Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Anunciar Empresa
FRIO PODE TRAZER NEVE NO FIM DE SEMANA EM SC – Fenômeno deve até fechar estradas e há risco de vir um tornado.

FRIO PODE TRAZER NEVE NO FIM DE SEMANA EM SC – Fenômeno deve até fechar estradas e há risco de vir um tornado.

Modelos de números meteorológicos preveem Neve Joaquina ainda este mês e ocorrência de fortes geadas. Desta vez não será a Neve
REFLEXÃO HISTÓRICA SOBRE O PODER CENTRAL NO BRASIL – Seus altos e baixos de Vargas aos dias atuais.

REFLEXÃO HISTÓRICA SOBRE O PODER CENTRAL NO BRASIL – Seus altos e baixos de Vargas aos dias atuais.

De Vargas até os dias de hoje, uns grupos promoveram saltos no Brasil e outros desperdiçaram os avanços e saíram
EL`DIVINO HAMBURGUERIA – Sempre com uma novidade especial pra você. Neste outono/inverno pense num lugar aconchegante!

EL`DIVINO HAMBURGUERIA – Sempre com uma novidade especial pra você. Neste outono/inverno pense num lugar aconchegante!

Aproveite as oportunidades do El'Divino e conheça as novidades da estação. Agora com muito mais opções. FIQUE ATENTO ÀS PROMOÇÕES E
SELEÇÃO FEMININA EM MAIS UMA COPA DO MUNDO – Elas entram em campo no próximo dia 9, na França.

SELEÇÃO FEMININA EM MAIS UMA COPA DO MUNDO – Elas entram em campo no próximo dia 9, na França.

As 23 convocadas já se apresentaram no Brasil e esta será sua sétima participação em Copas do Mundo. O curioso foi
A CIDADE MAIS FRIA E ECOLÓGICA DO BRASIL – Urupema/SC, a terra das araucárias e da neve.

A CIDADE MAIS FRIA E ECOLÓGICA DO BRASIL – Urupema/SC, a terra das araucárias e da neve.

Caminhos da Serra Catarinense - um modelo europeu de rodovias turísticas, onde a paisagem desfila à frente do visitante devido
O QUE ROLA NAS REDES SOBRE POLÍTICA – Veja algumas pérolas do Lula, professor em economia, administração e previdência.

O QUE ROLA NAS REDES SOBRE POLÍTICA – Veja algumas pérolas do Lula, professor em economia, administração e previdência.

  Como se pega a leptospirose e tudo sobre seu "Plano AÇO". E saiba o significado dessa sigla "AÇO". SUGESTÃO DE  LULA
CAMINHOS DA SERRA – Modelo europeu de estradas turísticas

CAMINHOS DA SERRA – Modelo europeu de estradas turísticas

Os projetos financiados pelo BID - Banco Interamericano de Desenvolvimento – seguem o modelo europeu de rodovias turísticas. O asfalto
CÂMARA DE VEREADORES PODE VIR A FAZER ESCOLA/SC – Projetos propõem reduzir para 1/4 salário de vereadores e para metade repasses mensais.

CÂMARA DE VEREADORES PODE VIR A FAZER ESCOLA/SC – Projetos propõem reduzir para 1/4 salário de vereadores e para metade repasses mensais.

Qualquer momento podem entrar na pauta essas medidas que seriam inéditas no País. Em Lages, o vereador passaria a ganhar

A GRANDE ATRAÇÃO DO RECANTO DO PINHÃO – O público animado e ordeiro


Recanto do pinhão
Esta postagem foi publicada em 5 de junho de 2018 Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo.

Um Recanto do Pinhão para nunca mais ser esquecido e pra deixar saudades. Neste domingo, foi um dia de sol e com aquele friozinho serrano: estava pronto o cenário perfeito para as famílias aproveitarem o último dia do Recanto do Pinhão Aracy Paim. Já pela manhã, subiram ao palco artistas locais e regionais, como Higor Muniz e Banda, Lucas Soares, Maciel Oliveira, Gabriel Araújo, João Amorim e Grupo e Boteco do Laurindo.

Gente como o lageano Misael Alves da Rocha ainda não tinha prestigiado a festa, e não deixou de aproveitar o último dia no Recanto. “Passei por aqui e vi que estava tão animado, que resolvi parar para pegar um cachorro quente e ajudar as entidades que participam do Recanto”, diz.

Famílias como a Catelhani, com o pai Vinícius, a mãe Katieli e o filho Carlos, dez anos, vieram do Paraná, da cidade de Goioerê, e viveram 10 dias em Lages. Disseram que este foi o terceiro ano que eles vêm pra Festa do Pinhão, mas desta vez nem foram ao Parque de Exposições curtir as atrações nacionais. Eles preferiram prestigiar as tardes no Recanto. “Aqui é sempre muito animado, temos comida típica e a receptividade do lageano. Gostamos muito”, comenta Vinícius.

Veja detalhes em mais no conteúdo disponibilizado pela Secretaria a de Comunicação Social da Prefeitura. Outro sucesso foi a gastronomias oferecida pelas entidades que saíram satisfeitas com o movimento.

ANEXO                              

Durante duas semanas o calçadão da praça João Costa se transformou em festa. Lageanos e turistas circulavam pelos espaços montados e consumiam produtos da terra. As entidades que montaram seus estandes, comercializando comidas e bebidas típicas, como entrevero e paçoca de pinhão, o ponche e o quentão, estão satisfeitas com o movimento e o resultado do trabalho beneficente e voluntário.

No estande do grupo Bom Samaritano, aproximadamente 15 pessoas se desdobravam na cozinha para preparar os itens oferecidos, sempre atendendo aos visitantes com um sorriso no rosto. Esta foi a primeira participação no Recanto do Pinhão e, com os resultados positivos, prometem voltar no ano que vem. “Ficamos muito contentes com o que fizemos e vimos aqui. Nossa participação foi muito proveitosa, as vendas foram boas e o trabalho gratificante”, diz o vice-presidente, Nilson Buogo.

Ele conta que, apesar da preocupação devido à greve dos caminhoneiros, o balanço foi satisfatório, com grande movimento de turistas, principalmente do litoral, no último final de semana da festa.

O Bom Samaritano foi reativado há nove anos e ajuda famílias carentes distribuindo cestas básicas e itens confeccionados em uma mini fábrica de costura, como cobertas, enxoval para crianças e roupas. O dinheiro arrecadado durante o Recanto já tem destino certo. “Vai nos ajudar muito. Pretendemos construir nossa sede própria, pois já temos uma concessão de uso de um terreno no bairro Popular e só nos faltava a verba para construir. Também iremos reativar nossa padaria beneficente, ajudando muitas famílias em necessidade”, conta.

No estande da Casa de Apoio a Pessoas com Câncer Maria Tereza, um dos únicos a oferecer o entrevero de pinhão, as pessoas faziam fila para experimentar a iguaria. O prato, juntamente com o ponche, bebida típica da Serra, chamou a atenção dos turistas. Este é o quinto ano que a Casa participa das festividades do Recanto e também se mostraram satisfeitos com o resultado. “As vendas foram muito boas e vai nos ajudar muito. Atendemos cerca de 90 pessoas com câncer, com diversos projetos. O principal deles é o Centro Dia, uma casa de acolhimento a pacientes que moram fora e precisam fazer tratamento de quimioterapia ou radioterapia na cidade”, conta a Assistente Social da Casa de Apoio, Andreia Freitas.


67 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-