Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
DEPUTADO OBTÉM COMPROMISSO DO GOVERNADOR PARA CONCLUSÃO DE OBRAS – Hospital em Lages e Serra do Corvo Branco serão concluídos com recursos próprios.

DEPUTADO OBTÉM COMPROMISSO DO GOVERNADOR PARA CONCLUSÃO DE OBRAS – Hospital em Lages e Serra do Corvo Branco serão concluídos com recursos próprios.

DEMAIS OBRAS DEPENDERÃO DE FINANCIAMENTOS A SEREM BUSCADOS NO ANO QUE VEM, MAS EQUIPAMENTOS DO HOSPITAL TERÃO LICITAÇÃO ANA QUE VEM. Último
PÚBLICO TAMBÉM FOI ATRAÇÃO NA 2ª NOITE DO FESTIVAL “UMA CANÇÃO PARA CRICIÚMA”/SC – O espetáculo faz parte das comemorações dos 140 anos da cidade.

PÚBLICO TAMBÉM FOI ATRAÇÃO NA 2ª NOITE DO FESTIVAL “UMA CANÇÃO PARA CRICIÚMA”/SC – O espetáculo faz parte das comemorações dos 140 anos da cidade.

Nesta sexta, 15, acontece a 3ª etapa, completando as 36 composições participantes do festival. Sábado será a grande noite. Serão
NOVA FRENTE PARLAMENTAR VAI CONTRIBUIR COM O MODELO PRODUTIVO CATARINENSE – A Frente do Agronegócio, Turismo Rural e Tradicionalismo é ideia inteligente.

NOVA FRENTE PARLAMENTAR VAI CONTRIBUIR COM O MODELO PRODUTIVO CATARINENSE – A Frente do Agronegócio, Turismo Rural e Tradicionalismo é ideia inteligente.

SANTA CATARINA É MODELO AO BRASIL EM AGROINDÚSTRIAS, COOPERATIVISMO E EQUILÍBRIO SÓCIO ECONÔMICO. O sucesso do setor produtivo catarinense é consequência
NOVO PARTIDO DE BOLSONARO ESTÁ EM ALTA EM SC – Meta é de 1.000 novos membros/dia e diretórios municipais já.

NOVO PARTIDO DE BOLSONARO ESTÁ EM ALTA EM SC – Meta é de 1.000 novos membros/dia e diretórios municipais já.

    "ALIANÇA PELO BRASIL" VIRA O FATO POLÍTICO DA SEMANA E BOMBA NAS REDES SOCIAIS E MÍDIA IMPRESSA DO INTERIOR. Perfil oficial
LANÇADA NOVA FRENTE PARLAMENTAR – A do Agronegócio, Turismo Rural e Cultura Tradicionalista.

LANÇADA NOVA FRENTE PARLAMENTAR – A do Agronegócio, Turismo Rural e Cultura Tradicionalista.

Foi nesta quarta, 13, na ALESC, reunindo representantes destes importantes setores do bem sucedido modelo produtivo catarinense. Na mesa dos trabalhos
OPINIÃO – MINISTRO PAULO GUEDES TEM RAZÃO – A Lei de Responsabilidade Fiscal é inócua sem a cultura da responsabilidade nos gastos.

OPINIÃO – MINISTRO PAULO GUEDES TEM RAZÃO – A Lei de Responsabilidade Fiscal é inócua sem a cultura da responsabilidade nos gastos.

PARA NÓS AQUI DO PORTAL O PODER PÚBLICO JÁ NASCEU COBRADOR DE IMPOSTOS E EXPLORADOR DAS RIQUEZAS NATURAIS E DAS
MUNICÍPIOS SÃO UM FARDO A MAIS PARA O CIDADÃO – Mas só enxugando a folha da Prefeitura e da Câmara já não é preciso incorporação.

MUNICÍPIOS SÃO UM FARDO A MAIS PARA O CIDADÃO – Mas só enxugando a folha da Prefeitura e da Câmara já não é preciso incorporação.

BASTA SUBSTITUIR O LEGISLATIVO POR UM CONSELHO SEM SALÁRIO QUE REDUZ O QUADRO E MELHORA O RESULTADO. OPINIÃO Quando as câmaras de
BEM HUMORADAS DO FUTEBOL NO PORTAL – Técnicos param em pé enquanto os jogadores querem. Dos que derrubaram o chefe só as raposas velhas perderam.

BEM HUMORADAS DO FUTEBOL NO PORTAL – Técnicos param em pé enquanto os jogadores querem. Dos que derrubaram o chefe só as raposas velhas perderam.

TÉCNICO DE FUTEBOL ATÉ PARECE MINISTRO DA EDUCAÇÃO: SE O APARELHAMENTO IDEOLÓGICO, OS MANISFESTANTES E OS GREVISTAS RESOLVEREM, DERRUBAM. Como é

INCORPORAÇÃO DE PEQUENOS MUNICÍPIOS REPERCUTE NOS ESTADOS – Deputado Jerry Comper, da comissão de assuntos municipais/SC é contra.


WhatsApp Image 2019-10-15 at 14.36.01
Esta postagem foi publicada em 10 de novembro de 2019 Administração, Brasil, comentario do eron, Destaques 3, Legislativo, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo.

DEPUTADO ARGUMENTA QUE É PRECISO FORTALECER, NÃO ENFRAQUECER COMUNIDADES DO INTERIOR.

WhatsApp Image 2019-11-07 at 15.28.12

 

WhatsApp Image 2019-11-07 at 15.28.13

WhatsApp Image 2019-11-07 at 15.28.42

O presidente da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, deputado Jerry Comper, foi um dos primeiros no Estado a se manifestar com veemência em relação à possível incorporação de pequenos municípios por vizinhos, como está nas medidas enviadas pelo Governo ao Congresso nestas terça-feira.

O deputado disse: “Somos contra a fusão de pequenos municípios com os grandes. O que precisamos olhar mais para as necessidades das pessoas que vivem nas comunidades menores.

Ele iniciou, recentemente um movimento no Estado para melhorar o índice do retorno do ICMS aos pequenos municípios que representam 60% dessas unidades no Estado.

Disse ainda que “o clamor da Sociedade, das pessoas humildes, está no interior. Precisamos olhar mais para os pequenos municípios”.

O ideal é fortalecer essas comunidades não enfraquecê-las, alertou na Alesc e nas redes sociais.

………..

AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE PROJETO QUE BENEFICIA 60% DOS MUNICÍPIOS – A matéria é do deputado Jerry Comper, presidente da comissão de assuntos municipais/SC.

PROJETO PROPÕE ALTERAÇÃO NA DISTRIBUIÇÃO DE RECURSOS AOS MUNICÍPIOS. OS MENORES, UNS 60%, SERIAM OS MAIS BENEFICIADOS.

Atualmente o bolo do ICMS é distribuído da seguinte forma: 15% igualmente, entre todos os municípios e 85% conforme o movimento econômico.

A ideia de um projeto do deputado Jerry Comper/MDB é baixar para 82% com base nos movimento econômico e 3% distribuir igualmente os municípios de até 10 mil habitantes.

Isto significaria em torno de R$ 700 mil a mais por ano a cada um deles.

WhatsApp Image 2019-10-15 at 14.36.02

Os maiores, naturalmente, posicionam-se contra.

Mas a matéria do deputado é bem fundamentada e afirma que todos ganharão com ela.

WhatsApp Image 2019-10-15 at 14.36.02 (2)

Prefeitos de todo Estado lotaram as galerias e o Plenário da Alesc.

………….

ANEXO

VAMOS RECORDAR?

JÁ SE PENSOU EM FUSÃO E ATÉ EM EXTINÇÃO DE MUNICÍPIOS.

A Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc) até deu início ao debate sobre a possível fusão de pequenos municípios catarinenses.

O assunto foi tratado em reunião ordinária da recém criada Comissão de Assuntos Municipais. Participaram do encontro membros do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SC) e da Federação Catarinense de Municípios (Fecam).

O deputado Jerry Comper (MDB), presidente da Comissão, nunca foi muito simpático a isso e classificou como muito bom o início dos trabalhos, mas logo pensou em alternativas, como alterar a distribuição do bolo.

E afastou qualquer tipo de receio por parte das populações e poderes públicos. “Não é para criar preocupação para os pequenos municípios, porque é um estudo voltado para orientar. É mais uma questão de alerta”, disse.

Para ele, o debate do assunto na Assembleia foi a garantia de que haverá entendimento entre todas as partes e que o objetivo era atenuar a grave situação dos pequenos.

Certamente esse debate motivou o deputado a entrar com esse projeto, porque a criação de municípios é a forma ideal para se democratizar a distribuição dos recursos públicos e o bolo dos impostos.

……………………………………….

Opinião aqui do Eron Portal

Onde controla assessorias.

Eron J Silva

Verdade!

Imagina só 60% dos municípios abaixo de 10 mil habitantes ainda como distritos? Seriam vilas com uma intendência, dependentes do município mãe.

Eles trouxeram desenvolvimento a esses distritos que agora e são fortes agentes econômicos junto os grandes, além de aumentarem o retorno dos benefícios dos impostos.

……………………………………..

Para discutir o assunto, na época, Alesc e TCE reuniram todas as 21 associações de municípios do Estado. O debate aconteceu dentro da própria Comissão de Assuntos Municipais. “O encaminhamento na Assembleia é de ficarmos muito atentos”, disse o deputado. Para ele, o Tribunal está preocupado com a saúde financeira do setor público.

O TCE apontou que a administração pública de 105 cidades catarinenses com população abaixo dos cinco mil habitantes não são sustentáveis financeiramente, o que prejudicaria o seu desenvolvimento. Além disso, o estudo também alerta sobre os riscos da criação de novos municípios.

A análise do TCE objetivou um desafogo para as contas públicas em um período de dificuldades financeiras nas administrações municipais.

Ainda bem que a iniciativa tomou outro rumo!


250 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-