Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
VEJA PARTE DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA ESTRADA CORVO BRANCO/sc – “Estamos tingindo de preto as asas brancas do corvo”.

VEJA PARTE DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA ESTRADA CORVO BRANCO/sc – “Estamos tingindo de preto as asas brancas do corvo”.

ESSA CONSTRUÇÃO FOI MAIS UM DOS DESAFIOS DA ENGENHARIA À NATUREZA. ELA PASSA POR UM SANTUÁRIO ECOLÓGICO DE GRÃO PARÁ.
FÓRUM PARLAMENTAR/SC FOI À ANTT DISCUTIR CONCESSÃO DA 101 – Amin e FECAM integraram essa comitiva.

FÓRUM PARLAMENTAR/SC FOI À ANTT DISCUTIR CONCESSÃO DA 101 – Amin e FECAM integraram essa comitiva.

O senador Esperidião Amin participou da reunião do Fórum Parlamentar Catarinense com a Diretoria da ANTT, em Brasília. Objetivo foi
UM SONHO DA SERRA DO RIO DO RASTRO – UM TELEFÉRICO LIGANDO SIDERÓPOLIS AO MIRANTE DE BOM JARDIM..

UM SONHO DA SERRA DO RIO DO RASTRO – UM TELEFÉRICO LIGANDO SIDERÓPOLIS AO MIRANTE DE BOM JARDIM..

PENSADO NO GOVERNO CATARINENSE PASSADO, O PROJETO INTERESSOU A INVESTIDORES EXTERNOS. MAS AGORA ESTÁ FORA DA PAUTA DO TURISMO DE
OBRAS DAS RODOVIAS CATARINENSES TEM AS DIGITAIS E AMIN – BR 282 e Esterada da Serra do Rio do Rastro foram seus desafios.

OBRAS DAS RODOVIAS CATARINENSES TEM AS DIGITAIS E AMIN – BR 282 e Esterada da Serra do Rio do Rastro foram seus desafios.

GOVERNADOR POR DUAS VEZES, O ATUAL SENADOR ESPERIDIÃO AMIN SEMPRE FOI UM APAIXONADO POR RODOVIAS. DESDE OS TEMPOS DE SECRETÁRIO
A MULHER NA POLÍTICA – A força da bancada do batom continua em alta em Santa Catarina.

A MULHER NA POLÍTICA – A força da bancada do batom continua em alta em Santa Catarina.

URUPEMA - NA SERRA CATARINENSE - DEVE SER O MUNICÍPIO COM A MAIOR BANCADA FEMININA. São quatro as vereadoras que estão
BASTIDORES DO INDICIAMENTO DE JULIO GARCIA EM IMAGENS – Maioria do público da terça, 15, nos arredores do plenário da ALESC, era de repórteres.

BASTIDORES DO INDICIAMENTO DE JULIO GARCIA EM IMAGENS – Maioria do público da terça, 15, nos arredores do plenário da ALESC, era de repórteres.

PRESIDENTE DO PODER GARANTE QUE VIVERÁ UM CALVÁRIO ATÉ O STF, MAS PROVARÁ OS EQUÍVOCOS DESSA INVESTIGAÇÃO ALCATRAZ EM RELAÇÃO
AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE PROJETO QUE BENEFICIA 60% DOS MUNICÍPIOS – A matéria é do deputado Jerry Comper, presidente da comissão de assuntos municipais/SC.

AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE PROJETO QUE BENEFICIA 60% DOS MUNICÍPIOS – A matéria é do deputado Jerry Comper, presidente da comissão de assuntos municipais/SC.

PROJETO PROPÕE ALTERAÇÃO NA DISTRIBUIÇÃO DE RECURSOS AOS MUNICÍPIOS. OS MENORES, UNS 60%, SERIAM OS MAIS BENEFICIADOS. Atualmente o bolo do
EDITORIAL –  É importante se criar municípios? Qual o efeito disso no retorno dos impostos?

EDITORIAL – É importante se criar municípios? Qual o efeito disso no retorno dos impostos?

HOJE A DIVISÃO DO BOLO ARRECADADO NO ICMS É DE PARTE IGUALMENTE A TODOS E PARTE COM BASE NO MOVIMENTO

BONS E MAU EXEMPLOS – Na Croácia a presidente vai à Copa às próprias custas. No Brasil, políticos usam jatos da FAB no interesse particular


capa
Esta postagem foi publicada em 16 de julho de 2018 Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

000_17P2JC

15314915245b48b4c49b451_1531491524_3x2_md

DEU FRANÇA BI-CAMPEÃ NA COPA DA RÚSSIA: 4 a 2 SOBRE A CROÁCIA

2018-07-15t180235z_1105683554_rc135f3bd900_rtrmadp_3_soccer-worldcup-final_0_0

BONS E MAUS EXEMPLOS

UM BOM EXEMPLO:

A presidente da Croácia, Kolinda Graber – Kitarovic, foi  novamente à Rússia. Desta vez para assistir à final da Copa da FIFA: França 4, Croácia 2. No começo, por protocolo, dividiu espaço no camarote de autoridades e o presidente Emanuel Macron, da França.

Mas, em seguida foi para a galera e depois para junto dos jogadores, independentemente do resultado.

Nos jogos anteriores da Croácia, Kolinda esteve nos camarotes com dirigentes da FIFA, mas, em seguida foi para torcida e depois comemorar com os jogadores.

Kolinda é torcedora fanática da Copa e é apaixonada pelo futebol do Brasil.

Mais uma vez, ela foi de avião de carreira, pagou as passagens e vai descontar os dias que ficou fora do seu salário. Na vez anterior, ela já deu esse bom exemplo.

………..

OS MAUS EXEMPLOS:

No Brasil, os presidentes do Senado, Eunício de Oliveira, e da Câmara, Rodrigo Maia, para evitar assumir a presidência da República e ficarem inelegíveis, precisaram ir para o exterior. Um foi para a Argentina e o outro para Portugal. Até aí, todo bem, tudo legal. Só que foram com jatinhos oficiais. Pode até ser legal, porém, é imoral.

Brazil's lower chamber Speaker Rodrigo Maia (center L) and President of the Brazilian Federal Senate, Eunicio Oliveira (center R) arrive to the opening session of the year at the Brazilian congress in Brasilia, Brazil, February 2, 2017. REUTERS/Adriano Machado

Esse acontecimento foi quando o presidente Michel Temer precisou ir com uma delegação brasileira a uma cúpula das Américas.

Usar os aviões e recursos públicos é um direito dos ocupantes de cargos relevantes, especialmente com as leis atuais. Mas, não é moral, nem um bom exemplo. Nem combina com o momento que vive o País. Nem em tempo algum.

Só que no Brasil o nosso Congresso faz leis com o espírito de corpo. Procura dar legalidade a tudo o que é do interesse dos seus integrantes.

Novamente no exterior 

Mais uma vez o Presidente do  Senado e o Presidente da Câmara precisam se ausentar do País para não assumir a Presidência e evitar se tornarem inelegíveis. Só que desta vez as viagens correrão por  suas custas.

É que o presidente Michel Temer viaja para Cabo Verde onde participa da Cúpula da CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. O Brasil preside atualmente essa entidade e passa o comando para Cabo Verde durante esse evento.

O QUE É A CPLP

Essa entidade reúne os países onde se fala a Língua Portuguesa. Um grande encontro de representantes foi realizado no Brasil. Depois os sete Ministros se reuniram num dos mais importantes para a criação da CPLP- Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. Foi em Junho de 1995, em Lisboa. Na ocasião foi reafirmada a importância para os seus países da constituição da entidade e reiterado os compromissos assumidos na reunião de Brasília.

Nessa ocasião, validaram o trabalho realizado pelo Grupo de Concertação Permanente (que passou a denominar-se Comité de Concertação Permanente) e concordaram em recomendar a marcação da Cimeira para o final do primeiro semestre de 1996, em Lisboa, fazendo-a preceder de uma reunião ministerial em Abril do mesmo ano, em Maputo.

17 de Julho de 1996, em Lisboa, realizou-se a Cimeira de Chefes de Estado e de Governo que marcou a criação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), entidade reunindo Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe. Seis anos mais tarde, em 20 de Maio de 2002, com a conquista de sua independência, Timor-Leste tornou-se o oitavo país membro da Comunidade. Depois de um minucioso processo de adesão,  em 2014, a Guiné Equatorial tornou-se o nono membro de pleno direito.


97 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-