Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
O HOMEM DEVERIA APRENDER MAIS COM OS ANIMAIS – Estes amam e não abandonam o semelhante. Até morrem por ele, se for preciso.

O HOMEM DEVERIA APRENDER MAIS COM OS ANIMAIS – Estes amam e não abandonam o semelhante. Até morrem por ele, se for preciso.

Homem constrói muros e fecha portas para excluídos. Excluídos por culpa dele mesmo. Não dá ouvidos a fugitivos de desastres
AS BEM HUMORADAS DO FRIO NO ERON PORTAL – Escolheu morar no Sul, então aguenta o repuxo!

AS BEM HUMORADAS DO FRIO NO ERON PORTAL – Escolheu morar no Sul, então aguenta o repuxo!

SE FOR TURISTA, NÃO TE MIXA, LAGARTIXA! Toma um mate ou um café bem quente! Taca a chicolateira na brasa
FRIO CHEGOU ÀS SERRAS GAÚCHA E CATARINENSE – Nos pontos mais altos já está abaixo de zeroºC. – Urupema/SC virou quase um freezer no Morro das Torres. Pode nevar lá hoje.

FRIO CHEGOU ÀS SERRAS GAÚCHA E CATARINENSE – Nos pontos mais altos já está abaixo de zeroºC. – Urupema/SC virou quase um freezer no Morro das Torres. Pode nevar lá hoje.

Começou a chover a partir das 4 da manhã em Lages. É esperado muito vento nesta manhã. Mesmo com um inverno
CÂMARA DE VEREADORES DE LAGES/SC APROVA LEI REVOLUCIONÁRIA – Marido que bater na mulher pode ter uma pena a mais.

CÂMARA DE VEREADORES DE LAGES/SC APROVA LEI REVOLUCIONÁRIA – Marido que bater na mulher pode ter uma pena a mais.

Essa punição suplementar será o impedimento de ser contratado como servidor da Casa. Saiba mais a seguir. Projeto de Lei do
QUANDO ESTOURAR A NOVA LAVA JATO SERÁ UM DEUS ACUDA – Lava Câmbio e Lava Prato Feito são munições de uma bomba de potencial incalculável

QUANDO ESTOURAR A NOVA LAVA JATO SERÁ UM DEUS ACUDA – Lava Câmbio e Lava Prato Feito são munições de uma bomba de potencial incalculável

Muita gente já sabe que estão evolvidos na "Operação Câmbio" uns 33 doleiros e que a Operação Prato Feito é
MINISTRO QUER UM TIRO DE CANHÃO NOS PRIVILÉGIOS E NO DÉFICIT – Mas, se deixar a classe política faz virar num tiro de espingarda.

MINISTRO QUER UM TIRO DE CANHÃO NOS PRIVILÉGIOS E NO DÉFICIT – Mas, se deixar a classe política faz virar num tiro de espingarda.

Além do efeito sanfona - avança e recua - a PEC da Previdência sofre alterações e cortes que são justificados
SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL – Ontem foi dia de Workshop e muito conhecimento de produtos e negócios.

SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL – Ontem foi dia de Workshop e muito conhecimento de produtos e negócios.

Mais de uma centena de empreendedores participaram, desde às 18:30 h. Foram gerentes, assistentes de gerentes, empreendedores ativos e coordenadores dos
BEM HUMORADAS DO FUTEBOL NO ERON PORTAL – Ainda nem passamos pelo Paraguai e já há torcedor pensando na Argentina!

BEM HUMORADAS DO FUTEBOL NO ERON PORTAL – Ainda nem passamos pelo Paraguai e já há torcedor pensando na Argentina!

E parte da crônica também entra na arrogância. Esquece que melhor que a Argentina ainda existe uma Colômbia e um

VEREADOR REVELAÇÃO NA ATUAÇÃO PARLAMENTAR – Um de seus pleitos é um Ceasa em Lages, o que se confirmará logo.


1-WhatsApp Image 2018-10-004
Esta postagem foi publicada em 18 de junho de 2019 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

Veja a seguir o volume de matérias apresentadas pelo vereador Osni Freitas, Vereador Bugre.

Mês de Junho

SOBRE AS POLÊMICAS DISCUSSÕES DEVIDO A VOTAÇÃO DA SEMANA PASSADA.

Conversando com o povo na rua senti o impacto direto sobre a votação que discutiu o Projeto de Lei Complementar nº 0018/2019, que tinha a seguinte proposição: “Autoriza o Executivo Municipal a conceder
Revisão Geral Anual nos termos do Inciso X do
artigo 37 da Constituição Federal, cumulada com
Reajuste de Vencimentos à todos os servidores
públicos municipais, profissionais do magistério,
inclusive aos pensionistas e dá outras providências”.

Bem, deixo claro que também SEMPRE ME POSICIONEI CONTRÁRIO ao aumento de salário dos vereadores em específico, por pensar que conforme a atual situação de crise política nacional e principalmente pelo baixo poder de compra do povo lageano, não seja algo justo para com a população. Tem disponível no face todas as minhas votações em pautas polêmicas.

Contudo, o projeto 18/2019 contemplava de maneira geral à todos os servidores públicos municipais, desde o pessoal que ganhava um salário (ou até menos conforme o período) e os professores da rede municipal, abrangendo também aqueles que ganham até mais que o adequado ao meu ver.
Porém, como o reajuste veio de modo geral, compromisso qual tinha firmado com o prefeito, melhorando também para os que ganham menos, teve meu voto.

Mas adianto que se o projeto não vier separado no ano que vem, votaremos contrariamente porque é a vontade de quem nos elegeu.

Por fim, confirmo que nunca fiz o uso de diárias em viagens, não tenho cargos em nenhuma esfera municipal, procuro e cobro diariamente para que os gastos da verba de gabinete sempre menores e jamais faltei a uma única sessão sequer. Não duvidem no meu compromisso porque conheço a realidade do povo e espero sempre acertar para melhorar a vida das pessoas.

Convido também, toda população se alguém quiser acompanhar nosso trabalho de maneira mais próxima. (R. Otacílio Viêira da Costa, 280, Gabinete – 9), para que possamos com maior clareza mostrar nossos projetos nas esferas que priorizamos, que sem dúvidas são as pessoas mais necessitadas do nosso município. Obrigado.

 

PEDIDO DE INFORMAÇÃO Nº 157/2019

Vereador Osni Freitas (PDT), em conjunto com os edis Amarildo Farias (PT), Bruno Hartmann (PSDB), Ivanildo Pereira (PL), Jair Junior (PSD) e Thiago Oliveira (MDB) ao chefe do Poder Executivo Municipal, prefeito Antonio Ceron (PSD)

A respeito da Lei Complementar nº 530/2018 – Outorga Onerosa, pergunta-se:

1. Quantos alvarás já foram expedidos decorrentes da Lei de Outorga Onerosa?
2. Quantos projetos já foram protocolados?
3. Qual o valor total já arrecadado decorrente da Outorga Onerosa com taxas e demais impostos?
4. Qual fundamento legal para a definição dos valores das taxas de aprovação de projetos já no protocolo dos processos administrativos da Lei de Outorga Onerosa? (R$ 320,00 – Alvará de Construção e R$ 160,00 – Licença de Construção).
5. O contido no Artigo 1º, § 1º, I da Lei Complementar nº 530/2018, em relação a fossas e filtros, é obrigatório o funcionamento já no momento do pedido de regularização?

Acesse a íntegra da matéria:
https://www.camaralages.sc.gov.br/camara/proposicao/Pedidos-de-Informacao/0/1/0/66089

MOÇÃO LEGISLATIVA Nº 230/2019

Vereadores Amarildo Farias (PT), Mauricio Batalha Machado (Cidadania) e Osni Freitas (PDT) ao prefeito de Lages, Antônio Ceron (PSD), e ao Conselho Regional de Arquitetura e Engenharia de Lages (Crea).

Sugere que a Prefeitura Municipal de Lages, em parceria com o Conselho Regional de Arquitetura e Engenharia de Lages (Crea), elabore projeto para a criação do monumento do Marco Zero do município.

Considerando a importância do patrimônio histórico imaterial e visando o resgate do sinal de jurisdição estabelecido no ano de 1769, pela autoridade de Correia Pinto sobre o local do município de Lages, tendo em vista que o mesmo foi descaracterizado com o tempo.
Considerando reestabelecer a identificação material do Marco Zero da cidade de Lages, para existir nas memórias, permitindo aos cidadãos lageanos a visibilidade material, o qual foi descrito com a importante participação do escritor Claudio Silveira, na revista “História Catarina, Edição Especial – 250 anos”, no ano de 2016, historiador e especialista no assunto, sem o qual não seria possível esta proposta.
Considerando que o Marco Zero de uma cidade representa o seu centro geográfico, a partir do qual todas as medições de distância relativas a ela são estabelecidas. Considerando que é um marco indicador das distâncias entre os municípios e a Capital, bem como demonstra que o crescimento da cidade começou a partir daquele local.
Considerando que em Lages o Marco Zero está situado no espaço onde estava o Colégio Aristiliano Ramos na Praça  João Costa (Calçadão), entre as ruas Nereu Ramos e Coronel Córdova, com as coordenadas geográficas do Marco Zero da cidade, estabelecido através da monografia dos vértices, conforme se segue:
– No vértice norte, com a Rua Coronel Córdova: UTM 566219,7550m E e 6923090,0549m S; Longitude – 50º19`39,57 e Latitude -27º48¨54,63”;
– No vértice Norte com a Rua Nereu Ramos: UTM 566287,3933m E e 6923122,9032m S; Longitude -50º19¨37,10” e Latitude -27º48¨53,55”;
– No vértice Sul, coma Rua Coronel Córdova: UTM 566244,4316m E e 6923031,2355m S; Longitude -50º19¨38,65” e Latitude -27º48¨56,54”;
– No vértice Sul, coma Rua Nereu Ramos: UTM 566314,9017m E e 6923060 E e 6023060,2456m S; Longitude -50º19¨36,08 e Latitude -27º48¨55,45”.
* (Fonte: Secretaria de Planejamento/Seplan – Prefeitura Municipal de Lages).
Diante da exposição de motivos, e no intuito de buscar o resgate histórico e o melhor para nossa cidade, solicitamos ao Poder Executivo e ao Conselho Regional de Arquitetura e Engenharia a parceria para a viabilidade e a realização do projeto.

Acesse a íntegra da matéria:
https://www.camaralages.sc.gov.br/camara/proposicao/Mocoes/0/1/0/66162

…………………

Mês de maio

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA DO MUNICÍPIO DE LAGES.

O VEREADOR OSNI FREITAS, CONSIDERANDO A REAL NECESSIDADE DO QUE VEM ALEGAR, INDICA À MESA DESTA CASA, PROVIDÊNCIAS JUNTO AO EXECUTIVO MUNICIPAL:

Solicita à Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura patrolamento da Rua Manoel Coimbra, no bairro Santa Catarina.

JUSTIFICATIVA: Tal solicitação se faz necessária, pois o patrolamento e cascalhamento, principalmente a colocação de pedra brita de boa qualidade, são de suma importância, pois vai oferecer boa trafegabilidade aos condutores de veículos, bem como, ao deslocamento das pessoas que utilizam aquelas vias, uma vez que, devido às más condições oferecidas prejudicam consideravelmente o ir e vir das pessoas. Esperamos que esta reivindicação seja prontamente atendida, melhorando consideravelmente a trafegabilidade do local, e a qualidade de vida destes cidadãos, até melhor oportunidade que seja possível ser asfaltada/calçada.

Osni Freitas – Bugre
Vereador/PDT

 

MOÇÃO LEGISLATIVA

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA DO MUNICÍPIO DE LAGES.
PARABENIZA E HOMENAGEIA A ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA MARIA QUITÉRIA PELOS SEUS 73 ANOS.
Vereador Osni Freitas Bugre, juntamente com os demais Vereadores abaixo nominados, com assento nesta Casa Legislativa, no uso de suas atribuições legais e regimentais vem à presença de Vossa Excelência requer, após manifestação do Egrégio Plenário, envio de Moção Legislativa deCongratulações e Aplausos à Escola Municipal de Educação Básica Maria Quitéria.
A CÂMARA DO MUNICÍPIO DE LAGES, no uso de suas atribuições legais e regimentais, acatando proposição dos  Vereadores abaixo nominados, envia a seguinte MOÇÃO LEGISLATIVA:
Prestar homenagem a Escola Municipal de Educação Básica Maria Quitéria pelos seus setenta e três de existência no município de Lages.
Considerando que, a Escola Municipal de Educação Básica Maria Quitéria atende grande parcela dos alunos dos bairros Conta Dinheiro, Maria Luiza, Vila Maria e Passo Fundo, desde o 1º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, nos dois períodos (matutino e vespertino), localizada na Av. 2º Batalhão Rodoviário, 873, no bairro Conta Dinheiro em Lages, vem há décadas ensinando e colaborando com nossa cidade e deve notoriamente ser reconhecida.
Iniciou suas atividades em 14 de maio de 1957, como Escola Reunida.
Preocupada com a evolução da sociedade, a referida escola passou por diversas transformações, aprimorando seu sistema organizacional para garantir um ensino de qualidade aos seus alunos.
A escola hoje desenvolve vários projetos sendo uma das mais tradicionais instituições de ensino da cidade de Lages.
Desta forma externamos as congratulações e aplausos a Escola Municipal de Educação Básica Maria Quitéria, hoje dirigida pela Diretora Zaira Regina Nunes, pela passagem do seu aniversário de 73 anos, considerando os relevantes serviços prestados para a educação dos cidadãos lageanos.
Sala das Sessões, 13 de maio de 2019.

PEDIDO DE INFORMAÇÃO

A respeito da Educação de Jovens e Adultos no município de Lages, pergunta-se:

Vereadores Osni Freitas (PDT) e Ivanildo Pereira (PR) ao prefeito de Lages, Antonio Ceron

1. A Educação de Jovens e Adultos, conhecida como EJA, é oferecida pelo município?
2. Quantas turmas de EJA o município de Lages possui e quantos alunos matriculados? Em quais locais estão estabelecidas as turmas de EJA?
3. Existe alguma parceria entre município e instituições de ensino privadas na oferta da EJA em Lages?
4. Se não há oferta de EJA a nível municipal, qual a possibilidade do município realizar a abertura de turmas em Lages? Há alguma previsão de abertura de turmas EJA e/ou ampliação do programa?

AÇÃO OPORTUNA ESSA DO VEREADOR. HÁ CASOS DE 80% DE DIFERENÇA NO PREÇO DO MESMO OVO DE CHOCOLATE. E HÁ PEIXE COM 30% DO PESO EM GELO.

QUEM DIRIA! BUGRE DEIXA O CAMPO E SAI EM BUSCA DE FUTURO. VIRA EMPRESÁRIO DO CARVÃO E VEREADOR. REVELA-SE O MAIS PRODUTIVO.

VEREADOR SE DESTACA PELAS INICIATIVAS CRIATIVAS.

As duas últimas proposições de Osni Bugre foram: convite do diretor-executivo do Procon, Julio Borba, para uma sabatina e a solicitação de estudos para um convênio entre a CASAN – Cia de Águas e saneamento – para a ampliação do presídio Regional de Lages e uso da mão de obra dos detentos nos serviços de instalação de redes d’água.

I CONSUMIDOR.

Vereadores Osni Freitas (PDT).

À Mesa Diretora da Casa Legislativa

Assunto: Explanação sobre os serviços do Programa de Defesa do Consumidor do Município (Procon)

De acordo com o art. 33, XIII, da Lei Orgânica Municipal, convidar o diretor-executivo do Procon, Júlio Borba, para fazer uma explanação sobre os serviços do Programa de Defesa do Consumidor do Município.

REQUERIMENTO:

Vereadores Osni Freitas (PDT), juntamente com mais dois colegas, faz requerimento ao governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, aos deputados estaduais Ana Paula da Silva, Marcius Machado e Rodrigo Minotto, e à presidente da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento de Santa Catarina, Roberta Maas dos Anjos.

Solicita estudo para viabilizar convênio entre a Casan e o Governo do Estado para que se possa fazer a ampliação do Presídio Regional de Lages e eque se utilize a mão de obra dos detentos nos serviços de implantação de rede d’água pela CASAN.

Considerações:

Desde o ano de 2017 estamos continuamente na luta para que a mão de obra dos detentos de nosso município possa ser aproveitada, abrimos diálogo com diversos setores da sociedade e tivemos alarmantes 90% de aprovação em enquetes e entrevistas que trataram desse assunto em jornais locais.
Como já supracitado em diversos requerimentos e moções, o detento que puder trabalhar não somente irá gerar ocupação para sua vida diária, fundamental no processo de ressocialização, mas também receberá uma quantia irrisória livre de encargos e tributos, qual ajudará sua família de dentro do sistema e juntamente com esse benefício poderá fazer seu “pé de meia” para dar início a uma nova etapa ao sair da prisão.
Sendo esse um dos raros casos em que absolutamente todos saem ganhando. A sociedade diretamente com a fabricação de tubos, meios-fios e lajotas que beneficiará o grave problema de infraestrutura de nossa cidade, gerando menos custos ao poder público. A plena vantagem ao setor privado (para empresas que quiserem ser conveniadas) retirando qualquer tipo de tributo, encargo previdencial ou vínculo direto. E, por fim, a ressocialização do indivíduo que terá ocupação em um lugar que todos sabemos ser ocioso e “escola” para novos crimes, podendo também ajudar sua família e ajudar-se, pois 50% do salário ficará retido em um fundo que será sacado após a liberdade do cidadão.
Em 2017, como citado em epígrafe, tivemos o total apoio e parecer favorável por parte da Secretária de Estado de Justiça e Cidadania do governo anterior, Senhora Ada de Luca. Entretanto pelo ínfimo apoio do Governo do Estado e da Prefeitura Municipal à época, não conseguimos tirar tais projetos do papel.
Do pedido: Na visita que fizemos ao Presídio Regional de Lages nos deparamos com uma estrutura ascendente de benfeitorias na parte física e institucional do local, nos chamou a atenção a metodologia aplicada e as medidas apresentadas quais nos proporcionaram uma injeção de ânimo pela excelente administração pelo então diretor Diego Lopes, o qual explicou com disposição os problemas do sistema e a viabilidade da construção da fábrica, que surgiu como pressuposto prioritário, para que possamos torná-la realidade, a ampliação do espaço físico.
Considerando o extenso espaço físico abandonado, localizado na parte de trás (em anexo) com o presídio é que solicitamos, por meio de doação ou cessão de uso, parte insignificante para que possamos dar continuidade em nosso plano da construção de uma fábrica de tubos, meios-fios e lajotas. Pois o atual espaço não comportaria a confecção destes artefatos de cimento.
Cientes da criteriosidade que serão analisadas nossas reivindicações e do comprometimento desse novo governo para com as pessoas, aguardamos a resposta de nosso requerimento e enviaremos cópias de antigas moções pleiteadas por nosso gabinete.

Acesse a íntegra da matéria:
https://www.camaralages.sc.gov.br/camara/proposicao/Requerimentos/0/1/0/63452

………….

O QUE DEMOS ANTES:

SESSÃO SOLENE POR SUA SUGESTÃO HOMENAGEIA O COLÉGIO INDUSTRIAL PELOS SEUS 55 ANOS.

Vereador bugre

bugre 55 anos colégio industrial

Câmara homenageia os 55 anos do Colégio Industrial de Lages

 Em sessão solene realizada na noite de quinta-feira, 14, a Câmara Municipal reverenciou o Colégio Industrial de Lages pelos seus 55 anos de fundação, que serão completados no próximo sábado (16). Proposta em conjunto pelos vereadores Osni Freitas (PDT) e Jair Junior (PSD) e aprovada de maneira unânime pelos demais pares, através do projeto de decreto legislativo 002/2019, a solenidade lotou o auditório da unidade escolar, reunindo professores, ex-professores, alunos e a comunidade em geral, que aplaudiram o aniversário do educandário.

Durante a cerimônia foram concedidos um diploma e uma placa de homenagem especial à instituição, entregues ao diretor da Escola de Educação Básica Industrial de Lages, Armando José Duarte, e à diretora do Centro de Educação Profissional (Cedup) Industrial de Lages, Silvana Almeida. Também receberam as honrarias professores aposentados que ajudaram a construir a história dessa que é considerada uma das mais tradicionais e respeitadas unidades escolares de Lages.

A escola da rede estadual de ensino atende 1.021 alunos, em três períodos, do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, e conta com 70 profissionais entre professores e funcionários. A escola também oferece aos estudantes diversas atividades no contraturno escolar, tais como aulas de reforço em português e matemática, projetos de prevenção contra as drogas, academia de dança, ginástica e atletismo. Já o Cedup Industrial atende 394 alunos e tem 54 profissionais no corpo pedagógico da instituição, onde oferece os cursos técnicos em eletrônica, eletrotécnica e mecânica. Ao longo dos seus 55 anos de história, a instituição já formou milhares de cidadãos.

Veja a lista com os demais homenageados:

  • Audelina das Graças Córdova Olivo;
  • Ana Khatia Burh Wolff;
  • Edson Camargo Hoog;
  • João Pedro Borges de Souza;
  • Lourdes das Graças Farber;
  • Maria Helena Lorenzetti Guzatti;
  • Maria Helena Simiano Tavares;
  • Maria Salete de Lima Andrade;
  • Mariza Kirchner Branco Pires;
  • Maria Aparecida Westphal;
  • Maria Guilhermina Bresolla;
  • Melquior Wilmar Pessoa;
  • Milton Hass;
  • Moacir Francisco Pessoa;
  • Moacir olaide Rosa;
  • Nilcéia Mª Antunes Xavier;
  • Osni Borges Padilha;
  • Osni Ferreira Mendes;
  • Orlando Bonin Ribeiro;
  • Rita de Cassia Gislon Moretto;
  • Salete de Oliveira Sagaz;
  • Sônia Regina Neckel Goulart;
  • Sérgio Valentim de Souza;
  • Tadeu Damasio de Oliveira;
  • Valdir de Liz;
  • Vilson Machado;
  • Wilson José Hass;

CONHEÇA A  HISTÓRIA DO JOVEM QUE NÃO VIU MAIS FUTURO NA ROÇA E NA CIDADE GRANDE VENCEU NA VIDA COMO EMPRESÁRIO E AGENTE POLÍTICO.

Lages/Serra Catarinense – Uma bela história de vida é a do vereador Osni Freitas Bugre. Nascido em Anita Garibaldi/SC, trabalhou duro até os 25 anos.

Com certa dose de emoção, ele nos contou que sempre sonhava em vencer na vida. Não era proprietário de terra, mas como tinha muito conhecimento em sua terra natal, era fácil arranjar terras para plantar.

Começou a plantar feijão em parceria com proprietários que entravam com a terra e a somente. Era junto com o irmão inseparável Nilton Freitas, quem admira muito pela grande liderança na família e com quem sempre teve muita afinidade.

1-WhatsApp Image 2018-10-004

As primeiras roças de feijão renderam mais o para viver e sobrou o suficiente para comprar uma Brasília usada. O Nilton dirigia o veículo e bem. Ao procurar um baile capotou a condução na localidade chamada Canhada Funda. Virou sucata par ao ferro velho.

O segundo projeto foi uma lavoura de feijão na costa do Pelotão. Deu pés de quase um metro de altura e carregados. A produção seria de mais de 300 sacas. Não contavam com uma chuvarada que fez brotar e apodrecer o feijão arrancado na roça, prejuízo total.

Decepcionado e desencantado com a desventura e a falto de futuro, o recurso foi vir para Lages. Aqui já estavam dois irmãos, um deles o Pedro Freitas. Osni veio antes, depois o Nilton. O Bugre começou com um bar, que depois virou mercearia e agora é uma fruteira.  Construiu a desde e iniciou o trabalhar na produção de carvão de forma sustentável e vender em Lages.

Como ponto negativo em sua vida de negócios foi que paralelamente à fruteira abriu a Vidraçaria do Bugre.  O empreendimento ia muito bem até que o fiado afundou o seu negócio.

Depois da vidraçaria comprou o caminhão 608. Fazia frete e puxava carvão da fonte para venda aos clientes (mercearias de diversos bairros) e no seu estabelecimento. Para os grandes supermercados ainda não consegue colocar seu carvão pelas exigências de quantidade. Hoje continua no trabalho do carvão e na venda paralela à fruteira.

bugrebugre

Um vereador com cheiro de povo

O vereador Osni Freitas/PDT é uma das novidades na Câmara. A conquista dessa cadeira é mérito de muita gente e de todas as lideranças de um partido que tem história. Seu gabinete, hoje, é decorado e enfeitado com as fotos das figuras históricas Getúlio Vargas, João Goulart e Leonel Brizola.

SAM_6532

 

Ele só saiu candidato na última hora, pelas mãos de Jairo Córdova, um brizolista histórico e um dos fundadores do partido, que também tem cheiro de povo e foi o padrinho da filiação. O homem da erva mate Jacutinga declinou em favor do Osni, devido a circunstâncias internas.

bugre

O apelido de Bugre do vereador Osni tem a ver com seu trabalho na poeira da produção de carvão. Costumo dizer que o vestígio impresso pelo trabalho em nós serve de emblema para uma vida; e o cheiro de suor é o cheiro da dignidade. Na foto, o vereador diplomado aparece entre o Jairo e a presidente do partido, Andréia Strasser.


855 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-