Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
PELO 4º DIA CONSECUTIVO BRASIL REGISTRA MAIS DE MIL ÓBITOS POR COVID-19 – Quase 650 mil casos antes do pico a ser registrado nesta quinzena.

PELO 4º DIA CONSECUTIVO BRASIL REGISTRA MAIS DE MIL ÓBITOS POR COVID-19 – Quase 650 mil casos antes do pico a ser registrado nesta quinzena.

ULTRAPASSAMOS A ITÁLIA E NOS TORNAMOS O 3º PAÍS EM VITIMAS DA PANDEMIA. VEJA A SEGUIR O BALANÇO DA SEMANA.   CIENTISTAS
CIDADES COMEÇAM A REATIVAR O TRANSPORTE COLETIVO URBANO EM SC – Ônibus intermunicipal ainda sem previsão de retorno.

CIDADES COMEÇAM A REATIVAR O TRANSPORTE COLETIVO URBANO EM SC – Ônibus intermunicipal ainda sem previsão de retorno.

PREFEITOS DEFINEM CONDIÇÕES PARA OPERAÇÕES E OS CUIDADOS PARA EMPRESAS RETOMAREM OS SERVIÇOS COM MENOS RISCOS DE CONTAMINAÇÃO. Principais cuidados: 50% da
INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

INVERNO CHEGA PESADO NO SUL E NO CENTRO DO PAÍS – Mínima foi em Urupema, na Serra Catarinense. Geou também na Gaúcha.

SOL E CÉU CLAROS, MAS COM MUITO VENTO, APÓS A GEADA, TROUXERAM UMA SENSAÇÃO ATÉRMICA NEGATIVA EM 10 MUNICÍPIOS DAS
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E A DO CONHECIMENTO: Atropelaram a Educação e a resistência a novas culturas

HÁ 20 ANOS QUE A NOSSA EDUCAÇÃO ESTÁ ENSINANDO CONTEÚDOS E FORMANDO GENTE PARA TAREFAS DO SÉCULO PASSADO. A ORGANIZAÇÃO E
CAMINHO NATURAL DA  EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

CAMINHO NATURAL DA EDUCAÇÃO PODERÁ SER A PRIVATIZAÇÃO – Aquisição de vagas pode aliviar o peso crescente na estrutura e nas contas públicas.

NAS MÃOS DE PROFISSIONAIS O SETOR SE TORNARIA MAIS PRODUTIVO E SEM INTERFERÊNCIA IDEOLÓGICA, PARTIDÁRIA E DE CONTEÚDOS EXÓTICOS. O Ensino
ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

ESTIAGEM PODE COMPROMETER ABASTECIMENTO NO SUL DE SC – Mais 15 dias sem chuva forte justificará decreto de emergência.

BARRAGEM QUE ABASTECE CRICIÚMA E REGIÃO ESTÁ COM 10% DE SUA CAPACIDADE DE ESTOCAGEM. CIDADES, INDÚSTRIAS E AGRICULTURA PODEM TER
CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

CAMPO NÃO PARA E JÁ COLHEU 90% DA SUPERSAFRA DE GRÃOS – Área já está quase toda coberta de milho e é preparado solo para nova safra.

DADOS IMPORTANTES REVELAM QUE DEPOIS DA PANDEMIA PROVAVELMENTE O MUNDO PRECISARÁ MUITO DE ALIMENTOS E O BRASILEIRO PRECISARÁ COMER E RECUPERAR SUA
FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

FIQUE EM CASA, EVITE IR BUSCAR O VÍRUS E CONTAMINAR QUEM VOCÊ AMA – Parar a Terra, no bom sentido, é preciso!

RAUL SEIXAS E SÍLVIO BRITO JÁ PREVIAM ISSO HÁ MAIS DE 30 ANOS: O DIA EM QUE A TERRA PAROU

ALERTA – FRIO EXTREMO, NEVE E GEADA FORTE A SEVERA


1720987
Esta postagem foi publicada em 17 de julho de 2017 Administração, Destaques 2, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

MetSul Meteorologia informa:

A MetSul Meteorologia alerta para uma brutal mudança das condições do tempo no Sul do Brasil no começo da semana. Massa de ar quente com máximas de até 30ºC a 32ºC nesta sexta e no sábado em Santa Catarina dará lugar a uma poderosa massa de ar de origem polar que começará a ingressar no Estado ao longo do domingo e tomará conta do território na segunda-feira, afetando na sequência todo o Sul do Brasil.

Deve ser esperada uma queda extremamente forte da temperatura entre o domingo e a segunda-feira. Já no domingo faz muito frio durante o dia com resfriamento intenso até o final do dia. Na segunda-feira, com a chegada da parte mais intensa do ar polar, o dia vai ser extremamente frio com temperatura por demais baixa mesmo no período da tarde.

 

ANÁLISE

 

A natureza é complexa e poucos fenômenos são tão difíceis de prever com exatidão como a neve pela quantidade de fatores que estão envolvidos. Basta ter em conta que, dependendo da temperatura, um milímetro líquido pode se converter em um centímetro de neve no solo ou quatro. Por isso, não raro nos Estados Unidos os meteorologistas “quebram cabeça” para dizer o quanto vai nevar e onde vai nevar. Dito isso, vai nevar no Sul do Brasil. Os modelos indicam que sim e durante a segunda-feira. Onde e quanto? Aí está a complexidade do prognóstico.

Quando? Quase todos os modelos numéricos analisados coincidem em indicar a ocorrência de neve na segunda-feira no Sul do Brasil, mas divergem acerca da abrangência do fenômeno, a intensidade e o período favorável do dia. Já não se descarta que neve durante a manhã em alguns pontos, mas, em geral, as simulações retardaram o período mais favorável à neve para a tarde e noite. Ainda na madrugada da terça-feira há chance de neve em pontos altos de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Onde? As condições, conforme os dados, tendem a ser muito propícias com alta possibilidade de nevar nas áreas em que o fenômeno tradicionalmente costuma se dar como Serra Catarinense e nos Aparados da Serra Gaúcha.

As regiões onde as cotas estão acima de mil metros, há possibilidade de nevar. Principalmente em municípios com altitudes entre 600 e 800 metros. Persiste a possibilidade de neve ainda em áreas mais altas do Meio-Oeste Catarinense, Planalto Norte de Santa Catarina e do Sul/Sudoeste do Paraná, a despeito da probabilidade já ter sido maior.

Como? Primeiro, não se antecipa um evento com a magnitude dos registrados em julho e agosto de 2013. É muito possível, porém, que haja acumulação, mas em áreas de maior altitude. Nestas regiões é factível que ocorram períodos de neve forte, logo é recomendável ter muita atenção ao dirigir. Nas demais regiões, em que a cota é inferior a mil metros, mesmo que não seja possível se descartar acumulação, se nevar os acumulados seriam inferiores a muito inferiores.

As projeções de neve apresentam uma enorme complexidade para o prognosticador, especialmente quanto aos volumes, e que existem divergências entre os dados que não habilitam uma previsão com alta confiabilidade quanto à extensão e intensidade do fenômeno neste evento.

Fonte: Meteorologista Estael Sias


1093 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-