que exporta para o Planeta. Lá não existem mais pobres e o planejamento urbano é real: água tratada, pavimento de ruas, saneamento básico e saúde. Seu IDH já deve estar beirando os melhores do Paraná. É possível que as 10 maiores estimulem o surgimento de empresas satélites para produção componentes. Certa vez um pequeno empresário, que hoje deve ser grande, contou que vendera sua moto para iniciar o negócio. Hoje, suspeito que só o depósito de matéria prima dele já dê para adquirir mais de 100 motos novas. Os executivos da maior empresa de pias em inox correm o Primeiro Mundo para se qualificar e atuar no competitivo mercado global. (Eron J Silva)


577 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-