Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
O MUNDO ESTÁ CHEIO DE TALENTOS EM TODAS AS ÁREAS – Mas poucos fazem a diferença e potencializam efeitos.

O MUNDO ESTÁ CHEIO DE TALENTOS EM TODAS AS ÁREAS – Mas poucos fazem a diferença e potencializam efeitos.

Na vida pública é bem assim. Toda eleição nós elegemos gente nas três instâncias de poder, mas poucos fazem história.
REFORMA TRIBUTÁRIA SERÁ MAIS OU TÃO IMPORTANTE QUANTO À DA PREVIDÊNCIA – Os efeitos da Tributária serão imediatos e os da Previdência no longo prazo.

REFORMA TRIBUTÁRIA SERÁ MAIS OU TÃO IMPORTANTE QUANTO À DA PREVIDÊNCIA – Os efeitos da Tributária serão imediatos e os da Previdência no longo prazo.

Se a Reforma da Previdência já está impactando nos mercados, imagina somada com os efeitos imediatos da reforma Tributária! Com a
ESTA SEMANA CRICIÚMA/SC DÁ A LARGADA NAS COMEMORAÇÕES DOS 140 ANOS – Prefeitura e Fundação Cultural vão desenvolver seis meses de programação.

ESTA SEMANA CRICIÚMA/SC DÁ A LARGADA NAS COMEMORAÇÕES DOS 140 ANOS – Prefeitura e Fundação Cultural vão desenvolver seis meses de programação.

A largada será nesta terça, 16, na Rádio Som Maior, programa Adelor Lessa, às 7:30h. Dia de Criciúma: 06 de janeiro. Serão
UDN ESTADUAL COMEÇA A ANUNCIAR EXECUTIVAS MUNICIPAIS EM SC – Aqui no Estado o partido começou forte no Sul. De lá é o Presidente Estadual do partido.

UDN ESTADUAL COMEÇA A ANUNCIAR EXECUTIVAS MUNICIPAIS EM SC – Aqui no Estado o partido começou forte no Sul. De lá é o Presidente Estadual do partido.

Recentemente a UDN realizou um encontro histórico em Criciúma. Reuniu representantes de 42 municípios da AMESC, AMREC e AMUREL. O evento
É URGENTE A REDUÇÃO DE GASTOS DA UNIÃO COM SERVIDORES E EQUACIONAR A PREVIDÊNCIA E AS CONTAS DE ESTADOS E MUNICÍPIOS – Para equilibrar a máquina do Estado é preciso gastar melhor o dinheiro e cortar o funcionalismo ineficiente.

É URGENTE A REDUÇÃO DE GASTOS DA UNIÃO COM SERVIDORES E EQUACIONAR A PREVIDÊNCIA E AS CONTAS DE ESTADOS E MUNICÍPIOS – Para equilibrar a máquina do Estado é preciso gastar melhor o dinheiro e cortar o funcionalismo ineficiente.

A Reforma Administrativa será tão polêmica e complicada quanto à da Previdência. A oposição certamente vai querer manter privilégios e os quadros
NOSSA MISÉRIA E A NOSSA IGNORÂNCIA TEM ORIGEM – No modelo e na filosofia da colonização que recebemos.

NOSSA MISÉRIA E A NOSSA IGNORÂNCIA TEM ORIGEM – No modelo e na filosofia da colonização que recebemos.

"MEDE-SE A MISÉRIA E A IGNORÂNCIA DE UM POVO PELO TAMANHO DA TORRE DA IGREJA"/GANDHI. Há quem diga que a diferença
OPOSIÇÃO RODARIA NUMA PROVA SOBRE ARRECADAÇÃO – Derrapou feio na tranquila pista do número mágico do trilhão: entendeu como receita.

OPOSIÇÃO RODARIA NUMA PROVA SOBRE ARRECADAÇÃO – Derrapou feio na tranquila pista do número mágico do trilhão: entendeu como receita.

Reforma não será fonte de receita e sim uma fórmula para não entrar no limite do cheque ou do cartão
BEM HUMORADAS DO PORTAL SOBRE AS VOTAÇÕES DA PREVIDÊNCIA – Do imortal Ulysses: “estamos quase roucos de tanto ouvir discursos”. Aqui do Portal: já estamos roucos de tanto ouvir discursos doidos da oposição!

COLUNA ERON J SILVA DA SEMANA – Destaque: Aeroporto da Serra Catarinense precisa ser inaugurado logo senão vira elefante branco.


aerporto
Esta postagem foi publicada em 24 de janeiro de 2019 Coluna Eron J. Silva, Destaques 1, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

SUGESTÃO: REPRESENTAÇÃO POLÍTICA PRESSIONAR O GOVERNO DO ESTADO.

Para que o Aeroporto Regional do Planalto não vire um elefante branco e mais prejuízos, os novos eleitos bem que poderiam agir logo. A deputada Carmem Zanotto já está falando em lutar por equipamentos. Mas, os novos senadores, Esperidião Amin e Jorginho Melo, também podem entrar no circuito via emendas da bancada federal já no Orçamento da União. E o deputado Március Machado deveria interceder junto à Secretaria de Infraestrutura – à qual o aeroporto está ligado – e apressar seu funcionamento. O aeroporto já está praticamente pronto, a pista em fase de homologação, a Infraero já assumiu a gestão, o acesso e a rede já estão prontos, o Corpo de Bombeiros até já faz treinos e estão chegando empresas que precisarão de transporte. A demanda virá assim que o mesmo estiver funcionando. O que não dá é para continuar o desperdício com uma obra de cerca de R$ 30 milhões se deteriorando. O Governo do Estado é que deve agir.

Foto 1 (2)

Lei repara uma injustiça histórica

Com a urbanização do Brasil após os anos 50 as cidades ganharam força política devido à concentração de votos. Com isso, a Agricultura, que no passado fez este país e é a âncora verde do Real foi ficando para trás. A prioridade ao campo é quase só discurso. Enquanto o habitante urbano ganha rua, calçadas, praças, escolas e até melhorias dentro de casa de graça, o do campo tem de carregar a produção nas paletas da casa até a estrada geral: o Município não podia abrir estrada após a porteira porque significava serviço particular.

A partir do ano passado uma lei aprovada na Câmara de Lages corrigiu esse equívoco. O projeto “Porteira a Dentro” possibilitou que a administração municipal abrisse ou melhorasse a estrada até a sede da propriedade. Agora o produtor de leite e de hortifrutigranjeiros não precisa mais carregar a produção nos ombros ou de carrinho de mão a até o caminhão.

Em novembro e dezembro/18 o prefeito Antônio Ceron vistoriou as obras desse projeto que melhorou mais de 2 mil km de estradas. Só na Entrada do Campo e adjacências (foto) foram mais de 100 produtores beneficiados. É como diz o diretor administrativo da Secretaria da Agricultura, o Polaco: “Se o agricultor não planta o homem da cidade não janta.”

Foto 3 (1)

“Colegiado e comissionados devem ser do quadro”

O vereador David Moro tem uma solução para a reforma da Previdência Municipal e a redução de custos com pessoal.  No seu projeto para apresentar numa eventual candidatura sua a prefeito, o colegiado, assessores, diretores e presidentes de autarquias seriam nomeados com prioridade a nomes do quadro de servidores estáveis. Ele justifica a medida com a economia com salários, que seria revertida em obras e ações à população, além de fazer frente aos gastos com o custeio, folha, aposentados e dívidas, hoje beirando os 80% da receita. Além da economia, a medida estimularia a produtividade, pela valorização e a expectativa de carreira aos servidores, pois, ser comissionado não seria mais uma função transitória.

 


675 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-