Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook Twitter email

Nenhum banner para exibir

Anunciar Empresa
UM DESAFIO DA ENGENHARIA À NATUREZA – A construção da estrada da Serra do Rio do Rastro uma das maravilhas feitas pelo homem.

UM DESAFIO DA ENGENHARIA À NATUREZA – A construção da estrada da Serra do Rio do Rastro uma das maravilhas feitas pelo homem.

NOS TEMPOS DAS TROPEADAS O SERRANO LEVAVA CHARQUE E COURO PELA TRILHA DE CHÃO BATIDO E TRAZIA SAL, AÇÚCAR, FARINHA
AS BEM HUMORADAS DO FUTEBOL: SELEÇÃO “EMPATITE” SÓ GOLEIA DE 1 A 1 – E nosso craque Neymar só participa da largada.

AS BEM HUMORADAS DO FUTEBOL: SELEÇÃO “EMPATITE” SÓ GOLEIA DE 1 A 1 – E nosso craque Neymar só participa da largada.

PARECE O COPERSUCAR DO ÉMERSON FITTIPALDI: QUASE SÓ PARTICIPAVA DA LARGADA E SÓ ESTEVE EM DOIS PÓDIOS EM CINCO ANOS. Seleção
APOSTA AQUI DO PORTAL: FLAMENGO SERÁ CAMPEÃO NA 34ª RODADA – Que tal por o time do Jesus no lugar da seleção do Tite nas Eliminatórias?

APOSTA AQUI DO PORTAL: FLAMENGO SERÁ CAMPEÃO NA 34ª RODADA – Que tal por o time do Jesus no lugar da seleção do Tite nas Eliminatórias?

MÍDIA ESPORTIVA APOSTA QUE VIRA CAMPEÃO  NA 35ª RODADA. MAS, A CONTINUAR ESSE ANDOR DO JESUS SERÁ ANTES... Quem sabe colocamos
VEJA PARTE DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA ESTRADA CORVO BRANCO/sc – “Estamos tingindo de preto as asas brancas do corvo”.

VEJA PARTE DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA ESTRADA CORVO BRANCO/sc – “Estamos tingindo de preto as asas brancas do corvo”.

ESSA CONSTRUÇÃO FOI MAIS UM DOS DESAFIOS DA ENGENHARIA À NATUREZA. ELA PASSA POR UM SANTUÁRIO ECOLÓGICO DE GRÃO PARÁ.
FÓRUM PARLAMENTAR/SC FOI À ANTT DISCUTIR CONCESSÃO DA 101 – Amin e FECAM integraram essa comitiva.

FÓRUM PARLAMENTAR/SC FOI À ANTT DISCUTIR CONCESSÃO DA 101 – Amin e FECAM integraram essa comitiva.

O senador Esperidião Amin participou da reunião do Fórum Parlamentar Catarinense com a Diretoria da ANTT, em Brasília. Objetivo foi
UM SONHO DA SERRA DO RIO DO RASTRO – UM TELEFÉRICO LIGANDO SIDERÓPOLIS AO MIRANTE DE BOM JARDIM..

UM SONHO DA SERRA DO RIO DO RASTRO – UM TELEFÉRICO LIGANDO SIDERÓPOLIS AO MIRANTE DE BOM JARDIM..

PENSADO NO GOVERNO CATARINENSE PASSADO, O PROJETO INTERESSOU A INVESTIDORES EXTERNOS. MAS AGORA ESTÁ FORA DA PAUTA DO TURISMO DE
OBRAS DAS RODOVIAS CATARINENSES TEM AS DIGITAIS E AMIN – BR 282 e Esterada da Serra do Rio do Rastro foram seus desafios.

OBRAS DAS RODOVIAS CATARINENSES TEM AS DIGITAIS E AMIN – BR 282 e Esterada da Serra do Rio do Rastro foram seus desafios.

GOVERNADOR POR DUAS VEZES, O ATUAL SENADOR ESPERIDIÃO AMIN SEMPRE FOI UM APAIXONADO POR RODOVIAS. DESDE OS TEMPOS DE SECRETÁRIO
A MULHER NA POLÍTICA – A força da bancada do batom continua em alta em Santa Catarina.

A MULHER NA POLÍTICA – A força da bancada do batom continua em alta em Santa Catarina.

URUPEMA - NA SERRA CATARINENSE - DEVE SER O MUNICÍPIO COM A MAIOR BANCADA FEMININA. São quatro as vereadoras que estão

O EDITORIAL DO PORTAL – A ERA DO EMPREGO 4.0 ESTÁ CHEGANDO.


G4RH-1024x574
Esta postagem foi publicada em 27 de fevereiro de 2019 Administração, Notícias, Notícias em Destaques Slide Topo.

Vem aí a Revolução 4.0 do emprego: a era da qualificação profissional. A estabilidade no emprego passa por aí.

Na revolução 4.0 do emprego, a empresa é a do trabalho não presencial que está chegou. E o outro lado é a tendência mundial do patrão de si mesmo. É o chamado empreendedor individual que também precisa de muita qualificação.

Se o mercado de trabalho da carteira assinada exige preparo e reciclagem permanente, imagina o empreendedor que tem de saber muito mais coisas. Vai ter de ser empresário, gestor, entender de legislação e de negócios, que dependem da habilidade mágica, ou seja, o domínio do Marketing.

Quanto ao empregado convencional, se não se qualificar, ele não terá mais estabilidade no emprego. Quem estiver desempregado deve penar. É que mercado será cada vez mais exigente e quem não entrar produzindo não terá chance.

Então, seja comprometido com a qualificação de olho nas oportunidades. Certamente, de cada 10 empregados convencionais, pelo menos três vão virar empreendedores individuais. Isso vai ocorrer porque o crescimento profissional vai levá-lo a alçar voos para os negócios.

Deste 2001 que a gente vem repetindo o que os gurus nacionais e internacionais preconizam: “o emprego formal da carteira assinada está com os dias contados. Vai ser algo raro e que exigirá muito conhecimento e qualificação profissional”.

Sempre eles disseram também que para as massas desqualificadas só vai sobrar o emprego manual, doméstico, de cuidador de pessoas, da limpeza pública, da faxina em empresas ou nos serviços básicos do setor público.

No serviço público já não há mais expectativa de trabalho formal efetivo, nem mesmo através dos concursos públicos para segurança no emprego. Bem logo estará tudo terceirizado ou então o Estado não vai mais poder pagar salários e aposentadorias a tanta gente.

Em 30 anos, a educação terá crescido o dobro e com a tendência do ensino à distância no curso médio. A escola irá enveredar mais para os cursos profissionalizantes e preparar gente à produção por plantas sofisticadas.

Quem não se preparar para ser dirigente (agente público e político) ou se habilitar para atuar em setores como: saúde, educação, área social, técnico em infraestrutura ou que o valha, não encontrará espaço formal de trabalho na estrutura do Estado.

E é aí que entra o que a gente disse antes: o crescimento das escolas que preparam pessoas para trabalhar. A demanda será cada vez mais crescente por gente qualificada. Basta ver que os cursos e as escolas que mais aparecem são os que queimam etapas na preparação de gente para o trabalho.

Outra tendência é o aparecimento de mais cursos não presenciais de escolas voltadas ao ensino destinado ao consumo de base tecnológica e inovação. É a revolução 4.0 do emprego, aquele da empresa que já administra por aplicativos e que os colaboradores cumprem tarefas de qualquer lugar do planeta. Seus netos vão ser assim. Em Lages/SC, já existe uma multinacional da área do frango, cujos executivos administram pelo celular.

  

 


257 Visualizações

Nenhum banner para exibir

Coluna Eron J. Silva



-