Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
OPINIÃO – MINISTRO PAULO GUEDES TEM RAZÃO – A Lei de Responsabilidade Fiscal é inócua sem a cultura da responsabilidade nos gastos.

OPINIÃO – MINISTRO PAULO GUEDES TEM RAZÃO – A Lei de Responsabilidade Fiscal é inócua sem a cultura da responsabilidade nos gastos.

PARA NÓS AQUI DO PORTAL O PODER PÚBLICO JÁ NASCEU COBRADOR DE IMPOSTOS E EXPLORADOR DAS RIQUEZAS NATURAIS E DAS
CRIADA FRENTE PARLAMENTAR DO AGRONEGÓCIO, TURISMO RURAL E TRADIÇÕES – Deputado Berlanda é o primeiro coordenador dos trabalhos.

CRIADA FRENTE PARLAMENTAR DO AGRONEGÓCIO, TURISMO RURAL E TRADIÇÕES – Deputado Berlanda é o primeiro coordenador dos trabalhos.

O LANÇAMENTO DA NOVA FRENTE PARLAMENTAR SERÁ NESTA QUARTA DIA 13, ÀS 09H30, NA ALESC. A novidade é a Cultura Tradicionalista,
MUNICÍPIOS SÃO UM FARDO A MAIS PARA O CIDADÃO – Mas só enxugando a folha da Prefeitura e da Câmara já não é preciso incorporação.

MUNICÍPIOS SÃO UM FARDO A MAIS PARA O CIDADÃO – Mas só enxugando a folha da Prefeitura e da Câmara já não é preciso incorporação.

BASTA SUBSTITUIR O LEGISLATIVO POR UM CONSELHO SEM SALÁRIO QUE REDUZ O QUADRO E MELHORA O RESULTADO. OPINIÃO Quando as câmaras de
BEM HUMORADAS DO FUTEBOL NO PORTAL – Técnicos param em pé enquanto os jogadores querem. Dos que derrubaram o chefe só as raposas velhas perderam.

BEM HUMORADAS DO FUTEBOL NO PORTAL – Técnicos param em pé enquanto os jogadores querem. Dos que derrubaram o chefe só as raposas velhas perderam.

TÉCNICO DE FUTEBOL ATÉ PARECE MINISTRO DA EDUCAÇÃO: SE O APARELHAMENTO IDEOLÓGICO, OS MANISFESTANTES E OS GREVISTAS RESOLVEREM, DERRUBAM. Como é
INCORPORAÇÃO DE PEQUENOS MUNICÍPIOS REPERCUTE NOS ESTADOS – Deputado Jerry Comper, da comissão de assuntos municipais/SC é contra.

INCORPORAÇÃO DE PEQUENOS MUNICÍPIOS REPERCUTE NOS ESTADOS – Deputado Jerry Comper, da comissão de assuntos municipais/SC é contra.

DEPUTADO ARGUMENTA QUE É PRECISO FORTALECER, NÃO ENFRAQUECER COMUNIDADES DO INTERIOR.   O presidente da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa
EDUARDO BOLSONARO FAZ PALESTRA EM CRICIÚMA/SC – Foi uma viagem na História, da velha França ao Brasil de Jair Bolsonaro.

EDUARDO BOLSONARO FAZ PALESTRA EM CRICIÚMA/SC – Foi uma viagem na História, da velha França ao Brasil de Jair Bolsonaro.

A PROMOÇÃO E A ORGANIZAÇÃO FOI DA EQUIPE DA COALIZÃO CONSERVADORA LOCAL. O PRIMEIRO COMPROMISSO PÚBLICO OFICIAL DA NOITE FOI UMA
EDUCAÇÃO ADVENTISTA, UMA IDEIA INTELIGENTE – Ensina o ser humano a pensar, a se destacar, é criativa e da era 4.0.

EDUCAÇÃO ADVENTISTA, UMA IDEIA INTELIGENTE – Ensina o ser humano a pensar, a se destacar, é criativa e da era 4.0.

EM DEZEMBRO FICA PRONTA  A UNIDADE DE CRICIÚMA/SC. Hoje, 10, houve festa para a criançada e já se pode ter
OS 13 ANOS DO SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL DE CRICIÚMA – A festa de comemoração muito animada aconteceu hoje.

OS 13 ANOS DO SISTEMA FOREVER ÁGUIAS BRASIL DE CRICIÚMA – A festa de comemoração muito animada aconteceu hoje.

Mais de 150 empreendedores participaram das festividades e de um jantar memorável no Balneário Godinho, em Lauro Muller.   A gerente Célia,

ASSISTÊNCIA SOCIAL PROMOVE A V CONFERÊNCIA DE INTEGRAÇÃO DOS DIREITOS ÀS POLÍTICAS PÚBLICAS


Esta postagem foi publicada em 4 de julho de 2017 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

Serão dois dias de palestras, debates e reflexões, tendo como tema principal a “Garantia de Direitos no Fortalecimento do SUAS
— “ Sistema Único de Assistência Social


Com a proposta de construir um novo olhar para as políticas públicas voltadas aos mais vulneráveis, principalmente os usuários dos diversos serviços sociais oferecidos pela administração municipal, a Secretaria da Assistência Social e Habitação, em parceria com os Conselhos Municipais, promovem a V Conferência de Integração dos Direitos às Políticas Públicas. O evento está sendo realizado nesta segunda e terça-feira (3 e 4), no Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac).

A abertura oficial foi prestigiada por autoridades, convidados, presidentes de Associações de Moradores, usuários dos Centros de Referência Assistência Social (CRASs), servidores municipais e representantes dos conselhos municipais de Assistência Social, dos Direitos da Criança e do Adolescente, da Promoção Igualdade Racial, dos Direitos das Pessoas com Deficiência e do Idoso, lotando o auditório do CCJ. O evento também contou com grande participação de portadores de deficiências, sendo realizado em um local acessível e com intérprete em libras.

Serão dois dias de palestras, debates e reflexões, tendo como tema principal a “Garantia de Direitos no Fortalecimento do SUAS – Sistema Único de Assistência Social”. O vice-prefeito Juliano Polese enfatizou a importância das Conferências em âmbito municipal, como forma de melhorar os serviços prestados à população. “Que possamos, a partir do debate, encontrar alternativas e soluções para as necessidades do povo. O poder público tem esse compromisso de ouvir a comunidade para que juntos possamos construir um futuro melhor para nosso município”, diz.

Para o secretário de Assistência Social e Habitação, Samuel Ramos, Conferências são espaços abertos para o exercício do controle social. Em Lages existem aproximadamente sete mil famílias que vivem em situação de extrema pobreza. “Daqui lançaremos diretrizes de fortalecimento do SUAS e da política pública aos mais necessitados”, destaca.

Outro objetivo importante do evento é trazer para o debate os usuários dos serviços do município para que o desempenho dos instrumentos sociais seja avaliado. “Precisamos ouvir da população no que as políticas públicas podem melhorar. Outro problema é que muitos usuários desconhecem seus direitos, o que precisam ser garantidos pelo poder público”, comenta a Secretária Executiva dos Conselhos Municipais, Ana Paula Tein.

A abertura contou com a apresentação do grupo Percoral, que se trata de um projeto social de musicalização das crianças e adolescentes que usufruem dos serviços oferecidos pelos CRAS. Eles utilizam instrumentos de percussão alternativos, como latas e galões velhos para fazer os ritmos brasileiros que deram origem ao samba.

Fotos: Marcelo Pakinha

 


364 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-