Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
DESAFIO DO NOVO GOVERNO FEDERAL EM BUSCA DA PAZ EM CASA – Anular a força do aparelhamento anterior feito pelo viés ideológico.

DESAFIO DO NOVO GOVERNO FEDERAL EM BUSCA DA PAZ EM CASA – Anular a força do aparelhamento anterior feito pelo viés ideológico.

O Meio Ambiente pode vir a ser a bola da vez para se incomodar com as corporações ideológicas que se
OS PERIGOS POR TRÁS DO QUE COMEMOS – Na aparência da folha de alface pode haver fezes e no miolo da maçã venenos sistêmicos.

OS PERIGOS POR TRÁS DO QUE COMEMOS – Na aparência da folha de alface pode haver fezes e no miolo da maçã venenos sistêmicos.

Será que não estão banhado sua salada com água do rio cheio de cocô? Será que as frutas não tem
O BRASIL É O ESTRATO DA DIVERSIDADE E DAS MINORIAS – Plural em tudo: constituição demográfica, formação politica, econômica e histórica.

O BRASIL É O ESTRATO DA DIVERSIDADE E DAS MINORIAS – Plural em tudo: constituição demográfica, formação politica, econômica e histórica.

Uns governos fizeram o bem; outros o mal e usaram nossos valores originais em favor de seus projetos. Descaracterizaram um
HOJE: CORINTHIANS 1, FLAMENGO, 1 – NO FUTEBOL DOS IGNORANTES ESPORTIVOS SÓ VALE VITÓRIA E TAÇA.

HOJE: CORINTHIANS 1, FLAMENGO, 1 – NO FUTEBOL DOS IGNORANTES ESPORTIVOS SÓ VALE VITÓRIA E TAÇA.

Foi um grade jogo o de hoje na Arena Corinthians. Com esse 1 a 1 os dois continuam rigorosamente empatados
INAUGURADA MODERNA UPA – PREFEITURA REABILITOU UM CONVÊNIO E CONCLUIU UMA OBRA ABANDONADA – Foi inaugurada neste sábado, às 10h, em Lages/SC.

INAUGURADA MODERNA UPA – PREFEITURA REABILITOU UM CONVÊNIO E CONCLUIU UMA OBRA ABANDONADA – Foi inaugurada neste sábado, às 10h, em Lages/SC.

Quando só se fala em milhares de obras paralisadas é bom saber da inauguração de uma UPA de R$ 4 
TEU MAIOR PATRIMÔNIO É TEU “EU”. ELE É QUEM TUDO GRAVITA – Seus itens mais valiosos: capacidade de fazer, integridade e poder de cativar. (Esta é uma postagem na 2ª pessoa).

TEU MAIOR PATRIMÔNIO É TEU “EU”. ELE É QUEM TUDO GRAVITA – Seus itens mais valiosos: capacidade de fazer, integridade e poder de cativar. (Esta é uma postagem na 2ª pessoa).

Os bens materiais são consequência desses diferenciais que são potencializados pelas circunstâncias ou pelas oportunidades da vida. É por aí
A PÁGINA DA FOREVER ÁGUIAS SERRANAS (NÚCLEO LAGES) – Empreendedores em ritmo de muito trabalho. Rede e vendas crescem!

A PÁGINA DA FOREVER ÁGUIAS SERRANAS (NÚCLEO LAGES) – Empreendedores em ritmo de muito trabalho. Rede e vendas crescem!

Uma semana cheia com novas oportunidades, novos empreendedores e cada vez mais aceitação de nossos produtos. Programação cumprida na semana. Maria Helena
SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL – Um mês cheio de resultado, acontecimentos e diversão.

SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL – Um mês cheio de resultado, acontecimentos e diversão.

Confraternização dos empreendedores destaques num final de semana em Termas de Gravatal/SC. Mas tem mais conquistas! ........ Coisa linda de se ver! Top

BALANÇO DE 2017 E PERSPECTIVAS PARA 2018 SÃO DESTAQUES DA 10ª CARTA DE CONJUNTURA


acill
Esta postagem foi publicada em 18 de janeiro de 2018 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

Os números confirmam a retomada do crescimento econômico em 2017. Entre o período de janeiro a outubro de 2017, a indústria nacional registrou crescimento de sua produção de 1,9%. As vendas do comércio varejista cresceram 1,3%, indicador que reflete a retomada do consumo. A taxa de desemprego, que atingiu um de seus maiores índices no primeiro trimestre de 2017 (13,7%) reduziu 1,3 pontos percentuais até setembro. Todos esses dados confirmam a volta do crescimento do Brasil que já deve ocorrer no fechamento de 2017, e já afasta o país do eixo recessivo alcançado principalmente entre 2015 e 2016. As projeções apontam que o PIB brasileiro cresça 0,91% em 2017 e 2,62% em 2018, segundo relatório FOCUS de 08/12/17.

Os dados acima foram analisados pela Federação das Associação Empresariais de Santa Catarina (Facisc) na 10ª edição da Carta de Conjuntura, que está disponível para consulta no site da Federação. O documento é uma publicação quadrimestral que apresenta um levantamento de indicadores relevantes da conjuntura econômica catarinense comparados com dados nacionais, além de fazer uma abordagem macroeconômica brasileira e internacional. Na Carta, a entidade também analisa o desenvolvimento de Santa Catarina perante outros Estados, baseada em dados estatísticos.

Para o presidente da Facisc, Jonny Zulauf, os dados demonstram o que o empresário vem sentindo na pele desde 2015. “Com a economia em crise, os reflexos se deram em muitos setores, demonstram quedas sucessivas de produção, vendas e empregos, e em paralelo o agravamento da crise fiscal, ou seja, das finanças públicas. Apesar da retração econômica, a análise da conjuntura atual demonstra que os impactos mais severos da crise já passaram”.

Santa Catarina

Santa Catarina já se mostra como potencial propulsor a sair da crise em um processo mais breve. Entre os setores produtivos somente o setor de serviços registrou queda no período em análise (-7,20%). A indústria (4,1%), o comércio (13,7%) e o setor de turismo (6,0%) registraram crescimento superiores à média nacional. A taxa de desemprego caiu 1,2 ponto percentual nos últimos dois trimestres e Santa Catarina gerou um saldo positivo de 46.170 vagas de empregos formais entre janeiro e outubro de 2017 correspondendo a 15,2% dos empregos criados no país. Como resultado, a atividade econômica em Santa Catarina cresceu 3,52% entre janeiro e setembro de 2017, e foi o segundo estado que mais cresceu no Brasil. “Santa Catarina não apresentou grandes vulnerabilidades como ocorrera em outros estados nas contas públicas e também não elevou os impostos, ponto esse determinante e que também contribui para uma maior estabilidade da economia estadual, além de sua diversificação característica dos setores produtivos em seu território”, explica o analista econômico da Facisc, Leonardo Alonso Rodrigues.

André Gaidzinski, vice-presidente de Infraestrutura da FACISC, pontua que mesmo diante desses fatos é necessário estar atento ao momento atual. “As finanças públicas brasileiras por exemplo, entre janeiro e outubro registraram um déficit primário de R$ 77,3 bilhões de reais e a dívida bruta do país já alcançou o patamar de 74,38% do PIB brasileiro. Além do mais, as incertezas quanto ao prosseguimento das reformas, o ano eleitoral de 2018 e o cenário político agitado contribuem para travar de alguma maneira a continuidade da recuperação econômica”.

Expectativas para 2018

O ano de 2018 se apresenta inicialmente como continuidade do que ocorre já em 2017. Fatores como a queda dos juros, inflação, e em menor grau do desemprego, somada a expansão da atividade econômica sinalizam um processo de recuperação da economia e um crescimento ainda maior para o ano de 2018. “É relevante ressaltar que os pontos destacados nesta carta ocorreram ao longo de 2017, em 2018 já entraremos com esses aspectos em voga desde o início do ano, portanto, os efeitos positivos poderão ser mais perceptíveis”, explica Rodrigues. Em Santa Catarina não será diferente. O estado já demonstra uma recuperação mais consistente e de forma mais rápida. Este movimento tende a ser contínuo e presente também em 2018.

Clique AQUI e acessa a Carta de Conjuntura

acill


192 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-